Lula “perdeu o rumo”, diz desembargador que encerrou o julgamento em 3 x 0

 
Jornal GGN – O desembargador do TRF-4 Victor Laus proferiu, por volta das 17h40 desta quarta (14), o terceiro e último voto a favor da manutenção da sentença de Sérgio Moro contra Lula. O ex-presidente, portanto, foi condenado por unanimidade na segunda instância, por causa do caso triplex. Cabem embargos de declaração.
 
No meio da leitura do voto, que durou quase uma hora e meia, Laus disse que Lula “perdeu o rumo” no exercício do mandato, que não enxergou limites para o poder e tampouco respeitou a dimensão do cargo, além de ter tomado conhecimento de corrupção na Petrobras e nada ter feito.
 
O desembargador iniciou a intervenção afirmando que esperou o relatório de Gebran e a revisão de Leandro Paulsen, o segundo desembargador a votar, porque os dois conhecem melhor os detalhes do caso triplex em segunda instância.
 
Após Paulsen concluir o voto, por volta das 16h30, apoiando o relatório de Gebran na íntegra, Laus iniciou a explanação dizendo que já não tinha mais “nenhuma dúvida”. “Meus apontamentos não destoam naquilo que propriamente interessa ao caso”, disse o terceiro desembargador.
 
Com isso, antes mesmo da sessão acabar, já era possível saber que o TRF-4 formou maioria unânime a favor da condenação de Lula.
 
Gebran, relator do caso, confirmou a sentença por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, e ainda aumentou a pena de Lula, que passou de 9 anos e meio para 12 anos e 1 mês. Ele também manteve a obrigação de reparar os danos à progressão do regime inicialmente fechado e confirmou o confisco de bens.
 
O VOTO DE LAUS
 
Antes de entrar no mérito do processo, Laus se dedicou a fazer uma defesa do TRF-4 e da Lava Jato. Disse que é natural que investigados nutram uma “animosidade” contra as autoridades e afirmou que “se há alguma coisa que seja absolutamente incontroversa na Lava Jato, é a qualificação dos profissionais que sobre ela se debruçaram.”
 
Gebran e Paulsen também repudiaram as críticas daqueles que dizem que o processo do triplex era mais político do que técnico.
 
Segundo Laus, o ponto central do julgamento era a evidência de que o ex-presidente recebeu uma vantagem indevida da OAS e, portanto, “alguma coisa errada fez”. 
 
Para o desembargador, ao contrário do que sustenta a defesa de Lula, a sentença do triplex recolheu provas de vários tipos. “Temos provas documentais, provas testemunhais e mais: temos a situação peculiar de Leo Pinheiro e Agenor Medeiros, que foram acusados e, em dado momento, assumiram postura cooperativa com a Justiça, prestando esclarecimentos.”
 
Os depoimentos contra Lula não foram delações (formais ou não) sem provas, disse. Foram falas “convergentes, harmônicas entre si. Uma a uma, cada testemunha foi acrescentando um ponto. Como se fosse um muro, cada uma acrescentou um tijolo” na acusação contra Lula.
 
Embora tenha soltado frases de efeito, como “Quem acusa, tem que provar, e não quem se defende”, Laus admitiu como provas delações e testemunhos de co-réus questionados pelas defesas.
 
Ele ainda apoiou a pena de Gebran contra Lula, mas votou para que Leo Pinheiro e Agenor Medeiros tenham o tempo de prisão majorado em pelo menos 2 anos.
 
Gebran, por sua vez, reduziu a pena dos réus colaboradores em dois terços, fixando 3 anos e 8 meses no caso de Léo Pinheiro e 1 ano e 10 meses, para Medeiros. O regime inicial é semiaberto.

16 comentários

  1. Os dois primeiros votos

    Os dois primeiros votos poderiam ser substituidos por receitas de bolo que não faria diferença. Depois de narrativas vazias, vem a condenação sem prova, e estamos conversados. Mas o terceiro voto, este vai ter uma menção especial na História por sua ênfase na bazófia grosseira e medíocre.

  2. Quer dizer…

    … traduzindo em miúdos… delações sem prova, todo mundo dizendo a mesma coisa (de vez em quando, aumentando um ponto)…

  3. Já que querem esmerdalhar
    Vou ajudá-los a esmerdalhar em grande estilo e votar no bolsonaro.
    A canalhice é invencível nesta merda de território que alguns teimam em chamar de país
    Isso aqui é uma extensão de terra onde habitam canalhas ( uma parte) e a outra parte, quase formando a totalidade, são idiotas, muitos dos quais se acham que são da elite.
    Poucas coisas nos unem, língua portuguesa,etc, mas isso aqui não passa de uma merdalandia.

  4. A condenação começou lá

    A condenação começou lá atraz, no mensalão. Não vai ficar pedra sobre pedra do Governo Lula.

  5. Além de cínico é mentiroso.

    Além de cínico é mentiroso. Seu voto já havia sido divulgado pela bandnews, pelo menos duas horas antes da decisão final, quando o coitado do Zanin tinha a palavra. Quer enganar quem?  Ahh não precisa dizer Todos sabemos.

  6. Alguém tinha a ilusão de que o Lula iria ser absolvido?

    A Casa Grande não deu um golpe de estado, derrubando uma presidente e destruindo todos os direitos sociais e a Constituição para depois devolver o poder ao Lula. 

    Era óbvio o resultado do julgamento do TRF4, como serão óbvios os resultados futuros no TSE, STJ e STF. Os golpistas estão no controle total das instituições públicas brasileiras.

    A saída é o Requião se filiar ao PT e se lançar candidato à presidência com o apoio do Lula! 

  7. O pessoal precisa se retratar

    O pessoal precisa se retratar com o juiz Sergio Moro.

    Ele foi o mais bonzinho de todos.

     

  8. Deveria dar uma sumida antes de receber a recompensa…

    Possíveis recompensas garantidas pelo U.S.Department Of State e Globoosta Television :

    1) Judge Morrow = Preside uma Fundação a ser idealizada pela CIA com patrocínio financeiro dos irmãos Koch, George Soros e P.Lehman

    Atividade específica = Promover o combate a corrupção* na política na América Latina (perseguir líderes de esquerda em partidos políticos e em organizações sociais)

    2) Judge Thompson Flowers = Assume uma cadeira no supreminho tribunalzinho federal da colônia

    3) Judge Gebran = Assume uma cadeira no supreminho tribunalzinho de justiça da colônia

    4) Judge Paulsen = Assume a presidência do trf no sul da colônia

    5) Judge Laus =  Participará de um programa semanal na Globosta News para discutir combate a corrupção* na política na colônia brazil

    6) Prosecutor Delanganol = Assume uma cadeira no senado federal (Paraná) da colônia brazil

    7) Prosecutor Charles Fernando = Ganha um programa semanal na Globosta News para discutir combate a corrupção* na política na colônia

    * Combate a corrupção = Combater lideranças políticas da esquerda e organizações sociais de trabalhadores e estudantes

  9. QUANTOS PROCESSOS PRESCREVERAM CONTRA O PSDB?

    Até quando jogaremos o jogo deles?

    Sem a FORÇA DO POVO e o PODER DE SEUS ABAIXO ASSINADOS, o PT não é nada!

    Temos hoje um judiciário tendencioso, sem moral, e injusto; a ponto de promover uma vergonhosa perseguição ao Lula, como essa, por culpa do próprio PT! Casos assim precisam ser levados ao STF, pedindo o afastamento do juiz do processo, por ser nitidamente inimigo de uma das partes, e poder fazer um julgamento tendencioso. Algo que não podemos admitir; porque amanhã tal injustiça poderá voltar-se contra nós mesmos. É um absurdo que o Moro (família fundadora do PSDB), inimigo político do Lula, possa julgá-lo, ainda mais depois de todos os abusos e declarações tendenciosas que cometeu.

    Absurdo desse tamanho, não nos leva a desconfiar que o PT gosta, e beneficia-se com toda essa perseguição, tornando-se a VÍTIMA?

    Afinal, por que o PT nada faz para mudar essa pouca vergonha, e apoia a continuidade dessa situação?

    Caso o STF não afastasse o Moro do processo, a sociedade deveria pedir o impeachment desse juiz do “supremo”, um direito que qualquer cidadão pode exercer. Entretanto, o presidente do senado engaveta todos os pedidos de impeachment contra os juízes do STF. Por isso nosso judiciário virou um caos, porque a população não tem direito de corrigi-lo! Mas se tivéssemos o poder de CONVOCAR O PLEBISCITO DESTITUINTE desse senador com nossos ABAIXO ASSINADOS, ele pensaria mil vezes antes de agir contra a sociedade, para não perder seu cargo. Aliás, já teríamos colocado muitos juízes no olho da rua, e nossa Justiça seria moralizada. Confiram como funciona o judiciário no mundo desenvolvido, que o Lula e o PT não aceitam para o Brasil:

    http://democraciadiretabrasileira.blogspot.com.br/2015/07/diferenca-entre-o-nosso-judiciario-e-o.html

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome