Sob vaias de alguns brasileiros História olímpica é escrita, por Romulus

Sob vaias de alguns brasileiros sem noção, História olímpica é escrita: Ilhas Fiji, Simone Biles e Michael Phelps elevados ao Panteão. Sobem da filial, a “Olímpia” carioca, direto para a matriz, o Monte Olimpo dos deuses.

Por Romulus

A vida contemporânea é uma confusão com tantas plataformas de redes sociais.

Celular apitando o dia inteiro… um apito para cada rede.

Facebook, Twitter, Whatsapp, Instagram, Snapchat… fora os pré-históricos e-mails! E as jurássicas ligações telefônicas!

Mas, aos trancos e barrancos, vamos construindo a narrativa.

Mesmo que entrecortada entre perfis diferentes:


Reuters: brasileiros ignoram o espírito olímpico
“Parece que estamos em seus 
barulhentos estádios de futebol, onde insultos, vaias e hostilidade aberta são comuns”


*Marsellaise (hino francês)

*

Bônus: papagaios de pirata

(i) O passa fora da TV francesa em Carlos Arthur Nuzman

O nosso (sic) cartola, papagaio de pirata que ama holofotes, arrumou um jeito de se enfiar na foto de Michael Phelps recebendo sua quarta medalha de ouro nestes jogos:

Mas no caminho de Nuzman tinha um narrador de TV francês, atento e afiado:

Ou seja:

Papagaio de pirata tentou tirar onda.

Veio a maré e afogou o papagaio.

*

(ii) Brasil da Casa Grande: papagaio sem noção e sem vergonha

Papagaio sim… mas não “de pirata”.

A Casa Grande é “o” pirata:

*   *   *

(i) Acompanhe-me no Facebook:

Maya Vermelha, a Chihuahua socialista

(perfil da minha brava e fiel escudeirinha)

*

(ii) No Twitter:

@rommulus_

*

(iii) E, claro, aqui no GGN: Blog de Romulus

*

Quando perguntei, uma deputada suíça se definiu em um jantar como “uma esquerdista que sabe fazer conta”. Poucas palavras que dizem bastante coisa. Adotei para mim também.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora