Vereador tucano usa a imprensa para pedir CPI do programa Braços Abertos

Jornal GGN – O vereador Mário Covas Neto, do PSDB, protocolou na Câmara de São Paulo um pedido de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para “apurar irregularidades” no programa De Braços Abertos, criado pelo prefeito Fernando Haddad (PT). O projeto, que articula políticas de saúde, assistência social e trabalho, foi lançado por Hadda há mais de um ano, com a finalidade de reduzir o fluxo de usuários de crack na região central da capital.

Segundo a assessoria de Covas, a “eficácia” do programa é “bastante questionável, pois o “não oferece qualquer tipo de tratamento médico aos dependentes químicos, ao mesmo tempo em que lhes paga pela prestação do serviço de varrição de rua”. “Não há estímulo às pessoas para que larguem o vício, e o dinheiro oferecido serve para alimentar o tráfico”, afirmou o vereador.

O pedido de CPI é baseado em “reportagens feitas pela imprensa sobre a insegurança e insalubridade dos hotéis conveniados com a prefeitura para servirem de habitação aos participantes do programa”. Além disso, haveria “casos de usuários que recebem o pagamento sem trabalharem e diálogo da prefeitura e ONGs contratadas com o crime organizado solicitando segurança aos funcionários que trabalham com os dependentes químicos.”

A solicitação da CPI foi assinada pela bancada do PSDB, formada pelos vereadores Adolfo Quintas, Andrea Matarazzo, Anibal de Freitas, Aurélio Nomura, Claudinho de Sousa, Eduardo Tuma, Gilson Barreto, Patrícia Bezerra e Salomão Pereira e pelos parlamentares Abbou Anni (PV), Adilson Amadeu (PTB), Atilio Francisco (PRB), Conte Lopes (PTB), Gilberto Natalini (PV), José Police Neto (PSD), Laércio Benko (PHS), Souza Santos (PSD) e Valdecir Cabrabom (PTB).

A Comissão de Saúde da Câmara também se debruçou, durante alguns meses, sobre o De Braços Abertos. Os membros do grupo apresentaram requerimentos à prefeitura. Alguns pedem melhorias nas instalações dos assistidos pelo programa. Outros, uma audiência para discutir seus resultados. Netinho de Paula (PDT), por sua vez, sugeriu uma subcomissão de vereadores que viajaria para outros países em busca de “projetos que dão resultados positivos para um confronto de ações com o projeto paulistano”.

Leia também:  Evolução patrimonial de Ricardo Salles é investigada pelo Ministério Público

A CPI deve ser instalada após a conclusão da comissão que se propôs a apurar a crise de abastecimento de água gerida pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo).

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

2 comentários

  1. Eis o motivo do desastre da política…

    Os “netinhos” e filhinhos das raposas, entram para a política ( e os desinformados ) os elegem, para com a devida ajuda da mídia, tentar manchar o que os inteligentes trazem de bem para o povo. Perseguições indecentes aos que trabalham! VIVA HADDAD e, FORA os netinhos e filhinhos mimados que nada conseguem agregar ao bem do povo e do país!  Ora vejam, mais um netinho na parada! Já conhecemos o desempenho dos netinhos e filhinhos… São muitos…  

  2. Tô com o saco cheio destes

    Tô com o saco cheio destes tucanos, destas oligarquias que infestam nosso estado e nossa cidade. Raça imprestável tá aí.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome