Contra Lula, Procuradoria reabre inquérito que um procurador já quis arquivar

Foto: Divulgação
 
 
Jornal GGN – Contra o ex-presidente Lula, o procurador Ivan Marx [foto] teve de reabrir um inquérito que a própria Procuradoria da República no Distrito Federal pediu para arquivar, em 2015, por falta de provas. O caso está relacionado com o Mensalão e teve início com base em uma delação de Marcos Valério, de 2012. A decisão foi imposta ao procurador pela Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria-Geral da República que, por sua vez, foi provocada pela Justiça de Brasília.
 
Segundo informações do Estadão, em 2015, o procurador Frederico Paiva solicitou o arquivamento do inquérito por entender que as declarações de Valério não foram comprovadas. A Justiça Federal de Brasília discordou e enviou o pedido para a Câmara de Combate à Corrupção da Procuradoria-geral da República arbitrar.
 
A Câmara decidiu a investigação deveria prosseguir e, por conta disso, o procurador Ivan Marx retomou o inquérito no início deste mês. A Polícia Federal fará novas diligências.
 
Segundo o depoimento de Marcos Valério, Lula e o ex-ministro Antonio Palocci tiveram um encontro com Miguel Horta, então presidente da Portugal Telecom, no Palácio do Planalto, e combinaram que uma fornecedora da operadora situada na China transferiria R$ 7 milhões ao PT.
 
“O dinheiro, conforme Valério, entrou pelas contas de publicitários que prestaram serviços para campanhas petistas”, apontou o Estadão.
 
Roberto Jefferson, pivô do mensalão, disse à época que José Dirceu havia enviado Marcos Valério a Portugal para negociar a doação da Portugal Telecom para o PT e o PTB.
 
Em resposta à reportagem, o advogado Cristiano Zanin disse que a decisão do Ministério Público de reabrir o inquérito é “arbitrária” e contraria manifestação de um de seus membros, que pediu o arquivamento por ausência de provas.
 
Ivan Marx é o mesmo procurador que instaurou inquérito contra Lula por causa da delação de Delcídio do Amaral. Na ocasião, ele ainda disse que contra o “chefe da organização criminosa”, a sociedade não deveria esperar provas cabais. Recentemente, ele mudou de postura e solicitou o arquivamento de outra apuração contra o petista, admitindo que a delação de Delcídio não tem provas correspondentes. 
 
Nesta quinta (10), em entrevista ao UOL, Ivan Marx também aponta que a delação de Joesley Batista sobre as “contas de Dilma e Lula” no exterior é “incomprovável”. (Leia mais aqui)

 

16 comentários

  1. Na próxima vida, Lula vai

    Na próxima vida, Lula vai querer reencarnar no corpo de algum tucano.

    Quando se acusa que a perseguição tá pegando só um lado, há quem estrebuche.

  2. Mais um nóia espertalhão que

    Mais um nóia espertalhão que quer ganhar pequenas fortunas fazendo palestras anti-Lula.

    O que seria destes procuradores vagabundos se não fosse o ex-presidente operário.

    Eles estariam condenados a ganhar acima do teto.

    E nunca conseguiriam juntar milhões de reais utilizando seus cargos públicos para fins privados… enquanto deixam os verdadeiros bandidos (tucanos e peemedebistas) roubar largamente o Estado. 

  3. Está tudo dominado!

    O recado da Casa Grande é um só: o Lula não será eleito em 2018!

    O Judiciário, Ministério Público, mídia, maioria absoluta do Congresso Nacional, toda a Casa Grande tomaram de assalto o Poder no país e não vão aceitar entregá-lo ao Lula. 

    A candidatura do Lula é uma retórica tão vazia quanto aquela história do “não vai ter golpe vai ter luta”. Se algum momento a vitória do Lula em 2018 surgir como possibilidade, em resposta vão impor o parlamentarismo. 

     

     

    • Se o povo não sair matando um

      Se o povo não sair matando um por um,literalmente,colocando fogo em suas casas,destruindo de fato esta máfia,o Brasil acaba.Bomba neles.

  4. Não está havendo

    Não está havendo confusão?

     

    Esse Marx aí parece ser extremamente legalista. Se manifestou inclusive sobre a atipicidade das pedaladas.

    • Sim.
      Ele foi obrigado a
      Sim.
      Ele foi obrigado a retomar uma investigação que já tinha considerado como inútil e sem base indiciária.
      E isso por causa de um “recurso” do juiz da causa para os órgãos superiores do MP.
      O art. 28 do CPP permite que o juiz discorde do arquivamento requrido pelo agente do MP que apreciou a investigação, provocando a revisão do caso por uma instância superior do MP.
      Teoricamente a provocação do juiz para o MP é para evitar arquivamento abusivo quando já existem indícios suficientes para a denúncia; não se deveria usar esse mecanismo para que a investigação simplesmente continue ou busque linha probatória não explorada no inquérito, pois isso seria substituir o delegado e o promotor nas funções que lhes são inerentes.
      A questão incômoda nisso é que o mesmo juiz examinará a continuidade da investigação, com as medidas cautelares e probatórias necessárias, depois receberá a denúncia (se existir), colherá as provas e ainda julgará o caso.
      E se o promotor novamente postular o arquivamento?

  5. Realidade

    Contra Lula, no MPF atual, vale tudo. Como setembro demora a chegar… Quero ver se vão conseguir reabrir a investigação no MP de Portugal, que também a arquivou,  por absoluta falta de provas.

  6. Mais um passo neste processo Kafkaniano

    Enquanto de um lado arquivam-se processos sobre os quais abundam as provas. Vide processo da San Marco, ou o processo do Temer. Esta figura  acima desarquiva um processo por eles mesmo arquivado. Isto ocorre na mesma semana que foi arquivado os processos contra Marta, Freiere e mais alguém. Aécio foi absolvido. E todos os casos mais do que suspeitos do enriquecimento de Serra e Família  continuam senão arquivados, devidamente engavetados.  E o que estamos assitindo é a tentativa de construção de um Power Point. Uma loucura. Temos um MP liderado por Dallagnol. Temos um Janot governado por Joesley, em conflito com o cappo di tutti capi. Temos um judiciário desmoralizado pelas sentenças pueris e cruéis de um Moro, e uma segunda instância que virou filial da primeira .  E la nave va.

    Eu duvido que este procurador não saiba o que o está movendo.  Eles vão continuar se  movendo  para tentar desesperadamente  dar plausibilidade à criação PowerPontiana de Dallagnol . E nossa grande mídia e nossa elite batendo palma, apavorada com a possibilidade da candidatura Lula. Não escondem, pois jamais esconderam eles sempre se acharam acima da justiça e dos homens. E pelas absolvições que vemos eles parecem que realmente estão acima da justiça. Ou quem sabe estejam rebaixando a justiça em todo este processo

  7. A justiça a serviço do GOLPE.

    Será mais um caso Celso Daniel a ser requentado em véspera de eleição ?  E onde estão as delações do tal valério que destroçariam o laércio ? Provavelmente se contentarão com uma acusação sem provas contra o PT e um juizeco cobrará uma fatura do Lula. Esses caras não devem ter mesmo muito o que fazer, ou se tem, comprova-se a atuação politico partidária dessa organização formada dentro do Estado e financiada por ele.

  8. Está cada dia mais claro que

    Está cada dia mais claro que o presidente e estadista Lula é um perseguido por alguns membros da justiça. Não se pode colocar tudo no mesmo saco, pois existem juizes e procuradores leiais e fieis ao direito e a constituição. Vamos pedir ao PAPA Francisco que canonize o Lula ainda em vida, pois nunca vi tanta perseguição por parte de uma parte da justiça e da grande pequena mídia…

    • kkk

      Milton Leite no SporTV :”é agora que eu SE consagro”. Decoradores de apostilas (deA a Z) se apropriaram do bordão.

  9. Parece que a reabertura do

    Parece que a reabertura do inquérito foi imposta ao procurador pela tal de câmara de combate a corrupção da procuradoria-geral da república (minúscula mesmo).

  10. Que Deus o ilumine na

    Que Deus o ilumine na apuração, para que, ao final, ele veja que , como as outras, esta é mais uma tentavia inócua, de enfrquecer os votos para Lula…

     

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome