Há 63 anos Elizabeth II tornou-se rainha da Inglaterra, por Motta Araujo

Há 63 anos Elizabeth II tornou-se rainha da Inglaterra

Por Motta Araujo

Pela morte do Rei George VI  sua filha Elizabeth torna-se Rainha reinante, mesmo antes da Coroação.  Treinada para o cargo desde criança a jovem rainha torna-se um símbolo do País e da permanência da civilização britânica.

Seu comportamento irrepreensível, treinado, cumprindo tarefas todos os dias, sem demonstrar enfado ou fadiga a tornaram a mais popular monarca depois de sua trisavó, a Rainha Vitoria, a quem ultrapassa em tempo de reinado.

Herdou do pai George VI e da mãe Elizabeth Lyons o comportamento discreto e sóbrio que a irmã Margareth não tinha.

Como a Rainha não é imortal a sucessão é uma nuvem, pode ser o filho já não jovem, Charles ou o neto William.

Pela primeira vez a Casa de Windsor, sucedâneo da Casa de Hanover terá uma Rainha plebéia, a mulher do Príncipe William, seguindo o modelo que já foi seguido por todas as demais monarquias européias.

Aficionada por cavalos, gosta de corridas, de equitação e de criação de puros sangue, seu maior hobby.

A mãe durou 102 anos, curtida em doses diárias de gin, perto da mãe a filha ainda é nova e tem boa saúde.

***

Vídeo raro a Rainha Elizabeth II e a Rainha Mãe apostando em cavalos, as duas pulam e vibram

https://www.youtube.com/watch?v=IAGoqXCgq8U width:700 height:394

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora