PGR recomenda a Ernesto Araújo que diplomatas venezuelanos fiquem no Brasil

Em recomendação enviada nesta sexta (01), Augusto Aras pediu ao Itamaraty que reavalie a determinação de retirar os venezuelanos da diplomacia no Brasil

Foto: Divulgação

Jornal GGN – O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, pediu para o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, analisar suspender a retirada dos venezuelanos da diplomacia da Venezuela no Brasil.

A medida havia sido tomada pelo Itamaraty no dia 5 de março, e a saída dos venezuelanos estava marcada para amanhã (02). Com o avanço do coronavírus, a PGR defende que a determinação seja revista e suspensa, devido à situação do sistema de saúde do país vizinho.

Na data de hoje, Aras enviou uma recomendação a Ernesto Araújo para que ele avalie essa possibilidade, até que se termine a duração da pandemia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Nobel a programa multilateral contra a fome é também confronto a governo brasileiro, diz Hussein Kalout

4 comentários

  1. Só tenho vontade de rir ao assistir os movimentos histriônicos dos palhaços ridículos que compõem o mais vergonhoso governo na história do Brasil.

  2. Além da preocupação com os riscos que o corpo diplomático venezuelano poderia correr com a pandemia, o PGR deveria informar todas as implicações legais que uma decisão de tal responsabilidade causa ao país, se não tiver sido cumpridas todas as normas, que permitam a realização do procedimento da expulsão dos diplomatas da Venezuela, em nosso país.

  3. Quanto a obrigação do Brasil respeitar as regras e os direitos internacionais, passou batido…
    e assim continuamos na cozinha do Trump ou como um país que não merece o mínimo respeito internacional

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome