Espanha inicia 10 dias de luto por vítimas de coronavírus

"Oito em cada dez vítimas tinham mais de 70 anos e foram as que ajudaram a construir o país que conhecemos hoje".

Jornal GGN – Com mais de 27.000 pessoas vítimas de coronavírus, a Espanha decretou um período de luto de dez dias, a partir de hoje. Todas os prédios públicos e navios da marinha espanhola deverão colocar suas bandeiras em meia haste até 5 de junho para prestar homenagem às vítimas da pandemia.

O primeiro-ministro espanhol Pedro Sanchez disse no Twitter que isso duraria “10 dias, o período mais longo de luto em nossa democracia, no qual todos expressaremos nossa tristeza e prestaremos homenagem àqueles que morreram”.

O período de luto, que foi aprovado em uma reunião de gabinete na terça-feira, também incluiria uma cerimônia solene memorial presidida pelo chefe de estado da Espanha, rei Felipe VI, de acordo com a porta-voz do governo Maria Jesus Montero.

Os mortos são “homens e mulheres cujas vidas foram subitamente interrompidas, deixando amigos e familiares com muita dor, tanto pela perda repentina quanto pelas difíceis circunstâncias em que ocorreu”, disse ela após a reunião do gabinete.

“Oito em cada dez vítimas tinham mais de 70 anos e foram as que ajudaram a construir o país que conhecemos hoje”.

A Espanha sofreu uma devastação pela pandemia do coronavírus. O bloquei nacional foi imposto, pela primeira vez, em 14 de março. Ao todo foram 27.111 mortos e mais de 236 mil infectados, com 150 mil recuperações.

Com informações do Al Jazeera

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Um fantasma ronda a pandemia COVID-19: o Necrocomunismo, por Wilson Ferreira

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome