EUA retiram Brasil de lista de pirataria

Relação de 2011 traz 30 locais físicos e na internet considerados como desafiadores pela representação do país

O Brasil foi excluído pelos Estados Unidos de sua relação de “mercados notórios” da pirataria e do contrabando. A lista de 2011 traz 30 locais físicos e na internet considerados como “desafiadores” pela Representação dos Estados Unidos para o Comércio (USTR). 

Entre os membros do Bric – grupo formado por Brasil, Rússia, Índia e China -, o país foi o único a ficar fora da lista. A China apareceu como a campeã em paraísos da pirataria, com quatro mercados, seguida pela Rússia e pela Índia. A exceção do Brasil foi avaliada como um bom sinal pela Coalizão das Indústrias Brasileiras (BIC, na sigla em inglês), o lobby do setor em Washington.

Até o ano passado, a lista de “notórios mercados” da pirataria era incluída no 301 Especial, relatório anual no qual o USTR expõe todos os países supostamente transgressores das leis internacionais de propriedade intelectual. Com base no 301 Especial, os EUA aplicam sanções aos casos mais graves. Esse relatório será divulgado em abril, cerca de duas semanas depois da visita ao Brasil do presidente americano, Barack Obama, em 19 e 20 de março. A expectativa é de exclusão do País também dessa lista.

 

http://www.correiodopovo.com.br/Noticias/?Noticia=263156

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome