Atividade econômica tem retração de 4,3% no primeiro semestre

Jornal GGN – De acordo com o Serasa Experian, a atividade econômica encerrou o primeiro semestre com retração de 4,3%. Foi o pior resultado para um primeiro semestre de toda a séria histórica do indicador, iniciada em 1991.

Feitos os ajustes sazonais, o recuo no mês de junho foi de 0,1% na comparação com maio. Na comparação com junho do ano passado, a queda foi de 3,2%.

Para os economistas da Serasa Experian, a continuidade do quadro recessivo da economia brasileira está ligada à inflação alta, combinada com desemprego crescente, níveis deprimidos de confiança de consumidores e investidores, e condições restritivas do crédito.

Pelo lado da oferta agregada, todos os seus componentes caíram no primeiro semestre de 2016 em comparação com o primeiro semestre do ano passado: a atividade agropecuária recuou 1,3%; a indústria 4,8% e o setor de serviços 3,2%.

Do ponto de vista da demanda agregada, houve retrações de 5,9% no consumo das famílias, de 2,3% no consumo do governo e de 13,1% nos investimentos. Só o setor externo contribuiu positivamente para a atividade econômica: as exportações avançaram 7,6% e as importações recuaram 16,1% ao longo do primeiro semestre de 2016.

A série histórica deste indicador está disponível no site do estudo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A história vai julgar Bolsonaro, diz Mandetta em entrevista à BBC inglesa

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome