Os constantes incêndios nas favelas

Mais um incêndio em favela de São Paulo:

De O Globo

Incêndio atinge favela em SP, não há informações sobre vítimas

Plantão | Publicada em 25/08/2010 às 09h17m

Reuters/Brasil Online

SÃO PAULO (Reuters) – Um incêndio atingia uma favela na zona sul de São Paulo nesta quarta-feira e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, ainda não havia registro de vítimas.

A favela, localizada no bairro Parque Jabaquara, fica próxima ao aeroporto de Congonhas, um dos mais movimentados do país, e no final da avenida Roberto Marinho, uma das mais importantes da zona sul da capital paulista.

Seis viaturas do Corpo de Bombeiros combatiam o incêndio, informado à corporação por volta das 8h20 desta quarta-feira.

Segundo a Infraero, a fumaça provocada pelo incêndio não afetava as operações no aeroporto de Congonhas.

(Reportagem de Yukari Sekine) 

Por Vera

Mais um incêndio em favela. Desta vez na Favela Alba. Segundo o que li aqui talvez este seja op 13o.

Passei hoje de manhã por lá e vi a movimentação. Chorei muito vendo velhinhos e crianças dos barracos fora do foco do fogo, preocupados, assustados. Neste horário as pessoas “ativas” estão trabalhando. Fiquei imaginado ao voltarem para “casa” à noite o que vão encontrar. Mais lágrimas.

Ao que sei, um incêndio mobiliza bombeiros. Vi ali muitas viaturas e camburões. Pergunto: será que há mais que não saibamos a respeito destes incêndios que justifique tantos camburões? Seria algo orquestrado?

Leia também:  Câmara municipal de SP aprova projeto de Covas para privatizar áreas que incluem escolas e parques

E a nossa “gloriosa’ imprensa noticia aquilo com um descompromisso social sem tamanho. “Incêndido de pequenas proporções” – CBN e Eldorado. Segundos depois, a mesma repórter Petra Chaves “incêndio de grandes proporções”. Assim, justo ela que tem um programa que fala de caminhos alternativos, que pensei fosse mais comprometida com a sociedade. E termina “as causas são desconhecidas’.

Como assim? Na minha época repórter questionava, investigava, suspeitava, inquiria!

Tem de perguntar quem tem interesse nisto! Repórter tem de tirar a bunda da cadeira. Socorro! Pobres e velhos, e crianças, estão sem ter onde ir. Onde está o jornalismo para todos, para que todos nós conheçamos contextos e possamos decidir melhor sobre os rumos de nossa vida?

Socorro!!!! Jornalismo deste tipo não serve pra nada. Os barracos queimaram, as pessoas sofreram e ninguém sabe ninguém viu.

É por isto que eles estão perdendo espaço na sociedade. Porque não queremos mais ser coadjuvantes da história. Queremos ser PROTAGONISTAS. Se eles não nos ajudam então não servem para NADA.

Abaixo a produção de textos partidários. Sim, porque isto jornalismo é o que não é! 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome