O gabinete do ódio continua vivo

Após o STF impedir o ditador Jair Bolsonaro de monitorar e perseguir cidadãos por razões ideológicas, o gabinete do ódio voltou a atacar os Ministros da Corte pelo WatsApp.



Essa mensagem foi me enviada por um colega. Ele a recebeu de um advogado bolsonarista. Portanto, creio que o OAB pode e deve iniciar uma investigação para localizar a neutralizar os advogados terroristas que pretendem legitimar o golpe contra o STF.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora