Pedidos de seguro-desemprego nos EUA caem e Fed comemora

Jornal GGN – Os novos pedidos de seguro-desemprego caíram em 3 mil na semana terminada em 12 de julho nos Estados Unidos, para 302 mil. A comparação é com a semana anterior, de acordo com o Departamento do Trabalho local.
 
A média das quatro últimas semanas ficou em 309 mil, queda de 3 mil ante a média anterior e com um dado a ser comemorado: é o menor nível desde 2 de junho de 2007.
 
O relatório trouxe ainda que o número de trabalhadores que continuavam a receber o benefício era de 2,507 milhões na semana de 5 de julho, a mais recente com dados disponíveis. Isso representa um recuo de 79 mil perante a semana anterior e a marca mais baixa desde 20 de junho de 2007.
 
Foi um recuo inesperado, que sugere que a recuperação do mercado de trabalho está finalmente engrenando no país.

 
Os pedidos de auxílio-desemprego da semana anterior foram revisados para mostrar mil pedidos a mais do que o total divulgado anteriormente.
 
A média de quatro semanas para novos pedidos, considerada uma medida melhor das condições do mercado de trabalho pois atenua a volatilidade semanal, caiu em 3 mil, para 309 mil, na semana passada, o menor nível desde junho de 2007.
 
A chair do Federal Reserve, Janet Yellen, alertou na última terça-feira (15) que o Federal Reserve pode elevar os juros mais cedo do que o projetado, caso o mercado de trabalho continuar a melhorar mais rápido que o previsto por autoridades.
Leia também:  O legado de Manuel da Maia, o Guarda-Mor do Real Arquivo da Torre do Tombo, por João Roque Dias

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Como se explica o crescimento

    Como se explica o crescimento negativo da economia dos EU em -2,9 por cento nos quatro primeiros meses de 2014? Quando o mercado esperava uma espetacular alta de 2,6%? Expectativas, os economistas hoje vivem disso, e quando a realidade chega é um baque terrível, mas logo esquecido por novas expectativas otimistas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome