O Brasileirão tem favoritos, por João Sucata

Futebol

O Brasileirão tem favoritos

por João Sucata

È temerário ao fim de uma primeira rodada dizer que um campeonato tem favoritos. Mas apontar favorito não é dar certeza. Nem de pode dizer que é pretensão demais, se a avaliação é feita com base em performances recentes, anteriores. Os times que estão no Brasileiro atuaram intensamente no estadual e outros campeonatos, todos têm elencos, todos têm técnicos, todos tem estádios e torcidas, tradição, diretorias, entrosamento ou não

São fatores que permitem apontar o Palmeiras, que venceu o Vasco por 4 x 0. O elenco do Verdão é muito bom, Cuca voltou, o time mostrou seu potencial. Nos calcanhares estão o Corinthians, sem tanto elenco mas com muito punch, força, vontade, destaque para Rodriguinho, o Flamengo, com qualidades muito parecidas, Guerrero firme e goleador e o Atlético Mineiro, quer perdeu o estadual para o Cruzeiro, mas que tem mais elenco e jogadores que podem fazer a diferença: Robinho e Fred, ambos jogando muito.  Há outros times que podem surpreender, o Internacional, o Fluminense, o próprio Cruzeiro, todos vem com muita vontade, mas não será fácil o título sair dos quatro primeiros citados.

As torcidas

As torcidas demonstram vontade de prestigiar seus times, o público médio foi bom para uma primeira rodada. Ser campeão do Brasileiro é tão importante como conquistar o título da liga inglesa ou espanhola. Além de alguns milhões, os estádios enchem cada vez mais, chovem convites bem pagos por amistosos, os jogadores ficam satisfeitos e são expostos em vitrines e muito bem negociados, o conceito do clube sobe na história.

Cada torcida acha que seu time é o melhor e o outro tem que ser esmagado. Se isso acontece até com juiz, como não acontecer com o cidadão comum? Há pessoas humildes que torcem de forma sensatas, discretas, respeitando os demais como há os que tem muito poder e arrogância.

Enfim, haverá muita festa, todos têm o direito de se divertir, especialmente em tempos bicudos. Por outro lado, se o campeonato brasileiro ameaça se agigantar, encantar, aumentar as torcidas, de outro ele faz parte do mercado, tudo é compra e venda e há também a ameaça de se tornar cada vez mais acessível apenas para a elite, tal o preço dos ingressos ou até para ver jogos na TV. O futebol também está sendo tomado ao povo.  Mais um motivo para se fazer festa enquanto é possível. 

João Sucata

Assine

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora