Timão põe o Vasco na roda em Brasília e Santos cai dentro do alçapão da Vila, por João Sucata

Timão põe o Vasco na roda em Brasília e Santos cai dentro do alçapão da Vila

por João Sucata

O Corinthians foi até Brasília por o Vasco para dançar.  Nada menos que 33 mil pagantes lotaram o estádio Mané Garrincha e pelo menos os torcedores do Timão saíram satisfeitos; o Timão fez 4 x 1 no pessoal de São Januário. Romero jogou muito, marcou três e ganhou uma bola dos vascaínos para levar de lembrança. O Vasco precisa de reforços, para ontem.

Em Santos o ambiente deve estar como as comadres gostam. O time é candidato à serie B, e perdeu de outro lanterna, o América MG, 1 x 0, imperdoável. Quase vinte lançamentos das pontas para a área do time mineiro não resolveram a situação, mas mostraram a impotência do outrora Santástico para entrar na área adversária trocando bola. Não há meninos da Vila para salvar o time este ano, e então a diretoria contratou Cuca, que terá um desafio e tanto, pega o time na zona de rebaixamento, 17º lugar. Vai ser um capítulo à parte no Brasileirão, que merece ser seguido.

MENGO ESTARIA SOBRANDO NÃO FOSSE O SÃO PAULO NO PÉ

O Flamengo bateu o Sport por 4 x 1, em um Maracanã festivo, com mais de 58 mil pagantes. O time carioca estaria folgado na tabela não fosse a perseguição sofrida: o São Paulo está na sua cola. Marcaram Rever, Lucas Paquetá, Everton Ribeiro e Uribe. O Sport ficou impotente vendo o adversário muito superior passear pelo campo.

O Tricolor Paulista foi a Belo Horizonte enfrentar o Cruzeiro, e quem diria, ganhou em plena Toca da Raposa. O São Paulo fez 2 x 0 nos contra ataques, mostrou tranquilidade e eficiência, está jogando o suficiente para disputar a Taça. Por algum tempo parecia ser apenas uma performance passageira do time, bons e momentâneos ventos  que  acabariam passando, mas já dá para confiar em que o Tricolor tem um time bom mesmo, que veio para ficar. Os gols foram de Diego Souza e o Everton. Para azar do Cruzeiro, Barcos perdeu um pênalti quando ainda estava um a zero para o Tricolor, a bola bateu na trave.

NEYMAR SEQUER ENTRE OS DEZ MAIS 

Não pode restar dúvida que a antipatia global de Neymar levou a sua rejeição ao máximo, sequer foi indicado para ser um dos dez mais entre os quais será escolhido o melhor do mundo. Ainda vende bem no Brasil, onde a boçalidade está no auge, tempos de Bolsonaro, da TV Globo dizendo que vai fazer campanha para que as pessoas distingam o que é fato é que é fake news.  Certamente defenderão sua história como fato: Ulisses Guimarães e a campanha das Diretas Já é subversão;   vote Collor, o Caçador de Marajás; Brizola é cúmplice dos delinquentes das favelas;  tem que tirar Dilma para acabar com a corrupção; Lula é culpado e Moro herói…).

E pelos dez escolhidos, oito europeus e dois sul-americanos é possível perceber que como é fácil um craque saber se comportar razoavelmente, ser discreto, guardar para si suas arrogâncias e a conduta irresponsável de novo rico, namorar estrelas sem aceitar ficar exibindo-a. No Brasil Neymar ainda vende, basta ver as novas mensagem publicitárias, onde se exibe a preço de ouro, agora pela C&A e Gillette (já mudei de lâmina).  Se ele aparecer com melancia amarrada no pescoço no outro dia acaba o estoque da fruta no supermercado e os hospitais vão ficar cheios de gente com torcicolo. Fico com medo da Globo dizer  que a moda é andar de quatro…vai congestionar as calçadas.

A VOLTA DO FILIPÃO

Quem diria, eis aí o Filipão de volta ao Palmeiras. Juntou a fome com a vontade de comer. O velho guerreiro pode pensar em encerrar a carreira se der certo. Jogadores de qualidade não faltam, o plantel é um dos melhores do país, senão o melhor, o mais caro e mais bem pago. Mas não estava produzindo como se esperava. Não deve ser fácil lidar com Dudu, Felipe Melo, Borja e outros medalhões. A vitória de 3 x 0 neste domingo, contra o Paraná, no Allianz, não diz nada.  Com todo os craques que tem o Verdão está com dificuldades para manter-se  na sexta posição do campeonato. Onde tem muito craque, muita cobra criada, muito jogador arrogante, um chefe cai bem. Se Filipão der um jeito no grupo o Verdão ainda poderá disputar o título.  

João Sucata

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador