Queda na indústria de materiais de construção

Jornal GGN – De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) o mercado teve uma queda de 16,4% em fevereiro de 2015 na comparação com o mesmo período de 2014. Comparado com janeiro de 2015 a queda foi de 6,4%.

De acordo com Walter Cover, presidente da entidade, o resultado negativo de fevereiro foi “muito influenciado pelo menor número de dias úteis quando comparado com fevereiro de 2014”. Mesmo assim, ele considerou o desempenho no primeiro bimestre “muito aquém do esperado”.

A expectativa do setor ainda é crescer 1% em 2015, mas isso está condicionado à manutenção dos atuais incentivos do governo (como a desoneração da folha), que podem ser alterados.

Também depende da expansão dos investimentos via concessões, do programa Minha Casa, Minha Vida, da melhora do nível de atividade das construtoras, da manutenção dos programas de emprego e renda e do câmbio, que desvalorizado dificulta a importação de materiais.

A previsão para 2015, portanto, ainda vai ser reavaliada.

De acordo com a ABRAMAT, os empregos na indústria tiveram um crescimento de 0,3% na comparação com o mês passado. Mas na comparação com fevereiro de 2014, a queda foi de 10,2%.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  TV GGN 20h: O Xadrez das chagas do sistema judicial com o caso André do Rap

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome