Nova presidente do BNDES assessorou área de privatizações do banco

mariasilvia_bndes.jpg

Da Rede Brasil Atual

 
Economista Maria Silvia Bastos Marques é indicada para comando do banco. Temer tenta minimizar críticas por exclusão de mulheres, mas reforça temores de uma ofensiva em termos de privatizações

A economista Maria Silvia Bastos Marques foi indicada pelo presidente interino Michel Temer para presidir o BNDES. A escolha procura aplacar as críticas ao governo recém-empossado, após o afastamento da presidenta Dilma Rousseff, na última quinta-feira (12). Pegou mal no Brasil e até no mundo a exclusão de negros e mulheres do ministério.

Mas se a nomeação de Maria Silvia procura remediar o problema de gênero, não diminui as suspeitas de que esteja por vir uma ofensiva em termos de privatizações. A economista já atuou, nos anos 1990, como assessora especial para assuntos de desestatização do BNDES, da área financeira e internacional do banco. Na era das privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso (1994-2002), a instituição teve como diretora de desestatização outra mulher, Elena Landau.

A economista presidiu a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) entre 1999 e 2002. A empresa de origem estatal foi uma das primeiras a ir a leilão, ainda no governo Itamar Franco (1993). Itamar não era um entusiasta do programa criado por seu antecessor, Fernando Collor de Mello. Mas seu sucessor, FHC, retomou e acelerou o processo. Sob a gestão tucana, o BNDES atuou fortemente em privatizações como as do Sistema Telebras, Embraer, Vale, companhias energéticas, bancos estaduais.

Leia também:  A minha gente hoje anda falando de lado e olhando pro chão, por Fernando Nogueira da Costa

O programa arrecadou US$ 78,6 bilhões nos leilões, mas não impediu o avanço da dívida pública de R$ 60 bilhões em junho de 1994 para R$ 245 bilhões no final do primeiro mandato de FHC, em 1998.

O ministro do Planejamento, Romero Jucá, disse que Maria Silvia tem experiência. “É um convite para colocar alguém competente, experiente, que tem toda condição de fazer um grande trabalho no BNDES. Então, o presidente Michel entendeu de convidá-la. E eu considero uma ótima escolha.”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

6 comentários

  1. Pois é, li uma estimativa de

    Pois é, li uma estimativa de que o “governo” golpista pretende arrecadar mais de 100 bilhões com uma nova onda de privataria. Tá, e daí, vão fazer o que com o dinheiro amealhado, já contaram para alguém? O que, afinal, a patota do fhc fez com aqueles bilhões arrecadados com a privataria deles, alguém sabe? É absolutamente inacreditável que exista gente honesta e com um mínimo de inteligência apoiando o “governo” golpista.

  2. Um colega que trabalhou na CSN

    Um colega que trabalhou na CSN na época desta figura como presidente, falou que esta doida reuniu engenheiros e simplesmente falou que ela não gostava de ser rebatida, contestada ou questionada. Ou seja, é uma imbecil e pau mandado vale checar conta.

  3. Engraçado….. a algum tempo

    Engraçado….. a algum tempo (acho que uns 10 anos) ela era comemorada pela Exame, com direito a foto na capa, sobre a sua capacidade e por ser a primeira mulher no comando que uma CSN. Depois de um tempo ela foi retirada (para não usar um termo mais pesado) da direção da empresa por má gestão…… e agora volta no governo Temer sendo ovacionada como uma mulher (a única) num grande cargo do governo e muito competente!!

    Será que estou errado ou ela “cresceu” muito profissionalmente?

    • marketing

      Essa é outra como o Meireles, Serra etc só marketing.

      Se a Exame elogiou já da para desconfiar.

      Me lembro de um cara que foi capa da Exame e vendido como um fabuloso empreendedor!!!!

      Faliu, deu um golpe no mercado de milhoes e se mandou para Miami!!

      Ele trabalhava na na area de cartões alimentação, coisa assim!

  4. privatizar com dinheiro publico, que beleza!

    O modelo vai ser o usado anteriormente:

    Privatizar com dinheiro publico a juros e prazos bem camaradas. 

    Vão aparecer novos capitalistas ( sem por dinheiro proprio)  arrontando competencia e meritocracia.

    Que beleza!

  5. E ……………….

    Brasil – o retorno da bandidagem dque privatiza, e manda o dinheiro para os paraisos fiscais!!!

    Bando de ladrões e sugadores da Nação !!!!!!!!!!!!!!!

    Cadê os coxinhas seus coadjuvantes, ou seria parceiros da ladroagem !!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome