Santander dá calote de meio bilhão de reais na Caixa, por calote de Eike

Sugerido por Sniff

Santander dá calote em fiança de Eike e Caixa cobra R$ 515 milhões

Do Brasil 247

Empresário pediu empréstimos para a construção do porto de Açu; banco espanhol no Brasil foi o fiador, mas não quis pagar Caixa Econômica Federal diante de inadimplência de Eike Batista; Santander obteve liminar, mas Caixa recorre para recebeu meio bilhão de reais

Em 2012, quando ainda desfrutava de prestígio no mercado, o empresário Eike Batista bateu às portas da Caixa Econômica Federal para obter um empréstimo para obras da construção do porto de Açu. Ele dava com garantia uma carta de fiança do banco Santander. A Caixa concedeu o empréstimo, mas quando Eike quebrou o Santander resolveu não honrar a fiança. A filial do banco espanhol no Brasil obteve uma liminar em que justifica o calote sobre a inadimplência de Eike por falta de cumprimento de obrigações da Caixa.

O banco estatal, é claro, discorda da interpretação dada na liminar e está recorrendo contra o calote sofrido do Santander. O total da conta espetada, segundo a Caixa, está em R$ 515 milhões. O caso deve ser julgado pelo Tribunal Regional Federal (TRF), em São Paulo, no mês de dezembro. Ao mesmo tempo acotecerá uma assembleia de credores da OGX.

O Santander tem até o dia 9 para se defender contra o pedido de liminar feito pela Caixa.

O episódio ilustra o modo confuso com que Eike administrava seus negócios. Ele apresentou a fiança do Santander para garantir um empréstimo ponte da Caixa, de R$ 400 milhões, para injetar nas obras do porto de Açu até a entrada de recursos advindos do FMM – Fundo da Marinha Mercante. Mas quando esse dinheiro foi liberado, no valor de R$ 627 milhões, Eike resolveu não quitar sua fatura com a Caixa. Ao acionar o Santander, a Caixa ouviu que também não haveria pagamento.

Nos termos de seu recurso ao TRF, a Caixa alega que o não recebimento do R$ 515 milhões, valor atualizado dos R$ 400 milhões efetivamente emprestados, poderá impactar os critérios de avaliação de risco estabelecidos pela instituição. Em razão dos critérios de governança de Basileia, o calote levaria a Caixa teria reduzida em R$ 4,6 bilhões sua própria capacidade de contrair empréstimos.

Em nota, o Santander registrou que “reafirma seu compromisso com a sociedade brasileira e acredita numa resposta positiva do Poder Judiciário ao seu pleito”. A instituição acrescentou que segue com tratativas de resolver “amigavelmente” a diferença.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

19 comentários

  1. Quando começar a aparecer

    Quando começar a aparecer todos os calotes que Eike deu no governo a população ficará horrorizada. Um governo irresponsável que injeta bilhoes em um empresário como Eike e agora esconde o rombo em jogadas contábeis do BNDES. Esperem só quando a conta total aparecer.

    • Batista

      Você não sabe ler.

      Não sabe das leis

      Não sabe o que é uma carta de fiança

      Talvez saiba , com a mesma lente do PSDB, o que são os juízes.

      • Carta fiança é dos problemas

        Carta fiança é dos problemas destes emprestimos.

        VC sabia que o BNDES era sócio da LLX e da MMX. Voce sabe que a MMX provalvemente nunca mais irá voltar a operar. Voce sabe quanto o governo injetou de dinheiro via BNDES nas empresas X?????

         

        Meu caro esta cartinha que está na midia é pintinho perto do que está para aparecer. Os prejuizos do grupo X foram de bilhoes e bilhoes e vc assim como eu fomos arrastados via governo para esta furada. Nosso suado dinheiro dos impostos estão lá……. e provalvelmente nunca mais voltará aos cofres públicos.

        • Querido, escrever é fácil

          Querido, escrever é fácil quero ver é mostrar o pintinho… mostra… mostra prá nós o pintinho… se cê sabe dele, mostra, mostra prá nóis o pintinho.

  2. assim até eu posso ser fiador

    Nao preciso dizer mais nada. Negócio bom. Fico no meio do caminho como fiador. Faço um resseguro do empréstimo.

    Aí o devedor não me paga, eu não pago a quem eu garantia e ainda o seguro . Recebo de volta minha grana e a caixa … bem, a Caixa é de todos os brasileiros. Eles que fiquem com o prejú.

  3. Cabron

     Nunca fui com a cara desse Santander, pra começar aquela privatização horrenda, sempre os achei oportunistas até a medula. Até ai não difere muito de bancos privados em geral. Mas aquela carta contra a presidente Dilma e agora esse calote na Caixa, mostra bem a indole que tem seus dirigentes. 

  4. As duas, do estadão
    – BNDES

    As duas, do estadão

    – BNDES executa empréstimo da OSX e Banco Votorantim assume. (2013)

    Agora falo de Petrobrás (2012)

    – Itaú fica com seguro bilionário da Petrobrás

     

     

  5. e a presidenta do banco

    esteve om Dilma essa semana e anunciou investimentos de 10 bilhões de dólares para infraestrutura, muito bom mas antes paga o que deve à CEF e fica tudo certo..vai te catar..

  6. Fiança de banco é um contrato

    Fiança de banco é um contrato muito sério, o Santander está entre os VINTE maiores bancos do mundo, jamais iria

    descumprir se não tivesse base legal para tanto, não se tpode falar em  CALOTE mas de conflito legal. A fiança pode valer em certas condições e não valer em outras. Se foi para a Justiça é porque há base legal para discussão.

  7.         Ele convenceu os

            Ele convenceu os emprestadores que ao receber do FMM, pagaria o empréstimo, né isso? Recebeu do FMM e não pagou. Qual o nome disso?

            

            

      

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome