Petrobras libera alimentos para Comissão da FUP somente após muita pressão e denúncias

A Comissão Permanente de Negociação está, desde a última sexta-feira, dia 31 de janeiro, na sede da empresa no Rio de Janeiro, tentando conversar com a gestão atual da Petrobras.

Jornal GGN – A Petrobras permitiu a entrada de alimentos e água para os integrantes da Comissão da Federação Única dos Petroleiros (FUP). Permitiu somente após denúncias e muita pressão. Foi um gritar uníssono de sindicatos, movimentos sociais e parlamentares para que a empresa recuasse e liberasse a entrada de mantimentos.

A Comissão Permanente de Negociação está, desde a última sexta-feira, dia 31 de janeiro, na sede da empresa no Rio de Janeiro, tentando conversar com a gestão atual da Petrobras. A primeira providência da diretoria da empresa foi desrespeitar a liminar expedida pela Justiça do Trabalho do RJ, e depois recuasse, na questão dos mantimentos. Foram várias idas e vindas até que os trabalhadores recebessem as provisões.

A deputada federal Jandira Feghali denunciou o autoritarismo da gestão da Petrobras em redes sociais. A empresa negou o acesso da parlamentar à sala onde estão os petroleiros para que pudesse checar a integridade física dos trabalhadores. A negativa da empresa se deu por meio de forte aparato policial, ou seja, o acesso de uma deputada federal foi barrado por policiais em uma empresa pública.

Com informações da FUP

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Irmã do presidente do TST exerce cargo de destaque no governo Bolsonaro

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome