60 anos dos protestos contra a ocupação soviética em Berlim

Hoje faz 60 anos que manifestantes em Berlim Oriental, estimados entre 30 e 50.000, protstaram contra a ocupação societica que se iniciou em abril de 1945 e durou até a reunificação da Alemanha. Os sovieticos reagiram de forma habitual, com repressão militar, que causram de 15 a 20 mortes e mais de 100 feridos. Foi a primeira de uma serie de revoltas contra o dominio sovietico nos seus satelites do Leste Europeu. O sistema sovietico era a de colocar no poder o Partido Comunista local com governantes títeres na Alemanha Oriental ( Walter Ulbricht, Erich Hoeneker), Tchecoslovaquia (Alexander Dubcek), Hungria (Imre Nagy, fuzilado pelos russos, Janos Kadar), Romenia (Anna Pauker, Nicalai Ceausescu) nas sempre com unidades do Exercito Sovietico como força de ocupação.

O sistma de satelites não era uniforme, alguns paises eram menos russificados que outros mas todos faziam parte de um mercado comum com a URSS, o COMECON, embora pudessem comerciair com o Ocidente. A situação de Berlim era sui generis, dentro da Alemanha Oriental era todavia de administração dividida entre os ocidentais e os russos, um simbolo da Guerra Fria.

Hoje os paises ex-comunistas da Europa do Leste são em geral aliados dos EUA, especialmente a Polonia e Republica Tcheca e mantem grande fluxo de comercio com a Alemanha.

http://www.history.com/this-day-in-history/soviets-crush-antigovernment-…

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome