Start Up Brasil: empreendedores têm até o dia 31/05 para enviar projetos

O governo publicou nesta segunda-feira, 15/04, o edital para a seleção das empresas iniciantes que serão apoiadas com recursos públicos, além de financiamentos privados a serem feitos por aceleradoras de negócios oriundos do programa Start Up Brasil, coordenado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Também foi publicada a chamada de propostas para empresas estrangeiras interessadas – serão R$ 14 milhões para apoiar as nacionais e R$ 2 milhões para as de fora do país.

As propostas, tanto brasileiras como internacionais, devem ser encaminhadas até 31/5. A diferença é o caminho. As primeiras devem ser apresentadas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq. As startups estrangeiras devem mandar as propostas à Agência de Promoção de Exportações e Investimentos – Apex. Edital e chamada podem ser conferidos na página do programa

Os primeiros resultados devem ser divulgados a partir de 25/6, e a liberação dos recursos está prevista para começar em 15/7. Haverá uma segunda rodada, com inscrições até 19/11, divulgação de resultados em 16/12 e início do apoio em 6/1/2014. No caso das startups estrangeiras, as datas de submissão das propostas são as mesmas, com pequenas diferenças no início da liberação dos recursos. 

Em essência, serão incentivadas empresas emergentes de software, de serviços de tecnologias da inovação ou empresas que se proponham a usar software ou serviços de TI como elementos de seu esforço de inovação. O primeiro critério é de que as empresas devem ter, no máximo, três anos de constituição. 

Além disso, há diversos pontos que serão observados na escolha das 100 primeiras. O mais importante deles é a qualidade do modelo de negócio, o que envolve a escalabilidade da proposta, canais de comercialização, relevância e a própria diferenciação. 

Também serão avaliados o grau de inovação, consistência técnica, a fase de evolução da solução; o currículo dos envolvidos e ainda a motivação de empreender, o potencial de impacto do projeto e o alinhamento com os ecossistemas digitais previstos no plano TI Maior. 

No todo o programa deverá envolver cerca de R$ 50 milhões. Boa parte, algo como R$ 36 milhões, vai ser aportado pelas aceleradoras – foram nove selecionadas – Aceleratech, Microsoft, Papaya, Pipa, Wayra, 21212, Fumsoft, Outsource e Start You Up – sendo parte em serviços e parte, R$ 20,5 milhões, em capital. O apoio com recursos públicos, via CNPq e Apex, está previsto em R$ 16 milhões – sendo R$ 8 milhões em 2013 e outros R$ 8 milhões em 2014. 

De acordo com o edital publicado pelo CNPq, uma parcela mínima de 30% dos recursos disponíveis será, necessariamente, destinada a projetos coordenados por proponentes vinculados a instituições sediadas nas regiões Norte, Nordeste ou Centro-Oeste. 

Veja os critérios de seleção, por ordem decrescente de peso (4, 3, 2 e 1) conforme o edital:

Modelo de negócios

Escalabilidade: capacidade da solução ser repetível e escalável

Clareza da proposta de valor do produto/serviço, bem como seus segmentos de clientes-alvo

Clareza dos canais de comercialização e distribuição do produto ou serviço

Tamanho, relevância, atratividade comercial e barreiras de entrada (incluídas as regulatórias, concorrência, etc) do mercado-alvo

Fatores competitivos de diferenciação frente a outras soluções

Solução

Grau de inovação

Consistência técnica da solução

Fase de evolução do produto/serviço

Efetividade/eficácia na resolução do problema proposto

Equipe

Currículo acadêmico e profissional dos empreendedores

Complementariedade de competências na composição do time

Dedicação de tempo comprometida pelos empreendedores para a startup

Conhecimento/experiência em gestão de negócios

Conhecimento/experiência em tecnologia e aspectos tecnológicos da solução

Conhecimento/experiência no mercado ou segmento de atuação

Alinhamento ao Start-up Brasil

Motivação em empreender Potencial de impacto econômico, social e ambiental

Alinhamento com os ecossistemas digitais do programa TI Maior

Ver original

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome