Palmeiras decacampeão – fecha o brasileiro, por João Sucata

Palmeiras decacampeão – fecha o brasileiro

por João Sucata 

O Verdão ergueu a taça no Allianz Parque, vencendo o rebaixado Vitória por 3 x 2 e  terminando invicto o 1º turno. A torcidaestá eufórica, com justiça, pelo título, que indubitavelmente o time mereceu: Decacampeão. E dificilmente será superado se não aparecer algum superpatrocinador nos demais times: esteve a oito pontos do Mengo, vice campeão e dezessete do São  Paulo.   O Inter ficou em 3º e finalmente o Grêmio fechou o G 4, times que tem direito a ir direto para o torneio da Libertadores. São Paulo e Atlético MG irão disputar a chamada pré-libertadores, fase anterior de classificação.

A LIBERTADORES DE LANTERNA NA MÃO 

Quanto a disputa da Libertadores, além da violência impune das torcidas, os dirigentes argentinos estão se mostrando mais desorganizados, oportunistas e ambiciosos do que os brasileiros. Procuram um campo onde jogar. River, Boca Jr e Conmebol não chegam a acordo com relação ao local para a disputa final. Deveria ser no estádio do primeiro não fosse um bando de calhordas estúpidos que jogaram pedras no ônibus do Boca. Era tudo que este poderia desejar para melar uma final na presença da torcida contrária e onde suas chances de ganhar eram mínimas, pois ainda enfrentariam um time bem mais afinado.

Qatar, França, Espanha, todos oferecem seus estádios e propostas milionárias para sediar o jogo. Ou seja, as pedradas dos deficientes mentais podem acabar lucrativas, pelo menos em dinheiro e fama. A Libertadores tende a ser jogada no estádio do Real Madri, no pais colonizador da Argentina. Dinheiro manda em tudo, manda no poder, por que não no futebol? Mas está demais.

TIMINHO SEM VERGONHA E A VAGA NA LIBERTADORES

Lamentável  a falta de vontade na conduta de jogadores do Flamengo na derrota para o Atlético PR, 2 x 1, em pleno Maraca.  Boa parte dos 66 mil presentes no estádio, maior público do torneio, cantou o vexatório “timinho sem vergonha” e com razão. O Fla só não conseguiu permitir que o adversário ficasse com a vaga na Libertadores porque o Atlético, jogando em seu campo, conseguiu vencer o Botafogo, 1 x 0, mas haveria muito buchicho se isso acontecesse.  Em Chapecó o São Paulo, jogando pedrinha, foi derrotado pela Chape,  que assim ficou na série A. Bastaria um empate para a Chape cair e o Sport ficar.

DESCENDO PARA A SÉRIE B 

De emocionante mesmo foi ver quais os dois outros times que cairiam para a série B, além do  Paraná e Vitória, que já tinham se despedido. Outros seis times eram candidatos, entre eles dois grandes do Rio: Fluminense e Vasco. Este último se salvou por um ponto, ficou em 16º, seria a quarta vez que iria para a série B. O Flu jogando muito menos ganhou o América MG e decretou a queda dos mineiros. O outro que caiu foi o bravo Sport, apesar vencer  oSantos por 2 x 1.

TABELA E JOGOS FINAIS DO BRASILEIRÃO

CAMPEONATO BRASILEIRO

1

Palmeiras

80

2

Flamengo

72

3

Internacional

69

4

Grêmio

66

5

São Paulo

63

6

Atlético-MG

59

7

Atlético-PR

57

8

Cruzeiro

53

9

Botafogo

51

10

Santos

50

11

Bahia

48

12

Fluminense

45

13

Corinthians

44

14

Chapecoense

44

15

Ceará

44

16

Vasco

43

17

Sport

42

18

América-MG

40

19

Vitória

37

20

Paraná

23

 

38ª Rodada do Brasileirão(última rodada)

Sábado – 01/12/2018

Atlético-MG 1×0 Botafogo

Flamengo 1×2 Atlético-PR

Domingo – 02/12/2018

Paraná 1×1 Internacional

Chapecoense 1×0 São Paulo

Bahia 0x0 Cruzeiro

Fluminense 1×0 América-MG

Ceará 0x0 Vasco

Sport 2×1 Santos

Palmeiras 3×2 Vitória

Grêmio 1×0 Corinthians

Artilheiros Brasileirão 2018

1) Gabriel B(Santos) = 18 Gols;

2) Ricardo Oliveira(Atlético-MG) = 13 Gols;

3) Diego Souza(São Paulo) = 12 Gols;

3) Pablo(Atlético-PR) = 12 Gols;

4) Leandro(Chapecoense) = 11 Gols;

4) Nico Lopes(Internacional) = 11 Gols; 

5) Lucas Paquetá(Flamengo) = 10 Gols;

5) Yago(Vasco) = 10 Gols;

5) Willian(Palmeiras) = 10 Gols.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

3 comentários

  1. Vergonha!

    Vi a notícia de que o time deu ao Vergonhoso a honra de levantar a taça.

    Pois bem. Eu já não tinha comemorado o título antecipado e declarei a um amigo que já me considerava uma ex-palmeirense – “se me perguntarem vou dizer que torci para o Palmeiras num passado remoto.” 

    Este time não me representa. Tenho muito orgulho do que o time já foi mas não dá para tolerar tamanha falta de respeito com a diversidade de posicionamento político de seus torcedores. Se esta é a nova cara do time, renuncio orgulhosamente a torcer por essa palhaçada. Felipão, o respeito que já tive por ti virou repulsa. Se soubesse dessa sua tendência fascista, teria comemorado os 7 a 1, mas sempre é tempo. Se se acostumou com vexame, escolheu os parceiros certos. Fica a dica: os números 7 e 1 não te dão muita sorte, rs. 

    Sinto saudades de quando o time estava na fila mas tinha vergonha na cara. 

    Palmeiras, 1914-2018, como transformar uma vitória em derrota. 

     

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=OGRqc3RnTOU%5D 

    https://www.youtube.com/watch?v=OGRqc3RnTOU (quanta diferença! Isso sim é homenagem)

     

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=taWrY3NHxcY%5D

    https://www.youtube.com/watch?v=taWrY3NHxcY

     

     

     

    Sampa/SP, 03/12/2018 – 16:25 (em luto, e não é pelo Palmeiras, que não vale a dor) – alterado às 16:31 

  2. O Galinha Verde de Água
    O Galinha Verde de Água Branca tem, na verdade, onze títulos nacionais. O último reconhecido foi um torneio de sinuca vencido por um palmeirense contra um carioca, um mineiro e um gaúcho.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome