Lições da História para a visita de Dilma aos EUA, por Jota A. Botelho

Por Jota A. Botelho

A recepção calorosa de Jango nos EUA

https://www.youtube.com/watch?v=l__5_PHdVo0 align:center]

Os americanos patrocinam o Golpe de Estado

https://www.youtube.com/watch?v=wW2Dje19-Rs align:center]


A busca tardia do apoio popular na Central do Brasil – Rio de Janeiro  

[video:https://www.youtube.com/watch?v=rMnXX_LwZ8g align:center

A farsa da deposição pelo Congresso Nacional
 
[video:https://www.youtube.com/watch?v=hMbk3BcnzB8 align:center
___

 

 

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

13 comentários

  1. Os estadunidenses estão na

    Os estadunidenses estão na deles, fazem o que for preciso para proteger os seus interesses, o nosso problema são os paus mandados, os entreguistas, os vendidos que temos por aqui, e que estão infiltrados em todos os segimentos, desde politicos que só tem um a ideia fixa em acabar com o pre-sal, à midia que é contra tudo o que o país faz; como então explicar que uma comitiva que sai de um país fazer lambança em outro, isso tudo sem qualquer interesse nacional ou ganho? Vendilhões e entrguistas á mancheia………………………………..

  2. Os Estados Unidos na época da

    Os Estados Unidos na época da Guerra FRia tinha o maior interesse do que acontecia no Brasil, as medidas discutidas são

    normais do contexto da Guerra Fria, não se fala em desembarque de tropas ou bomabardeios, na MESMA época a União Sovietica intervinha com taques na Hungria, revolução de 1956 com execução de 1.400 insurgentes e nomeação pelos sovieticos de Janos Kadar como primeiro Ministro depois do fuzilamento do anterior, Ingo Nagy, interveio na Tchecoslovaquia, Berlim Oriental, Polonia, sem NENHUM  protesto da esquerdolandia. Posteriormente Cuba interveio com 25.000 homens em Angola, como força combatente, a esquerda aplaudiu.

    O Brasil não vai ter nenhum interesse sobre o que possa ocorrer na Venezuela? Vai ficar olhando de camarote?

    • “sem NENHUM  protesto da

      “sem NENHUM  protesto da esquerdolandia.”:

      Voce acabou de mencionar “guerra fria” sem notar seu conceito dinossaurico????

      Ou voce realmente quer dizer que a “esquerdolandia” brasileira estava se fudendo pra comunistas??

      Eles eram SO comunistas ou eram terroristas como eu tambem?

       

    • Os EUA apoiaram as ditaduras

      Os EUA apoiaram as ditaduras militares em toda a America Latina, além de outros regimes violentos mundo afora, intervindo diretamente em outras regiões do mundo e matando civis ..isso tu não lembras. Aqui apoiaram e deram apoio e treinamento (CIA) à repressão política, que censurou, perseguiu, sequestrou, prendeu, torturou, assassinou, roubou nenês e bens de civis em nosso continente. No final dos anos 70 e início dos 80, com o serviço já cumprido, entregaram um país em crise, mais desigual, mais violento, com milhões de pessoas na miséria, sem trabalho nem direitos mínimos. A Venezuela é uma país soberano e democrático. Se lá tem uma direita mais louca, golpista e reacionária que aqui, tem também uma sociedade civil forte e organizada que resiste à investida desses anti pátria que sempre defenderam interesses próprios contra os povos latinoamericanos.

    • Os EUA apoiaram as ditaduras

      Os EUA apoiaram as ditaduras militares em toda a America Latina, além de outros regimes violentos mundo afora, intervindo diretamente em outras regiões do mundo e matando civis ..isso tu não lembras. Aqui apoiaram e deram apoio e treinamento (CIA) à repressão política, que censurou, perseguiu, sequestrou, prendeu, torturou, assassinou, roubou nenês e bens de civis em nosso continente. No final dos anos 70 e início dos 80, com o serviço já cumprido, entregaram um país em crise, mais desigual, mais violento, com milhões de pessoas na miséria, sem trabalho nem direitos mínimos. A Venezuela é uma país soberano e democrático. Se lá tem uma direita mais louca, golpista e reacionária que aqui, tem também uma sociedade civil forte e organizada que resiste à investida desses anti pátria que sempre defenderam interesses próprios contra os povos latinoamericanos.

    • Caríssimo Historiador,

      Meus respeitos e obrigado pelo seu comentário. Mas discordo. Os contextos são de fato da época da Guerra Fria, mas as razões são completamente diferentes. Apesar disso, os erros foram comedidos de lado a lado. Ditaduras lá e aqui, e em toda a América Latina. Mas gosto muito dos seus protestos da Disneylândia (para rimar com esquerdolândia). Quanto à Venezuela (felizmente foi posta no mapa mundial nos últimos anos) o Brasil praticamente nada poderá fazer. Não temos armas para enfrentar as armas americanas. Sim, por que de exército para exército quem vence as guerras no final é o povo em luta. E sempre evitamos qualquer enfrentamento em tempos como este, e de Getúlio e de Jango, por falta de armas que fazem frente às armas americanas. Se no Brasil houvesse uma arena de luta apenas contra a nossa direitinha, ela seria fragorosamente derrotada como foi em 32 que, aliás, nem luta teve, algumas escaramuças e só. Mas a direita sempre soube disso e deita e rola na desestabilização, principalmente quando conta com o apoio e o patrocínio dos intere$$es internos e externos. Era para a Dilma está se deslanchando ao invés de se desmanchando. Cometeram dois erros, um estratégico e outro político. O estratégico foi não ter voltado com Lula, que ganharia fácil no 1º. turno e a configuração política hoje no Brasil seria outra. A Dilma definitivamente não é uma grande política, mas, mas, contudo, porém, todavia etc, se ela chegar ao fim e ao cabo de seu governo, merecerá de todos nós os méritos de ter salvo a nossa eterna incipiente democracia e a nossa falsa República. Ela não é uma aventureira – já sofreu e aprendeu muito com aventuras e sabe quem são e como são os aventureiros. Quanto ao político foi ter metido a cunha (ops!) num esquema montado há mais de 500 anos pela direita, com a direita e para a direita, isto é, a conformação do Estado Brasileiro (e aqui eu faço uso de uma expressão utilizada pelo Sr.: e sem possuir o “poder ancestral”) e se aproveitou-se dele. Ora, este esquema a direita está careca de saber como funciona (e não vai ser desmontado, não, principalmete se voltarem ao poder, farão certamente reinquadrar a PF/MP/STF). Portanto, com seus agentes instalados no aparelho do estado é só marcar o dia e a hora para contra-atacar. Este republicanismo palatável nunca existiu em lugar nenhum do mundo, e o Sr. sabe disso melhor do que eu, basta reler o que próprio escreve. Mas este ‘papo’ rende muito pano pra manga. Um grande abraço, e muito obrigado mais um vez.

      • Meu caro, o cenario que

        Meu caro, o cenario que visualizo é outro, a OEA pedir ao Brasil para ser Força de Paz na Venezuela se lá houver guerra civil, jamais enfrentar “armas americanas”, os EUA não tem mais capital politico para intervir na America Latina diretamente e nem teria sentido. O contexto é de ajudar a Venezuela, os americanos não vão se meter lá nesta conjuntura, se tivessem essa intenção bastaria um unico gesto: não comprar mais petroleo da Venezuela, a venda para os EUA é a UNICA FONTE de moeda estrangeira que a Venezuela tem e o seu tipo de oleo não tem mercado na Europa ou Japao, só se refina nos EUA ou China, mas a China já comprou e pagou 500 mil barris/dia para os proximos dez ano, não vai comprar mais, já estão reclamando que a Venezuela está atrasando as remessas.

        Com toda a retorica anti-americana, Chavez entregou à Chevron a maior reserva de petroleo do mundo, com 290 bilhões de barris comprovado na Franja do Orinoco. Não tem nada mais imperialista no mundo do que a Chevron, a antiga Standard Oil Company of California, que comrpou a Texaco e foi a descobridora do petroleo da Arabia Saudita, que ainda administra com um contrato de prestação de serviço.

        Pode ser que Maduro se aguente por um tempo mas a situação lá está terrivel, seu apoio cai dia a dia mesmo entre os pobres, o que o sustenta são as milicias com treinamento cubano e o Exercito está dividido, a cupula foi comprada com cargos e negocios na PDVSA mas a média oficialidade está inquieta, o outrora poderoso Comandante do Exercito, General Baduel, está preso, se vc acha que há crise politica no Brasil, aqui é refresco perto da Venezuela.

        • e se houver guerra civil aqui?

          Mas e se a tentativa maluco de eliminar Lula da política nacional provoque uma guerra civil no Brasil? Quem o governo dos EUA irá apoiar? Acho que ninguém imagina que os 30%, 40% que amam Lula no Brasil irão aceitar passivos ele ser atacado e morto politicamente.  São tempos históricos esses que vivemos. 

  3. Mas onde está a líder? Eu

    Mas onde está a líder? Eu votei e apoio o governo do PT, mas irei ao shopping e não a uma manifestação caso Dilma seja cassada. Se eu pevar um spray de pimenta na cara é capaz dela baixar uma nota elogiando o trabalho da polícia. Briga é briga, se quer ficar nessa omissão que assuma esse ônus, só sigo líderes fortes não anões políticos.

  4. Indignidade

    Há que se notar que a Agência Nacional (digamos assim a mídia oficial governista) fez o registro da visitação com locução característica da época e musiquinha ufanista de fundo. Hoje não existe mais nenhum serviço de informação ao público sobre o que acontece no Governo. As informações (melhor dizendo desinformações) são transmitidas apenas pela mídia comercial oposicionista e golpista (desde sempre)

    A visitação oficial, com todas as pompas protocolares, não garantiu nenhum futuro apoio ao governante visitante, deposto logo depois com apoio dos empresário americanos e entreguistas nacionais com ajuda do governo americano.

    Sou totalmente contra este beija mãos (para não dizer beija pés) totalmente desnecessário no momento atual. Nossa política externa, desde que Amorim deixou o Ministério, está indo ladeira abaixo. Será que gerentona não está mesmo dando ouvidos aos seus pares? Ou será que os Ministros escohidos são tão chinfrins que não ajudam em nada?

  5. O dêdo Americano

    Direto ou não, o dêdo Americano pode vir (até com ajudinha da NSA – se assim “eles” quiserem) para decidir essa parada, em desfavor do PT. Se há intenção Americana de se envolver, a janela é essa. Tudo vai depender das provas de ilícitos. E para acusar e condenar Petista, não precisa nem de enriquecimento ilícito, qualquer compra de tapioca condena a dez anos de cadeia. Outros 98% dos outros condenados, são por terem enriquecidos terceiros.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome