Contas vazias de Cunha ajudaram a fundamentar pedido de prisão

Jornal GGN – No pedido de prisão de Eduardo Cunha (PMDB), o Ministério Público Federal lembrou que o bloqueio de R$ 220 milhões feito em junho, quase três meses antes o então deputado federal ser cassado, detectou que quatro contas em seu nome estavam zeradas.

Essa informação ajudou a fundamentar a medida cautelar solicitada ao juiz Sergio Moro. Cunha foi preso pelo magistrado de Curitiba nesta quarta (19), numa ação que “surpreendeu” por não ter sido avisada à imprensa com antecedência. O peemedebista foi levado de Brasília ao Paraná sem algemas.

O pedido de bloqueio foi decretado em junho em uma ação de improbidade administrativa que é conduzida por outro juiz, da 6ª Vara de Curitiba. As quatro contas em questão estão credenciadas em bancos nacionais.

“Em três das quatro contas que o deputado cassado mantém no Brasil, o resultado do bloqueio foi de que Cunha não tinha saldo positivo. Na quarta, o banco já não estava mais em atividade. O bloqueio foi realizado no dia 15 de junho. A remuneração mensal bruta de um deputado federal é de R$ 33.763,00”, destacou o jornal O Globo.

Nessa ação de improbidade, Cunha é acusado de ter atuado para que a Petrobras adquirisse um campo de petróleo na África. Em troca, ele teria recebido, em francos suíços, o equivalente a R$ 5 milhões de reais em propina. As autoridades suíças já bloquearam as contas de Cunha.

No pedido de prisão de Cunha, os procuradores destacaram que apenas essa conta foi bloqueada com saldo. Há nela o equivalente a 3 milhões de dólares, disseram.
O mesmo bloqueio encontrou R$ 623 mil nas contas da mulher de Eduardo Cunha, Cláudia Cruz. Também não foi encontrado nenhum valor nas contas da empresa C3, de propriedade de Cunha.

5 comentários

  1. Nao tenho SOMBRA de objecao:

    Nao tenho SOMBRA de objecao:  dinheiro eh sagrado.  E o dinheiro de Cunha desapareceu aas maos dele, como Moro sabe muitissimo bem.

    Se fosse eu, ja teria a mulher dele aa guilhotina:  vai que subitamente o dinheiro aparecia de novo, nao eh?

    FILHOS DA PUTA!  UM QUINTO DE BILHAO DESAPARECEU POR CAUSA DE VOCES E VOCES PRENDEM O CARA e nao a familia inteira?????????

    Vai ser estupido assim nos quintos dos infernos!

  2. Estou impressionado

    O artificio da prisão preventiva junto com delação premiada definitivamente tornou nossa PF, preguiçosa, pois lendo a peça jurídica eu chego a conclusão que tudo o que tem é  menos do que eu li na imprensa. Eu estou impressionado, pois esperava depois de tanto tempo que tivessem uma penca de provas concretas. Agora basear a suspeita, num deposito da gol nas contas dos filhos e dele mesmo é interessante, mas depois de tanto tempo eu esperava que já tivessem mais do que suspeitas.  Afinal de contas depois de tudo que já foi ventilado na imprensa, ou nas documentações enviadas pela Suiça, será que a PF já não tinha investigado ou será que eles tem é apenas aquilo que está escrito na peça jurídica. Onde está o trabalho policial, produzindo provas, ou será que vão esperar uma delação premiada.

  3. ??????

    Se eu entendi bem, o nosso “caro” Cunha tinha 220 milhões nas contas e esses sumiram????????

    que palhaçada é essa!!!!!!

    Em bancos no Brasil??????

    O cara tranfere o dinheiro sei la pra onde e ninguem sabe ninguem viu?????

    Ou temos os MPF e PF mais imcompetentes do universo ou isso me cheira a acordo…..(ou talvez as duas coisas)

    Muuuuito estranho seu Moro……

  4. Pq o Onipotente Moro, a pleito do Dallurinol, não bloqueou?

    Era tão simples evitar essa evasão. Era só mandar bloquear as contas do meliante.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome