CNMP pode julgar Deltan Dallagnol na terça, dia 12

No entanto, está com Augusto Aras, o procurador-geral da República, o poder de ajudá-lo a escapar, já que, como presidente do conselho, ele pode não chamar o processo à votação.

Jornal GGN – O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) deve colocar na pauta da terça-feira, dia 12, o julgamento do procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol. O caso se refere à fala do procurador, que afirmou que as decisões do STF (Supremo Tribunal Federal) são leniência com a corrupção. O pedido para que fosse punido foi feito por Dias Toffoli.

Segundo informações contidas na coluna de Monica Bergamo, na Folha, é que existe uma previsão, de integrantes do órgão, de que Dallagnol seja condenado por 8 votos a 3.

No entanto, está com Augusto Aras, o procurador-geral da República, o poder de ajudá-lo a escapar, já que, como presidente do conselho, ele pode não chamar o processo à votação.

Mas a colunista aponta que, nesse caso, Aras sofrerá pressão interna, pois o caso pode prescrever se não for julgado neste ano. E o CNMP, até o final do ano, só tem mais três sessões.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Juiz suspende nomeação de presidente da Fundação Palmares

2 comentários

  1. Nassif: não tenha dúvidas da “ajuda”. Arre égua, o Hôme não foi posto onde está pra condenar um colega e parceiro. Aposto (10 x 1) que “sentará” em cima. Há muitos e bons precedentes no posto. O legado é antigo e fez escola. Dallalinho, do PúlpitoParquet, está, desde já, rindo pra dedeu. E dizendo — “deixe que ladrem; eu sigo com a ‘Caravana'”…

  2. Como eu queria acreditar na possibilidade de um julgamento justo, sem corporativismo! Dallagnol punido por falcatruas na lava-jato, como a tentativa de criar a fundação para roubar a Petrobrás, a mania obsessiva por ganhar dinheiro, o enfrentamento ao STF, as manipulações nos processos para prejudicar os réus, etc.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome