Barroso diz que apesar de não ser adversário de Bolsonaro, STF não aceitou pressão

"O que posso te dizer é que pressão é uma coisa nessa vida que só produz algum efeito se você aceitá-la. Se você não aceitar, ela não produz nenhum efeito"

Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barrroso, afirmou que a Corte não aceitou a pressão do presidente Jair Bolsonaro, durante a visita do mandatário na última quinta-feira (07), quando levou uma comitiva de ministros e empresários para criticar as medidas de isolamento social.

A visita de Bolsonaro, na última semana, sem estar inicialmente inserida na agenda oficial, foi interpretada por ministros do Supremo como uma pressão do presidente sobre as restrições sociais que impactam na economia. Barroso não criticou Bolsonaro, afirmando que não cabe a ele “avaliar” a visita do mandatário.

Mas indicou que a “pressão” não foi aceita pela Corte. “O que posso te dizer é que pressão é uma coisa nessa vida que só produz algum efeito se você aceitá-la, venha de onde vier. Se você não aceitar, ela não produz nenhum efeito”, foi a fala de Bolsonaro.

“Portanto, eu preciso lhe dizer que para mim, pessoalmente — e estou certo de que para meus colegas —, não fez nenhuma diferença”, continuou, em entrevista à rádio Jovem Pan, antes de novamente destacar que não estava se opunha a Bolsonaro.

“Nós não somos adversários do presidente, nós não somos aliados do presidente, nós interpretamos e aplicamos a Constituição. Nossa logica é certo ou errado, justo ou injusto, legítimo ou ilegitimo. Alguém pode divergir, tem todo o direito, mas nós não nos movemos por escolhas políticas”, disse o ministro, na entrevista.

O GGN VAI INVESTIGAR E CONTAR A HISTÓRIA DE SERGIO MORO SEM OS RETOQUES DA GRANDE MÍDIA. SAIBA MAIS SOBRE O PROJETO AQUI.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Governo pede ao Supremo autonomia sobre destinação de verbas de multas da Lava Jato

3 comentários

  1. Espero com ansiedade as novas revelações sobre os os crimes do ex juiz Moro, foram eles que nos levaram a esse caos.

  2. Ai! Ai…
    quem vê assim pode pensar que as verdades distorcidas nunca couberam em um âmago inabalável…

    como nas condenações de petistas, via mensalão e posteriormente via lava jato, não vi nenhuma verdade redondinha, todas com distorções, às vezes me quedo a pensar que muitas vezes algumas pessoas não acreditam nem no que elas mesmas dizem.

    Ainda bem que quedei bem redondo; nenhuma das visões do passado me machucou para sempre

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome