Irã retalia sanção com ameaça de bloquear Golfo Pérsico

Opera Mundi

Irã ameaça fechar entrada do Golfo Pérsico se petróleo for sancionado

Estreito de Ormuz é rota de transporte da maior parte do petróleo consumido no mundo

27/12/2011 – 20h23 | Efe | Teerã 

O vice-presidente do Irã, Mohammad Reza Rahimi, afirmou nesta terça-feira (27/12) que se as exportações de petróleo do país forem novamente sancionadas, o governo liderado por Mahmoud Ahmadinejad não vai permitir que navios petroleiros cruzem o estreito de Ormuz.

A advertência foi feita por Reza Rahimi em entrevista divulgada pela agência de notícias estatal “Irna”. “Se sancionarem o petróleo do Irã, não passará nem uma gota de petróleo através do estreito de Ormuz. Não temos nenhum interesse em ser hostis, nosso lema é amizade e irmandade”, disse o vice-presidente.

No dia 25 de dezembro, um membro do parlamento iraniano, Godratolah Hoseinipur, afirmou que se o Irã se sentir ameaçado por seus inimigos, não permitirá a passagem de petróleo pelo estreito.

A marinha iraniana começou no último sábado uma série de exercícios que se prolongarão até 3 de janeiro nas águas do sul do país, entre o estreito de Ormuz e o oceano Índico.

O parlamentar e deputado membro da Comissão de Segurança Nacional e Política Externa do Parlamento, Parviz Soruri, declarou no último dia 13 que as manobras militares tinham como objetivo provar a capacidade de seu país para fechar o estreito de Ormuz.

Parviz Soruri adotou um tom mais ameaçador que o do vice-presidente do país. “Se o mundo quiser tornar esta região insegura, nós faremos o mundo ficar inseguro”.

Vários representantes do governo, entre eles o ministro do Petróleo, Rostam Qasemi, negaram posteriormente que o Irã pense em fechar o estreito de Ormuz nas manobras, mas as declarações causaram uma grande preocupação internacional, já que cerca de um terço do petróleo utilizado em todo o mundo passa em navios pelo local.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome