Deputado espanhol denuncia assassinato de Marielle no Parlamento Europeu


Foto: EFE
 
Jornal GGN – “Uma ativista assassinada em um clima de violência política pré-eleitoral no Brasil”, assim descreveu o deputado e um dos fundadores do Podemos, espanhol Miguel Urbán Crespo, que usou a tribuna do Parlamento Europeu, nesta quinta-feira (15), para denunciar o assassinato da vereadora brasileira Marielle Franco, do PSOL, morta a tiros sob a suspeita de execução por “criminosos” ou pela própria polícia.
 
“Presidenta, esta noite, assassinaram a vereadora do PSOL, Marielle Franco, no Rio de Janeiro. Assassinaram uma ativista, feminista, defensora dos direitos humanos, anti-capitalista”, lamentou Miguel Urbán, diante de dezenas de parlamentares de toda a Europa, em reunião do Parlamento Europeu em Estrasburgo, no leste da França.
 
Apesar de boa parte das manifestações dos políticos nos encontros de Estrasburgo serem feitas no idioma inglês, o parlamentar espanhol usou seu idioma nacional hispano-americano, sendo compreendido também pelos brasileiros pela similaridade. 
 
“Desde aqui, nossa solidariedade a seus companheiros e suas companheiras e, sobretudo, nossa condenação firme desde o Parlamento Europeu a este clima de violência no Brasil”, concluiu o político ativista espanhol.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Assassinato não é questão de perspectiva, por Mariana Nassif

3 comentários

  1. De um juiz federal grevista

    De um juiz federal grevista para outro hoje durante o convescote grevista regado a Moet Chandon. “Vereadora comunista filha-da-puta. O mundo inteiro está dando atenção para o assassinato dela e ninguém veio nos aplaudir por defender nossos interesses.”

  2. Quem trabalha e precisa viver

    Quem trabalha e precisa viver de turismo tá PHu.

    Quem vai querer visitar essa terra sem lei e sem comando ?

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome