Micro e pequenos industriais estão confiantes com a retomada das atividades

Jornal GGN – De acordo com pesquisa encomendada pelo Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo (SIMPI), o otimismo dos empresários para a retomada das atividades está começando a se tornar realidade. Em junho, 36% deles esperavam uma melhora nos negócios. Em julho, 35% avaliaram a situação como ótima ou boa. Outros 24% disseram que o faturamento foi ótimo ou bom.

O resultado representa uma melhora na comparação com junho, quando 29% dos executivos disseram que a situação na empresa ia bem e 18% estavam satisfeitos com o faturamento. Mesmo assim, questões como a falta de capital de giro, escassez de crédito e calotes ainda persistem e impedem a retomada do crescimento no setor.

50% dos empresários ouvidos pelo SIMPI esperam melhora para este mês. Em junho, eram 36%. Outros 36% esperam melhora na situação econômica do Estado de São Paulo. No mês anterior eram 29%.

Os executivos esperam uma melhora nos índices de desemprego. Em junho, apenas 15% tinham expectativa de diminuição nas demissões. Em julho já foram 24%. Em agosto, 9% dos dirigentes dizem que provavelmente terão que demitir algum funcionário.

Houve melhora, mas mesmo assim 23% dos empresários admitiram que cortaram vagas em junho. O risco de encerramento das atividades ainda é real, mas também diminuiu. 65% dos executivos disseram que podem fechar as portas em até seis meses. Na pesquisa anterior eram 75%.

“Apesar da oscilação positiva em alguns resultados, é importante salientar que o cenário ainda é preocupante. O endividamento das MPIs continua crescente. Os calotes atingem 47% das empresas. Outros 71% afirmam que os impostos dificultam muito o desempenho de sua empresa, além da falta de capital de giro, que é insuficiente ou ilimitado para 62% dos dirigentes. Na tentativa de conseguir capital de giro, 19% das MPIs utilizaram o cheque especial, 6% tomaram empréstimo pessoal no banco e 12% conseguiram crédito para pessoa jurídica”, disse o SIMPI em nota.

Leia também:  Janela de oportunidade para quem? Observações sobre a aproximação bilateral Brasil EUA, por Filipe Mendonça

A pesquisa do SIMPI ainda traz um recorte político. 46% dos micro e pequenos industriais acreditam que o presidente interino, Michel Temer, fará um governo ótimo ou bom daqui para frente, outros 36% acreditam que será regular, para 10% ruim ou péssimo, e 8% não souberam ou não quiseram opinar sobre o tema. 73% acreditam que ele se sairá melhor do que a presidente eleita, Dilma Rousseff.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. Não sabem de nada, o pior
    Não sabem de nada, o pior ainda está por vir.
    Nunca digam que as coisas não podem ficar piores do que estão. Sempre há mais um degrau para se descer na ladeira, no mínimo.

  2. Para acreditar nesta notícia

    Para acreditar nesta notícia É PRECISO TER MUITA FÉ…

    Isso deve ser coisa do positivismo do interino….

    O PIG SABOTOU TODO 2 GOVERNO DA DILMA…

    Uma coisa é espalhar negatividade, outra MUITO DIFERENTE É PASSAR OTIMISMO…

    O Otimismo existe numa vibração MAIOR QUE O NEGATIVISMO, por isso ele PRECISA DE CONTRAPARTIDA REAL PARA SE TORNAR EFETIVO…. 

  3. realidade

    agora basta a midia deixar o terrorismo que fizeram contra o governo dilma, e tudo volta ao paraiso. tem nome: GOLPE

  4. Tadinhos, sabem de nada.

    Tadinhos, sabem de nada. Espera só ver o michelzinho enfiar goela abaixo a tal “Ponte para o Futuro”. Se bem que a Globo fez uma lavagem cerebral tão bem feita que todos vão ter certeza que a coisa está melhorando. Estarão sendo destruídos, mas convencidos de que isso é o melhor pra eles e pro país. O que a burrice não faz?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome