Brizola faz falta até em eleições fraudadas nos EUA, por Rogério Maestri

Por Rogério Maestri

Brizola faz falta até em eleições fraudadas nos USA (vide Proconsult-Globo)

Bernie Sanders nas últimas primárias nos vários estados no norte dos Estados Unidos estava nas últimas semanas antes de cada primária, saindo atrás de Hillary Clinton e conseguindo vitórias memoráveis.

Nas primárias de New York definia-se a indicação dos democratas, e como o que ocorria nas últimas, Bernie começava a crescer nas sondagens de opinião. Num determinado momento, mais ou menos quatro a três semanas antes das primárias, espantosamente os números de Clinton pararam de cair e Clinton teve até uma pequena recuperação.

Confiante na afluência dos seus comícios que se tornaram recordes de presença em cada região de New York e no entusiasmo de seus eleitores, Bernie Sanders e seu staff não ligaram nem um pouco para aquelas sondagens que nos USA não são fiscalizadas por ninguém e tocou para o dia da eleição.

No dia de eleição ocorreram fatos que poderíamos pensar que só ocorrem no Brasil e outras repúblicas de bananas, desapareceram eleitores cadastrados para votar nas primárias fechadas de New York (o eleitor tem que anteriormente se declarar democrata para participar das primárias), e não foi pouco, somente no Brooklyn, bairro em que nasceu Bernie, foram 37.240 eleitores nas listas de votação e em toda a cidade 121.056.

Segundo os organizadores da eleição, no caso o Board of Elections , houve “alguns problemas nos cartões dos eleitores” e por isto alguns milhares de eleitores desapareceram ou foram mudados de partido sem receber nenhuma comunicação, algumas assinaturas falsas foram identificadas no dia das eleições.

 Rapidamente alguns eleitores mais animados foram até a justiça comum e conseguiram votar em células de papel para ser recontado os votos posteriormente. Mas os menos motivados foram para casa sem poder votar. O resultado foi um baixo número de comparecimento e a candidata Hillary Clinton venceu não oficialmente por 1.057.693 votos contra 766.432 de Bernie Sanders, sem contar com os votos em células que ainda não foram contados.

O chefe do conselho eleitoral da cidade de New York pediu oficialmente desculpas pelo pequeno erro de perder mais de 121.056 dos eleitores na cidade, dos que reclamaram e votaram em papel, os que não reclamaram e foram para casa não foram contados.

Com todo este imbróglio os grandes jornais norte-americanos procuraram com gráficos bonitos provar que não houve grande variação na afluência dos Nova-iorquinos nas primárias, tendo a cara de pau de dizer que 120.000 pessoas não fizeram falta nas primárias, pois o índice de abstenção é geralmente alto. Diga-se de passagem, que estes jornais apoiavam explicitamente Hillary Clinton.

Agora se vê que o golpe do Proconsult no Rio de Janeiro nas eleições de 1982, que guarda uma enorme semelhança com o caso destas eleições nos USA, vingou naquele país pois não havia um Leonel de Moura Brizola, que tinha além de carisma e voto, capacidade de detectar fraudes só com poucos indícios.

Resultado final: A campanha do Bernie Sanders perdeu velocidade e animação, e a candidata do establishment ganhou folego que lhe estava faltando.

Pois é não são só os esquerdistas brasileiros que são troxas e que no terceiro mundo que se fraudam eleições. Na grande pátria norte-americana, como diria o Barão de Itararé, “Há qualquer coisa no ar, além dos aviões de carreira.”

29 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

rdmaestri

- 2016-05-02 14:25:24

A piada dos três bêbados.

O primeiro olhou um monte de material estranho no chão e retirou um pedaço e cheirou e disse: Tem cheiro de m....

O segundo retirou um segundo pedaço e provou: Tem gosto de m....

O terceiro supreso pediu para os demais: Afastem-se, pois quase pisamos nela.

O nosso sistema é completamente errado , mas não preisamos cheirá-lo nem prová-lo para saber o que ele é, já os norte-americanos estão entrando na terceira etapa.

pinheiro

- 2016-05-02 02:24:53

bem, se voce afirma isso, que

bem, se voce afirma isso, que a democracia americana é a melhor que existe, quem sou eu para te contradizer. Ma opiniao por opiniao, a sua vale tanto quanto a minha, e por assim ser, para mim, na minha opiniao, o sistema democratico cubano, me parece mais igualitario, proprorcionando resultados mais eficientes. Nao esta em questao analises subjetivas sobre o sistema, e sim sobre o processo.

 

http://www.cefetsp.br/edu/eso/culturainformacao/eleicoescuba.html

 

 

att

pinheiro

altamiro souza

- 2016-05-02 01:06:58

os caras são enganados pelos

os caras são enganados pelos farsantes e ainda mandam construir uma estátua para glorificá-los...

assim evolui a humanidade...

Murio Cico

- 2016-05-01 20:08:21

corrigindo: a fraude se seu

corrigindo: a fraude se seu na primeira eleição do Bush Jr, em 2000, contra o verde-frouxo-marinasilvista Al Gore

Murio Cico

- 2016-05-01 20:04:51

só faltou mencionar que foi

só faltou mencionar que foi no governo Jimmy Carter, a quem alias Brizola admirava.  

 

 

Os posts do AA são como o JN: Revelam mais sobre o que não diz do que sobre o que diz.

 

 

Andre Araujo

- 2016-05-01 19:27:20

Obama é considerado de

Obama é considerado de esquerda por qualquer americano, até pelos Democratas, o Departamento de Justiça só tem ATIVISTAS de esquerda radical como Loretta Lynch e Leslie Caldwell, o seguro saude de Obama é considerado o programa mais socialista da historia americana.

Andre Araujo

- 2016-05-01 19:16:58

Al Goe NÃO reclamou.

Al Goe NÃO reclamou. Geralmente eles preferem encerrar pendencias para tornar o Pais governavel, foi assim na deposição de Nixon, pedou-se o ex-Presidente para encerrar o caso Watergate, aqui preferimos arrastar a sangria pelo resto da vida.

 

Andre Araujo

- 2016-05-01 19:14:19

http://www.ihu.unisinos.br/no

http://www.ihu.unisinos.br/noticias/noticias-anteriores/35593-um-gaucho-em-ny-como-a-cia-salvou-a-pele-de-brizola

 

Quando BRIZOLA estava em perigo de vida no Uruguai, em 1977, pediu asilo nos Estados Unidos e foi retirado do Uruguai pela CIA, os EUA lhe concedeu asilo imediatamente e Brizola lá ficou em segurnaça por bom tempo. É essa DEMOCRACIA que Brizola deveria consertar? Cada papo.

Andre Araujo

- 2016-05-01 18:49:59

Sim , não pode reelerger

Sim , não pode reelerger quatro vezes e qual o problema que isso pretende demonstrar?

Andre Araujo

- 2016-05-01 18:47:53

A democracia americana é

A democracia americana é cheia de FALHAS enormes MAS é o melhor sistema entre todos os demais que podem ser muito piores. Como gente que defendeu o regime sovietico e hoje defende o regime cubano pode se atrever a falar mal da democracia americana?

Em qual democracia um sujeito sem herança politica, negro, de origem fora do "mainstream" social, como Obama poderia ser eleito Presidente? Não basta essa prova do que é a DEMOCRACIA AMERICANA ? Elegeu um negro sem antecedentes eleitoriais para Presidente do Pais?  Quer mais que isto?

Andre Araujo

- 2016-05-01 18:42:41

Boa é a nossa, nosso sistema

Boa é a nossa, nosso sistema partidario e eleitoral é perfeito.

rdmaestri

- 2016-05-01 17:32:34

As leis Americanas são imutáveis?

Pois bem, como colocaste a figura de Rooselvet em questão, lembro que em 1946 o cogresso norte-americano mudou a constituição para que uma pessoa como Rooselvelt, se fosse eleita, não pudesse ser reeleito pelo voto popular quantas vezes quisesse, lembro que Rooselvet se elegeu QUATRO VEZES como presidente norte-americano, e depois que ele morreu, o sistema modificou a lei prevendo uma só reeleição.

rdmaestri

- 2016-05-01 17:25:58

São trouxas porque não enxergam o grau de sacanagem que a

Deixe de ser ignorante, porque isto não é autodepreciação, simplesmente são trouxas porque:

Não enxergam o grau de sacanagem que a DIREITA consegue atingir;

É preciso um grau de clarividência muito grande (como Brizola tinha) para se antecipar a toda a sujeira e toda a conspiração que a Direita consegue elucubrar;

Acreditam que votando o seu voto será respeitado;

Não acreditam que seus representantes eleitos podem ser comprados e subornados;

Acreditam que há um poder judiciário que serviria para garantir que a lei fosse respeitada;

Pensam que participando em todos os processos democráticos previstos nas leis estes vão ser respeitados;

Acham que um governo eleito pela maioria do povo deveria ser respeitado e permitido que trabalhasse.

Enfim , são trouxas porque são cidadãos que acreditam no parágrafo único do artigo primeiro de nossa constituição que diz:

Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição...Enfim, eu prefiro ser trouxa acreditando que um dia haverá justiça e que todos estes princípios podem ser respeitados do que ser vivo e ter a sua prosperidade baseada no golpe, na mentira e quebra de todas as leis.

rdmaestri

- 2016-05-01 16:17:10

André, é um sistema elaborado e evoluindo ...

André, é um sistema elaborado e evoluindo continuamente para deixar a maior parte da população de fora do processo.

Dizer que o processo eleitoral norte-americano funciona assim há mais de duzentos anos, é uma meia verdade, o esquema de financiamento, como os famosos Super-PAC é algo recente.

As cabines eletrônicas que são utilizadas nas primárias e quando o eleitor chega para votar simplesmente seu nome não aparece, também é algo recente.

A sofisticação dos Lobbies que conduzem a política norte-americana também se aperfeçoa dia a dia.

Realmente é um sistema antiquado com 200 anos que como na época dos "pais da pátria" norte-americanos não existia TV ou rádio não há nenhuma lei específica que permita quem não tem dinheiro acesssar estes meios de comunicação, ou seja, o uso da TV, feito intensamente depois de Kennedy versus Nixon, não tem a mínima regulação na legislação eleitoral norte-americana, quem tem dinheiro coloca suas campanhas na TV e quem não tem que se rale.

Não esqueça também que apesar de todo este conservadorismo as forças populares norte-americanas conseguiram algumas vitórias sobre as legislações estaduais que regiam as votações, por exemplo, durante a luta pelos direitos civis que

Martin Luther King Jr. (posteriormente assassinado em 4 de abril de 1968)

permitiu o voto aos negros norte-americanos que eram vedados a isto por legislações infra-constitucionais, esta votação permitiu que elementos como 

Robert Francis Kennedy (posteriormente assassinado em 6 de junho de 1968)

tivesse um grande apoio desta população, ou mesmo que surgissem políticos negros com

Malcon X (posteriormente assassinado em 21 de fevereiro de 1965)

que tentavam ampliar aos direitos dos cidadãos.

Infelizmente se não houvesse os posteriormente assassinados realmente os USA estariam mais evolídos politicamente. 

Frederico Firmo

- 2016-05-01 15:15:36

Curiosa esta autodepreciação continua.

O articulista via bem , mas no final chama os esquerdistas de "troxas". Isto é quase uma elegia à fraude. 

Vera L.

- 2016-05-01 14:39:07

New Deal

Por que havia uma enorme pressão social vinda do desemprego altíssimo, inflação e descontrole do setor financeiro. Roosevelt tinha o discurso correto, a receita certa. Implementar o New Deal foi difícil. Roosevelt apelou para a compra de apoio no Congresso - com dinheiro mesmo. Impediu que pessoas perdessem sua única propriedade, sua casa, sua terra, implementou um bolsa-família e regulou o mercado financeiro da época. Ah, ainda fez do Estado um grande empregador.  Tirou o país da maior recessão que já se viu nos EUA.

 

Obama, lamentavelmente, é herdeiro de Wall Street. De maneira nenhuma Obama é um progessista.

 

Jorge L. Pinto

- 2016-05-01 14:31:09

Ora, A.A... Você vinha tão

Ora, A.A... Você vinha tão bem ultimamente...

Os tempos mudaram, e muuuito. E é exatamente para não se repetir o que aconteceu há 80 anos que eles se previnem...

A primeira eleição do WcBush foi uma esculhambação!

Depois da farsa do WTC (implosão do WC7 no mesmo dia???) o mundo mudou.

Sugiro assistir ao filme "Ele está de volta", tem no netflix...

Michel Moreno

- 2016-05-01 14:30:02

ilusões e algumas concessões

ilusões e algumas concessões fazem parte do jogo...se Obama fosse realmente o que parece jamais permitiria atrocidades como as de Guantánamo...

Antonio C Pinheiro

- 2016-05-01 14:25:59

Obama está tão à esquerda
Obama está tão à esquerda quanto Frank Underwood e seu American Works

Michel Moreno

- 2016-05-01 14:21:12

estude a recente história dos

estude a recente história dos EUA e verá que lá a democracia é uma farsa...

Lucinei

- 2016-05-01 13:43:54

hail, caesar!

hail, caesar!

Silas Mó Lá Craia

- 2016-05-01 13:17:37

Aproveitando a ironia sugiro
Aproveitando a ironia sugiro a leitura do "Stupid White Man", ajuda a entender.

Silas Mó Lá Craia

- 2016-05-01 13:14:52

Ainda jocosamente, sugiro a
Ainda jocosamente, sugiro a leitura do "

Andre Araujo

- 2016-05-01 13:06:58

Mas então como elegeram

Mas então como elegeram Roosevelt, considerado comunista, como Obama foi eleito, sendo muito mais à esquerda do que

qualquer outro Presidente do pós guerra?

Frederico69

- 2016-05-01 12:44:46

eu me adianto Rogério,

e digo que o bush filho só se reelegeu por falta de um brizola, para escancarar a farsa da recontagem!

Henrique Finco

- 2016-05-01 12:24:23

Golpe

Já na vitória do bush jr. houve fraude e golpe explícito. E estes caras vem falar em democracia....

Andre Araujo

- 2016-05-01 12:18:21

Nada a ver. É outra cultura

Nada a ver. É outra cultura politica, não há regras escritas, é tudo pela tradição e costume, quem decide o candidato é a convenção e não as primarias, que são apenas indicativas. Funciona assim há mais deuzentos anos, não serão os

brasileiros com nosso pessimo sistema politico que vamo dar lições lá, é muita pretensão.

Allan Patrick

- 2016-05-01 12:08:38

Não é novidade

Quem quiser saber sobre os podres das eleições e das primárias nos EUA deve procurar o livro A melhor democracia que o dinheiro pode comprar, de Greg Palast.

laura salles

- 2016-05-01 12:05:57

Democracia nos EUA são uma farsa

Não acho mesmo que os EUA sejam uma democracia. Eles posam de democratas, mas não há a menor condição que um candidato que não seja da direita ser eleito nos EUA. É uma encenação.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador