Home EUA/Canadá Bolsonaro diz que “tem que ter pólvora” contra EUA sob gestão de Biden

Bolsonaro diz que “tem que ter pólvora” contra EUA sob gestão de Biden

Bolsonaro diz que “tem que ter pólvora” contra EUA sob gestão de Biden
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o presidente dos EUA, Donald Trump, na Casa Branca, em Washington (EUA) - Foto: Reuters

Jornal GGN – Após um incômodo silêncio sobre a vitória de Joe Biden, nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro finalmente declara sua posição diante da derrota de sua maior admiração, Donal Trump. Em discurso nesta terça (10), Bolsonaro anunciou que é preciso “ter pólvora”, em referência a uma suposta guerra ou confronto com a potência mundial, contra Biden em caso de sanção pelo desmatamento na Amazônia.

O mandatário afirmou explicitadamente que está disposto a confrontar os Estados Unidos e que com “apenas diplomacia não dá”, porque, segundo ele, “quando acaba a saliva, tem que ter polvora, senão não funciona”.

“Assistimos há pouco a um grande candidato à chefia de Estado dizer que, se eu não apagar o fogo da Amazônia, vai levantar barreiras comerciais contra o Brasil”, afirmou, mencionando o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo: “E como podemos fazer frente a tudo isso? Apenas diplomacia não dá, né, Ernesto? E quando acaba a saliva, tem que ter pólvora, senão não funciona. Não precisa nem usar a pólvora, mas tem que saber que tem.”

Ainda, Bolsonaro referiu-se ao democrata Joe Biden como “candidato”, não reconhecendo a vitória do novo presidente dos EUA. Apesar de não citar o nome do novo chefe de Estado do país, a referência foi clara.

“Todo mundo que tem riqueza não pode dizer que é feliz, não, tem que tomar cuidado com a riqueza, porque está cheio de malandro de olho nela. E o Brasil é um país riquíssimo”, foi a introdução para o comentário do presidente do Brasil, antes de criticar Biden e mostrar que estará disposto ao confronto com a potência. Assista ao trecho:

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 COMMENTS

  1. É uma grande mudança diplomática, pros sambas na casa do Ernesto. Hoje pede o uso de pólvora, mas até uma semana o pedido para os avanços diplomáticos de Trump sobre o Brasil, era apenas que o preservativo que ele usasse, fosse o Jontex, do conglomerado americano.

  2. “Tem que ter pólvora!” Kkkk Bozo vai começar uma guerra contra os EUA. Kkkk kkkkk É um verdadeiro BUNDÃO!!! Kkkkkkkkk Ao quadrado!!! Kkkkkkkkk

  3. Kkkk,
    E esse é o embaixador do Trump.
    Os americanos só usam pólvora prá fogos de artificio no dia da independência.
    As forcas armadas de lá usam coisa muito mais moderna. Se precisar tem até bastante plutônio.

  4. GUERRA BRASIL x EUA.
    Com a suspensão do Reveillon carioca e a consequente ausência dos famosos fogos de artifício de Copacabana, toda a produção de pólvora irá para as nossas armas furtivas (invisíveis) de grande poder de dissuasão, capazes de manter longe qualquer ameaça terrestre ou extraterrestre. Essa linha de produção terá grande incremento financeiro que alavancará a economia brasileira a colocando no “top one” da lista das grandes maiores potências universais.
    NOSSAS ARMAS:
    1) Busca-pé – Míssil balístico intercontinental capaz de atingir qualquer ponto da Terra usando o GPS.
    2) Cabeça de nego – Bomba de alto poder destrutivo com potência de 1500 megatons capaz de destruir nosso planeta 83 vezes.
    3) Morteiro de três tiros – Mísseis integrados e teleguiados capazes de atingir três alvos diferentes simultaneamente. Casa Branca, Pentágono e Estátua da Liberdade.
    4) Estalinho – Arma secreta mantida em segredo de Estado que, segundo o Datena, é capaz de subjugar o adversário com pequenas explosões controladas, levando o inimigo à desorientação psicológica e a rendição incondicional.
    5) Balão japonês – Aeronave espiã de última geração equipada com radares infalíveis, capazes de mandar imagens de alta definição das movimentações inimigas em tempo real. Mesmo antes deles se moverem!
    6) Barbantinho cheiroso – Arma química altamente secreta que pode ser usada em caso de guerra suja. Dizem que é o ó do Bobó
    7) Estrelinha – Arma de confusão visual, usada nas estratégias de camuflagem em florestas, cidades e Câmaras de Vereadores do Brasil.
    8) Bombinha – Arma usada apenas para inimigos de menor envergadura e poder destrutivo como Rússia e China.
    9) Morteiro doze x um – Artefato de enorme poder destrutivo usado com grande eficiência no combate internacional de drogas. Quando lançado, expõe o inimigo chegando, dando tempo para a dispersão da tropa aliada em segurança total.
    10) Inteligência – Essa arma não é um artefato. Essa arma é nosso amado Presidente Jair Messias Bolsonaro.
    SE DEUS ESTÁ CONOSCO, QUEM ESTARÁ CONTRA NÓS?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Sair da versão mobile