A lista da Odebrecht, agora em segredo de justiça, vai para o STF

Jornal GGN – O juiz federal de primeira instância Sérgio Moro deve enviar hoje, dia 28, a lista da Odebrecht. A listagem aponta cerca de 200 políticos que teriam recebido pagamentos e foi apreendida pela Polícia Federal em busca feita na casa de Benedicto Barbosa da Silva Júnior, executivo da Odebrecht, na 23ª fase da Operação Lava Jato, alcunhada de Acarajé, em fevereiro.

 
Sérgio Moro teria analisado preliminarmente o material e concluído que, como a lista envolve pagamentos a pessoas com foro por prerrogativa de função, tais como deputados e senadores, deveria ser remtida ao Supremo, instância responsável por processos do tipo.
 
Na Sexta-feira da Paixão, dia 25, Moro libertou nove presos temporários da Operação Xepa, 26ª fase da Operação Lava Jato e declarou que ainda não é possível avaliar a legalidade dos pagamentos. Mas antes desta análise do juiz de primeira instância, a lista foi vazada para a grande imprensa, em alguns casos com alguma antecedência.

 
“Os pagamentos retratados nas planilhas encontradas na residência do executivo Benedicto Barbosa podem ser doações eleitorais lícitas ou mesmo pagamentos que não tenham se efetivado”, disse Moro. “A cutela recomenda, porém, que a questão seja submetida desde logo ao Supremo Tribunal Federal”.
 
O juiz declarou então que as listagens deveriam ser colocadas em segredo de justiça. Mas toda a imprensa já tinha cópias e já discutia abertamente a presença ou ausência de políticos.
 
(com informações da Agência Brasil)

12 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Almeid

- 2016-03-29 00:28:24

A questão não é ser

A questão não é ser partidario. A questão é falta de caráter mesmo pois monta processos sem amínima lógica e provas.

É canalha..

OBS

- 2016-03-28 21:20:30

Aqui está com João Vaccari e

Aqui está com João Vaccari e Duque:

http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/wp-content/uploads/sites/41/2015/02/Evento-3-DESPADEC1-moro.pdf

 

É golpe!

junior50

- 2016-03-28 21:08:53

Vai "sumir"

  Será mais um dos muitos esqueletos depositados no STF, de vez em quando algum nome será pinçado desta lista, visando jogadas politicas, algum tipo de chantagem, ela ficará lá, só no aguardo, já esperar que o STF exija uma grande investigação sobre todos os nomes, é delirio.

   Podem até arquiva-la junto com a outra lista famosa, que iria balançar as estruturas e não deu em nada, a do HSBC.

OBS

- 2016-03-28 20:30:20

É golpe!

É golpe!

OBS

- 2016-03-28 19:05:38

Com isso coloca a campanha da

Com isso coloca a campanha da Dilma dentro da investigação / petrb !!!

OBS

- 2016-03-28 19:04:08

saiu no Valor o despacho do

saiu no Valor o despacho do juiz. Ele está querendo cindir na lava jato/ as ações contra barusco e musa e zwi e o caso João Santa'ana - Zwi !!

Manubhz

- 2016-03-28 17:17:46

A lista da velha guarda nome apelido e obra

https://drive.google.com/folderview?id=0B8omhYoODqbNMUdHNGYxUUlSOXc&usp=sharing&tid=0B8omhYoODqbNYngwRnpfbU9PU2c

emerson57

- 2016-03-28 17:15:10

só isso?

"A listagem aponta cerca de 200 políticos"

Segundo o tijolaço seriam mais de 500:

http://www.tijolaco.com.br/blog/o-festival-de-listas-e-o-sigilo-seletivo-onde-isso-quer-chegar/

Segundo a Teresa Cruvinel seriam mais de 300:

https://jornalggn.com.br/noticia/o-pais-tem-direito-a-lista-e-a-delacao-da-odebrecht-por-tereza-cruvinel

 

André Oliveira

- 2016-03-28 16:47:02

Mandar so a lista não faz
Mandar so a lista não faz sentido. De nada serve um documento solto no espaço. Para funcionar do ponto de vista da efetividade investigatória seria necessário enviar ao stf toda a investigação e respectiva documentação da Odebrecht e de seus executivos. O resto é borbulha.

Celio Mendes

- 2016-03-28 16:15:22

Moro é um juizeco pra lá de

Moro é um juizeco pra lá de incoerente, quando o que não vem ao caso finalmente acaba vindo ele resolve que tem que manter em sigilo e mandar para o STF, não condegue mais esconder o bico.

James

- 2016-03-28 15:57:44

"O juiz declarou então que as

"O juiz declarou então que as listagens deveriam ser colocadas em segredo de justiça. Mas toda a imprensa já tinha cópias e já discutia abertamente a presença ou ausência de políticos."

Esse juiz age como se o Brasil fosse a casa de mãe joana.

Ele entrega a lista aos amigos e colegas de partido e depois se sai com essa história de sigilo.

O contribuinte paga a ele salário de R$77.000,00, mais 3 meses de férias, mais segurança pessoal.

Enquanto Sérgio Moro dispõe de segurança pessoal reforçada, ele açula os correligionários, divide o Brasil e as vítimas dos desajustados e dos partidários dele não têm sequer um guarda na esquina a quem recorrer diante das agressões diárias.

Até cachorros com laço vermelho no pescoço são agredidos pela turba alimentada pelo ódio de Sérgio Moro.

A quem cabe dar um basta nesses desmandos?

MarFig

- 2016-03-28 15:30:16

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Morojá,

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Morojá, o ídolo dos globotomizados. Cadê o Rivelino, morreu?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador