Sanders e Hillary empatam na prévia democrata em Iowa

 
Da Agência Brasil
 
O republicano Ted Cruz, senador pelo Texas, foi escolhidos pelos eleitores no caucus (miniconvenção) de Iowa, primeiro evento da série de primárias que aponta as preferências dos eleitores e elege os delegados para as convenções partidárias em julho. A democrata Hillary Clinton teve disputa apertada com o seu concorrente Bernie Sanders. Com 95% dos votos apurados, Clinton contava com 49,89% de apoio, enquanto Sanders tinha 49,59%,
 
Entre os republicanos, Ted Cruz teve 28% dos votos, contra 24% do multimilionário Donald Trump. O senador da Flórida, Marco Rubio, conquistou 23% dos votos.
 
Até o começo da madrugada de hoje (2), a imprensa norte-americana acompanhou a apuração dos votos e especialmente o embate técnico entre Clinton e Sanders. Em alguns momentos, a diferença entre eles chegou a 0.3%.
 
Iowa representa menos de 1% do total do eleitorado nos Estados Unidos e tradicionalmente inicia a fase do caucus e primárias para a escolha dos delegados que irão votar nas convenções partidárias em julho. Iowa tem pouco mais de 3 milhões de habitantes. Os democratas elegem 44 delegados no estado e os republicanos, 30.
 
Em 2008, Hillary Clinton, então favorita na pré-campanha, perdeu para Barack Obama, na época senador. Para analistas e a imprensa norte-americana, uma vitória em Iowa pode representar uma tendência.
 
No caucus de Iowa, ela obteve 50% do total de votos e ele, 49%. Depois da difícil conquista e de ver Sanders crescer nos últimos dias, graças ao seu discurso mais liberal e à esquerda, Hillary afirmou após o resultado: “Sou progressista e também quero mudanças”.
 
Com as pesquisas que indicam empate técnico entre Sanders e Clinton em algumas regiões, o presidente Obama também “fez campanha”, ao defendê-la como candidata ideal pela “ampla e comprovada” experiência administrativa.
 
Os delegados eleitos nas primárias se comprometem a votar de acordo com a orientação dos eleitores.
 
No último fim de semana, os candidatos de ambos os partidos trabalharam no corpo-a-corpo em Iowa. Sanders foi atrás do voto jovem, simpatizante de mudanças mais progressistas e com viés à esquerda. Hillary Clinton se mantém como alternativa da base tradicional do partido.
 
Do lado republicano, o multimilionário Donald Trump, apontado como favorito nas pesquisas regionais, foi ultrapassado por Ted Cruz. Trump já declarou que vai seguir como candidato independente se não for escolhido pela base republicana.
 
Após o resultado de Iowa, Trumpo foi comedido. Disse se sentir honrado por ter sido o segundo colocado e que “ama o povo do estado”.
 
O próximo evento da campanha ocorre em New Hampshire nas primárias do dia 9 de fevereiro.
18 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

alexis

- 2016-02-03 15:02:28

Não devia assustar

Se sabem que não há nenhuma chance, por lá, de ganhar um socialista. E se aparecer alguém próximo fazem dele o que fizeram com os Kennedy.

A "Democracia" dos EUA esconde uma feroz ditadura de verdadeiro poder econômico global

alexis

- 2016-02-03 13:59:35

É verdade!

Mas, a analogia não está nos bichos, mas no conceito infantil da disputa. Os EUA ficam igual, seja quem for.

carlos rosalvo barreto e silva

- 2016-02-03 03:32:14

Hillary

      Apesar de praticamente empatada com  Sanders, apesar do uso ostensivo da máquina democrata, Hillary cantou vitória e  desprezou seu adversário, quee cantaram em refrão: Ela é mentirosa, She's a liar. Hillary usou  o medo dos democratas com os republicanos, pois apelou ao dizer que é a úncia que pode derrotar o perigo do retrocesso republicano.

carlos rosalvo barreto e silva

- 2016-02-03 02:54:39

Ted

   O Estado de Iowa é dominado pelo eleitorado  conservador,  Ted Cruz e Ben Carson são os favoritos dos evangélicos conservadores. O terceiro lugar de Rubio foi, também,  a vitória da máquina republicanae da Fox News  que apostaram em Rubio. Trump perdeu, mas a vitória de Ted Cruz não foi consagradora. Trump foi o segundo e superou o candidato da máquina republicana: Rubio, porém por pouco. Por último, foi decisivo o uso da tática suja, por Ted Cruz, de cartas aos eleitores conservadores com seu nome e de vizinhos. Ted Cruz é conservador, belicista e fundamentalista cristão. Os, realmente, derrotados foram Rand Paul e Jef Bush.

antonio francisco

- 2016-02-02 18:48:27

Filho de brasileiros é um dos mais de 1,5 mil candidatos

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/02/160201_brasileiro_candidato_presidencia_eua_fn

Divulgação

marcoscoimbraa

- 2016-02-02 17:22:56

Muito boa as suas

Muito boa as suas considerações.

Octaviano Galvão Neto

- 2016-02-02 17:01:32

De fato, merece manchete

O resuktadio em Iowa, de fao, merece manchete em 'caixa alta'.  Não é pouco para um independente terminar 'cabeça a cabeça' com a candidata eleita (previamente), e somente com pequenas doações.
Se for indicado pelos Democratas os EUA terão um Presidente Socialista, o que soa quase inacreditável. 

Jorge Luis

- 2016-02-02 16:49:33

Dois malucos do lado dos

Dois malucos do lado dos republicanos e um "comunista" (eu sei) disputando com Hillary entre os democratas. Parece que está tudo se encaminhando para a Sra. Clinton ser a "salvação da lavoura" para que a presidência não caia nas mãos dos "radicais", seja de um lado, seja de outro.

Eu, pessoalmente preferiria Sanders, mas acho pouco provável ele vencer contra todo o establishment. Se fosse eleito, ainda acabaria levando um tiro.

peregrino

- 2016-02-02 16:48:03

realmente...

muito bem visto pelos jovens

peregrino

- 2016-02-02 16:44:21

KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

genial, genial

rdmaestri

- 2016-02-02 16:43:28

Talvez não tenha entendido, o importante é que a palavra

Talvez não tenha entendido, o importante é que a palavra socialismo, dita em toda a sua extensão não assusta mais os norte-americanos com a mesma intensidade que assustava no passado. Outro fato é que uma nova geração que se mantinha longe da política volta com uma nova abordagem.

alexis

- 2016-02-02 16:21:42

Em parte

Candidato mesmo "diferenciado" como esse, deve atravessar a complexa máquina democrática, com representantes e etc., que o fará afunilar ao boi pertinente, se chegar até lá.

jasantos

- 2016-02-02 15:54:51

o burro e o elefante

Na  verdade os bichinhos simbolos são o burrinho e o elefante.

Só não lembro quem é quem mas o google resolve a questão.

rdmaestri

- 2016-02-02 15:39:24

Eu também pensava assim!

Porém ao ver o curriculo do Senador Sanders se vê claramente que há uma mudança no candidato e o principal, muitas pessoas que atuavam via internet ou de grupos que corriam por fora da política partidária norte-americana estão aderindo a candidatura Sanders, e mesmo não vindo a ser eleito deixará marcas profundas na disputa de ideias bem mais claras.

Clinton e os republicanos são realmente o Caprichoso e Garantido, porém Sanders corre por fora do esquema.

alexis

- 2016-02-02 15:19:58

A democra-CIA nos EUA

Diversos candidatos, “muuuiiito diferentes” entram na máquina “democrática” dos EUA e são reduzidos apenas a dois: Caprichoso e Garantido (Republicanos e Democratas).

E assim é há quase 200 anos! Dois bois para fingir que há disputa.

Ramalho12

- 2016-02-02 14:54:46

Sanders, revolucionário

Sanders é, aos setenta e tantos anos, revolucionário. Promete ser luz no fim do túnel. Se for eleito e se implementar (se puder, porque o congresso americano é tão medíocre quanto o nosso) o que tem prometido, acabará com a farra financeira americana causadora do agravamento da miséria no mundo pela via da crise econômica (diz ele, por exemplo, que se é muito grande para falir, é muito grande para existir). Acabar com a crise econômica mundial a partir dos EUA não é pouca coisa, mesmo para um democrata puro.

GalileoGalilei

- 2016-02-02 14:16:50

O Sílvio santos deles

A, ainda remota, mas já possível, candidatura de Sanders pelo Partido Democrata já causa urticária nos setores não habituados a largar o osso.

Michael Bloomberg, o bilionário ex prefeito de Nova York, já se apresenta como possível candidato independente "de centro'. 

O que não se faz para virar uma partida crucial e que se mostra adversa?

 

rdmaestri

- 2016-02-02 14:12:14

Que noticiazinha chocha!

Muito criticamos os norte-americanos por se acharem o Umbigo do Mundo, porém o GGN como toda a grande imprensa está adotando a mesma indiferença as primárias norte-americanas como nelas não houvesse nenhuma novidade.

Vamos aos fatos:

Um candidato que se diz socialista nos USA é o mesmo do que um candidato se declarar Comunista Revolucionário no Brasil, ou seja, não é uma mera questão retórica.

Dizer simplesmente que Sanders empatou com Hillary é o mesmo do que dizer:

- Viram um gatinho que passou por aí a algum tempo, tá na hora do seu remédio, se alguém o vir me avise!

O que está em jogo é uma candidata Democrata apoiada por toda a máquina partidária, pelas grandes corporações e por toda a grande imprensa norte-americana liberal, contra um candidato que só recebe (espontaneamente) doações de no máximo US$100,00 de pessoas físicas, e para quem luta contra a doação de empresas sabe o que é isto.

Sanders promete mudar a previdência social, o ObamaCare e as relações internacionais.

O pessoal do Occupy-Wall-Srteet desceu de mala e cuia na campanha de Sanders, com todo o ideário que caracterizou o movimento.

 

Logo a notícia deveria ser:

Surpreendentemente, Sanders encosta em Clinton.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador
[Fancy_Facebook_Comments]