Diplomata diz que EUA não querem guerra com Irã, desde que americanos não morram

O embaixador disse, ainda, que os Estados Unidos fariam todo o possível para proteger suas tropas, diplomatas e interesses.

AP Photo

Jornal GGN – Segundo o embaixador dos EUA na Alemanha, Richard Grenell, Donald Trump não quer uma guerra com o Irã e espera uma solução diplomática para o conflito. No entanto, Washington retaliará caso os cidadãos americanos forem mortos como resultado das ações de Teerã.

A declaração foi dada ao jornal alemão Bild. “Acho que a atitude do presidente é que ele certamente gostaria de conversar e ter uma solução diplomática aqui. Não queremos uma guerra, e é uma opção dos iranianos neste momento”, declarou ele.

“Se eles cruzarem a linha vermelha de matar americanos, então, eu acho, eles serão punidos – como o presidente Trump disse, com uma resposta incrível”, acrescentou.

O embaixador disse, ainda, que os Estados Unidos fariam todo o possível para proteger suas tropas, diplomatas e interesses.

“O presidente Trump disse desde o início que não queremos uma guerra, não estamos interessados em uma guerra. É por isso que Donald Trump foi realmente eleito, e fizemos tudo para garantir que isso não aconteça. Presidente Trump teve uma paciência incrível, como vimos nos últimos meses”, prosseguiu o diplomata.

No ataque iraniano à base aérea americana Ain Al Asad e à sede americana em Erbil, a mídia do país declarou que 80 militares dos EUA foram mortos e 200 outros ficaram feridos. Os Estados Unidos, no entanto, não reconheceram vítimas americanas no ataque.

Com informações do Sputnik News

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Trump deixará Casa Branca ‘se’ colégio eleitoral votar em Joe Biden

3 comentários

  1. Matar iranianos pode? Tem que matar o máximo possível de americanos pelo mundo. Que volte as guerrilhas urbanas contra americanos.

  2. Quando um não quer, dois não brigam. O Irã pode bombardear à vontade o patrimônio e a infra-estrutura dos EUA. O Irã só não pode fazer o que com os Estadunidenses o que o Trump fez o General Iraniano: assassinar.

    Não era à toa que o George Orwell escreveu na obra 1984:

    “O essencial da guerra é a destruição, não necessariamente de vidas humanas, mas de produtos do trabalho humano. A guerra é um meio de despedaçar, ou de libertar na estratosfera, ou de afundar nas profundezas do mar, materiais que de outra forma teriam de ser usados para tornar as massas demasiado confortáveis e, portanto, com o passar do tempo, inteligentes”.

  3. Eles agridem mas não querem briga? Querem que os outros apanhem calados? Quem esse povinho dos EUA pensa que é?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome