Gebran Neto dá mais um passo na desmoralização da Justiça

Agora, coube a ele analisar o pedido de habeas corpus questionando a parcialidade da juíza Gabriela Hardt.

O desembargador Joao Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4a Região, não tem receio de expor a Justiça à desmoralização.

Fez isso durante toda a Lava Jato, com ações flagrantemente parciais – como a vergonhosa sentença que aumentou a pena de Lula, para evitar a prescrição.

Agora, coube a ele analisar o pedido de habeas corpus questionando a parcialidade da juíza Gabriela Hardt. O pedido veio coalhado de provas da parcialidade, diálogos de procuradores da Lava Jato, captados pela Vaza Jato, mostrando uma ampla promiscuidade. Não haveria como não considera-la suspeita de parcialidade.

O que faz Gebran? Alega que os advogados de defesa não tinham procuração dada… pelo seu cliente na causa.

Alega que 

Muito embora o habeas corpus possa ser impetrado por qualquer pessoa e não se exija, para tanto e em tese, a juntada de procuração, fato é que pretendendo a defesa trazer aos autos questão específica relativa à suspeição de magistrado – ainda que se superassem os demais obstáculos ao processamento do writ – deverá fazê-lo munido de poderes específicos para tal mister, ou por petição assinada pela própria parte. 

Ocorre que, compulsando os autos, não se verifica em nenhum dos documentos acostados à inicial, a referida procuração com poderes específicos, o que impede o processamento do pedido.

Nos diálogos da Vaza Jato, Gebran e seus colegas de turma eram tratados como Kremlin pelos procuradores – um apelido carinhoso, assim como Russa, para a juíza Hardt, 

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

emerson57

- 2022-01-26 13:48:35

Desse mato não sai coelho....Essa turma sepultou a sua boa reputação faz tempo. Conforme dissemos aqui: https://jornalggn.com.br/justica-2/o-desafio-de-gebran-neto-a-justica-ou-a-lava-jato/ emerson57 - 2022-01-25 10:29:31 Gebran é mosqueteiro da lojinha. Vai continuar do lado dos ermãos.

Alvo Araujo

- 2022-01-26 08:08:01

Se Lula não se vingar desses caras nunca mais votarei nele. Por sinal, talvez Ciro seja o mais indicado par colocar esses caras nas cordas, inclusive alguns militares golpistas.

HCCoelho

- 2022-01-25 17:57:25

Um dia o moro ainda que hipocritamente poderá que dizer que tinha convicção. Mas o gebran e os seus nunca poderão argumentar quanto á maior severidade acima de de uma sentença vazia e inepta. Para eles não existe desculpa. Erraram duas vezem em cima de um erro banal. Nunca se justificarão. O futuro da nossa justiça depende do que será feito com estes senhores.

Antonio Uchoa Neto

- 2022-01-25 16:15:09

Perdoem a minha ignorância jurídica, mas deixe ver se eu entendi: Não é necessário juntada de procuração para o HC, mas esse prócer da justiça nacional está negando o HC por não haver, nos autos, a procuração que permitiria solicitar o HC? É isso? O writ não será levado adiante por que não está acompanhado de um documento que não é necessário para que ele seja levado adiante? É isso mesmo? Pois é. A verdade e a justiça ficam sem o seu writ, graças ao wit do Gebran. Nosso judiciário é isso. Êta penca de gente sabida!

Adnan El Kadri

- 2022-01-25 15:50:41

Quanto será que esse filhodaputa levou de vantagens pecuniárias, na fraude judicial chamada Lavajato. Fico com essa dúvida. Isso não é só amizade com o Crápula que respondia pela 13ª Vara Federal de Curitiba.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador