Aroldo Cedraz faz obra no imóvel do filho

Jornal GGN – De acordo com o Estadão, o ministro Aroldo Cedraz, presidente do TCU, está reformando um imóvel comprado pelo filho dele, o advogado Tiago Cedraz, que é alvo da Polícia Federal por suspeitas de tráfico de influência na corte. O jornal levantou com riqueza de detalhes as obras realizadas no apartamento de 250m².

Do Estadão

Presidente do TCU prepara mudança para imóvel do filho

Por Fábio Fabrini

Apartamento de alto padrão, em reforma, foi comprado por empresa de Tiago Cedraz, alvo de operação que apura tráfico de influência na corte de contas

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Aroldo Cedraz, se prepara para usufruir de um dos imóveis comprados pelo filho, o advogado Tiago Cedraz, alvo de operação da Polícia Federal que apura suspeitas de tráfico de influência na corte. O ministro faz uma reforma, com direito a itens de luxo, em apartamento da Asa Sul, em Brasília, adquirido por R$ 2,7 milhões pela Cedraz Administradora de Bens Próprios. A empresa, com capital de R$ 20 milhões, foi aberta por Tiago em sociedade com a mãe e mulher do ministro, Eliana Leite Oliveira, como mostrou o Estado na quinta­-feira.

A obra no apartamento de 250 m², assinada por um dos escritórios de arquitetura mais renomados de Brasília, está em fase final. Há bancadas, pintura feita e ar condicionado. A montagem dos móveis está a cargo de uma requintada loja da capital, cujo projeto descreve como cliente “Aroldo Cedraz de Oliveira”.

Leia também:  Ação sobre terreno de Instituto Lula e apartamento de São Bernardo deve ser decidida em breve

Um dos responsáveis pela encomenda diz que serviço semelhante ao do “Seu Aroldo”, como os funcionários do prédio se referem ao morador, custaria de R$ 250 mil a R$ 300 mil. “São basicamente armários”, disse, acrescentando que há itens de marcenaria previstos para três suítes, três banheiros, escritório e rouparia. Na sala, haverá móvel para adega, home theater e cristaleiras. “As proporções são grandes, porque o espaço é bem generoso.”

O piso será de mármore travertino, material de origem europeia cujo metro quadrado, conforme a configuração, varia de R$ 450 a R$ 650. Questionado sobre a reforma, um dos funcionários do prédio afirmou: “O homem é chique, tudo de primeira. ‘Chiquete mesmo’”. Ele diz que “Seu Aroldo” aparece de vez em quando para cuidar de detalhes e deve se mudar em breve.

Fortuna. No mesmo prédio, já moram o filho, Tiago, e a nora em apartamento com as mesmas dimensões, negociado por R$ 2,9 milhões, parte financiada pelo Banco do Brasil. Em pouco mais de nove anos de carreira, o advogado, de 33 anos, fez fortuna com uma banca que atua no TCU. Como revelou o Estado, os imóveis comprados em três anos em Brasília somam R$ 13 milhões.

Levantamento de técnicos do TCU mostra que advogados que integram ou já integraram o escritório, construído por Tiago numa casa de alto padrão no Lago Sul, têm procuração em ao menos 130 processos. Ministros da corte, incomodados com o escândalo, cobram do TCU a lista completa para “monitorar os casos”.

Leia também:  No Senado, PGR diz que combate à corrupção está garantido

Na terça-­feira, o escritório de Tiago foi alvo de buscas da Operação Politeia. Em delação premiada, o dono da UTC, Ricardo Pessoa, disse que pagava R$ 50 mil mensais ao advogado para ter acesso a informações de seu interesse. Por um processo que tratava de obras na Usina de Angra 3, ele teria negociado R$ 1 milhão com Tiago, supostamente para que o caso fluísse.

A investigação corre no Supremo Tribunal Federal, diante de suspeitas de participação de ministro do TCU. Processos que discutiam a montagem eletromecânica da usina foram relatados por Raimundo Carreiro.

Cedraz também teria favorecido a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) junto ao Tribunal. Segundo reportagem no portal da revista “Veja”, o escritório do advogado conseguiu reverter, no TCU, um relatório que pedia a reprovação das contas de 2005 da organização e a aplicação de multas que chegariam a R$ 500 mil. Os sindicatos rurais questionam ainda o fato de Cedraz ter sido advogado da Faesp no processo junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que criou, no ano passado, o Conselho dos Citricultores e das Indústrias de Suco de Laranja (Consecitrus).

No TCU desde 2007, Aroldo Cedraz recebeu R$ 18,1 mil líquidos pelo último contracheque. Veterinário e ex­deputado do extinto PFL (hoje DEM), declarou bens de R$ 1 milhão ao disputar sua última eleição, em 2006.

Questionado pelo Estado sobre os projetos de mudança, fontes de renda e os recursos que custeiam a reforma, Aroldo Cedraz não respondeu. Em nota, ao se referir ao apartamento em nome da empresa do filho e da mulher, disse: “Sobre imóveis de terceiros, recomendamos contato com o proprietário para obter as informações solicitadas”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

16 comentários

  1. Pelo visto, o último negócio viável para o OESP

    é “racketting and protection”. Em inglês por que esta turma só usa o inglês nos negócios.

    Decadência sem nenhuma elegância.

  2. Esses rebotalhos da política

    Esses rebotalhos da política e da ditadura, “com notórios conhecimentos jurídicos, econômicos, contábeis, financeiros ou de administração pública”, queriam derrubar Dilma, desejavam ser o estopim da queda. Que “morram” juntos, todos abraçados.

    Creio que este país seja um dos poucos com a lógica do enriquecimento às avessas: parece ser mais fácil ficar rico trabalhando para o setor público do que para o privado.
    Enquanto vi muitos questionarem o soldo do Artur Ávila – matemático brasileiro ganhador da medalha Fields -, figura notável e genial, provavelmente o brasileiro vivo mais inteligente, que deveria ser um modelo para o país, um grande estímulo para as novas gerações de cientistas, ouço poucas vozes insurgirem-se contra a remuneração de um ministro do TCU ou de um conselheiro de TCE. E olhe que mesmo o cara sendo um “monstro”, com mestrado e doutorado, ganha bem menos do que um banana desse do TCU.

  3. O PIG está colocando a faca

    O PIG está colocando a faca no pescoço do TCU. Nunca se deu muita importância a TCU na mídia, repentinamente os holofotes se voltam para seus membros.

    • Isso é café pequeno. O

      Isso é café pequeno. O apartamento do Fernando Baiano (lobista do PMDB ) injustamente (?) preso pela lava-jato tem 1.500 metros quadrados na Barra da Tijuca. E isso depois que ele vendeu a metade para um outro cidadão aí. Duzentos e cinquenta metros ? Barraquinho.

  4. “O piso será de mármore

    “O piso será de mármore travertino, material de origem europeia cujo metro quadrado, conforme a configuração, varia de R$ 450 a R$ 650”:

    Nao, custa ate 30 dolares o PE, o que quer dizer que ele ta pagando pelo nariz.

    “Questionado pelo Estado sobre os projetos de mudança, fontes de renda e os recursos que custeiam a reforma, Aroldo Cedraz não respondeu”:

    O ultimo paragrafo eh uma maravilha de desconversa, como se o estadao tivesse mesmo que enfiar o nariz em coisa assim!  Quase nao tive paciencia de ler o item completo e ainda nao vi o ponto, alguem quer me dizer qual eh o problema ou ilegalidade no pai fazer obra no imovel do filho?

     

  5. Chiquetes do chiqueiro

    Chiquetes do chiqueiro negociam em espaços públicos e ainda querem julgar os outros. É mole? Ministrox do TCU não têm fiscalização? Território livre?

  6. Grande reportagem do

    Grande reportagem do Estadao.Nada se compara a imprensa tradicional. Soh nao eh boa qdo atinge os companheiros.

    • Seria desinteressada?

      Seria isso novidade?

      Terá algum órgão, tal como o MP, o STJ e mesmo o STF que resistira a um observador atento?

      Essa reportagem parece: EU SEI O QUE VOCÊS FIZERAM NO VERÃO PASSADO!

      Mostra algo feio, mas ÓBVIO dentro da nossa politica, que deixa o gosto de chantagem feita mais para pressionar o TCU.

      Não é com objetivos de PUREZA OU DE VALORES ÉTICOS, por que se assim fosse – O Privataria TUCANA já teria presos na cadeia ou o mensalão mineiro não acabava em Pizza!

      Os outro ministros devem estar ASSUSTADÍSSIMOS!

      Olha, chego a arriscar que os outros ministros devem ter recebido ameaças em seus emails!

      Esse PIG quando quer derrubar…

  7. Ué… não entendi. O OESP

    Ué… não entendi. O OESP publicando algo que não para atingir o PT? Estranho…

    De qualquer forma, advogados de clientes milionários costumam ser mais milionários ainda. Advogados, publicitários… Barbosão, mesmo tendo sido funcionário público a vida toda, também tem apto. de milhões,

    Ah, se o vulgo soubesse o que rola nas altas rodas, aí sim que ninguém respeitava nem lei nem ética nenhuma, nunca mais… Já convidei antes, reforço o convite: “La règle de jeu”, Jean Renoir, 1939

  8. Por muito menos Lula foi

    Por muito menos Lula foi investigado por tentar adquirir um imóvel em Guarulhos. Notícia que foi contestada pelo próprio Lula, considerando que o ex-Presidente pode, sim, por que não, adquirir aquele e outros imóveis, por sua idade, e pelos anos em que presta serviços com boa remuneração. No caso do filho do ministro do TCU tem-se em conta a idade, muito jovem, para tantos empreendimentos imobiliários. As contas não fecham. 

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome