Comissão técnica, por Leo Villanova

por Leo Villanova

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Humberto Pereira

- 2018-06-22 15:17:02

E... ninguém fala no tipo de concentração arcaica e militaresca

há tempos, os times na Europa abandonaram esse tipo de concentração canina vigente no Brasil. Resultado, como cães ou feras (não é à-toa que denominam de "feras"), se levam gols ficam desnortezados, se ganham, até choram como uma guerra de vida  morte. Os comentaristas especializados nunca tocam neste aspecto, fácil é centrar nos acertos e erros de técicos, de jogadores. Alega-se que, pra brasileiros, se ficarem "soltos", caem na gandaia, disciiplina militaresca e tola, preconcepções e obediências também cegas (há raríssimas exceções como Ronaldinho gaúcho e a democracia corintiana que tem seus limites).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador