Diretor da PF de Santos é substituído em meio a investigação do Porto de Santos


Foto-montagem: Brasil 247
 
Jornal GGN – O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, trocará o comando da delegacia de Santos, até então a cargo de Júlio César Baida Filho, após uma reunião envolvendo delegados e auditores e outros dez investigados nas irregularidades do Porto de Santos, tradicional área de influência do atual presidente Michel Temer.
 
A informação foi divulgada pelo repórter Walter Nunes, da Folha de S. Paulo, que aponta que há cerca de três semanas, investigadores da PF em Santos e representantes de órgãos federais, auditores da Controladoria-Geral da União, do Tribunal de Contas da União e outros órgãos se encontraram com cerca de 10 investigados no caso.
 
E, paralelamente, há poucos dias o número dois da delegacia de Santos, Lindinalvo Alexandrino de Almeida Filho, vinha informando o diretor da unidade, Baida Filho, que hoje está de férias nos Estados Unidos, de que ele seria retirado do cargo. Almeida teria dito a Baida que a decisão era de Fernando Segovia. 
 
Ainda, que o novo delegado a ocupar a direção da PF de Santos seria José Roberto Sagrado da Hora, nome que tampouco seria de agrado de parte dos investigados. Por isso, em outra ligação, Lindinalvo disse a Baida Filho que o substituto seria outro, que estaria sob análise.  A reportagem da Folha não indicou quem seriam os investigados que possivelmente teriam influência na escolha do novo diretor da PF de Santos. 
 
Mas o próprio mandatário Michel Temer é investigado por favorecimento da operadora de terminais Rodrimar, com o Decreto dos Portos, recebendo em troca propinas, que teriam sido intermediadas pelo ex-assessor de Temer, Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que foi neste ano flagrado com uma mala de R$ 500 mil de subornos da JBS que teria como destinatário Temer.
 
Para evitar tumultos ou repercussões, a Baida Filho foi oferecido o posto de chefia da força-tarefa contra o tráfico de drogas e armas no Rio de Janeiro. Ele aceitou o cargo na última quarta-feira (20).
 
Em resposta, o número dois da PF de Santos, Lindinalvo de Almeida, disse que “ainda nada há de efetivo no que pertine a este assunto”. Já o ex-diretor Júlio César Baida Filho preferiu não se manifestar até a sua volta das férias. Já a PF de São Paulo encarou a troca com naturalidade, pela mudança da direção-geral da PF, nas mãos agora de Segovia. 
 

9 comentários

  1. Gonzaga

    No Gonzaga, tradicional bairro de Santos berço cívico de paneleiros anti kurrupissaum (do PeTe!), nobody tugiu nem mugiu acerca dessa bombástica mudança na direção da Polícia Federal, delegacia de Santos.

    Sinal que todos santistas da seleção canarinho estão de acôrdo com essa dança de cadeiras e que o irmão Treme está prestigiado.

  2. “Aparelhamento”… a palavra que entrou em desuso

    Uma das palavras mais repetidas pela mídia durante os governos do PT pelo jeito agora se tornou parte do português arcaico… o tal “aparelhamento”.

    Antigamente não importava o quanto a pessoa fosse preparada para o cargo… rapidamente vinha alguém lembrar do tal aparelhamento das instituições.

    Agora isso não existe mais… o aparelhamento atual parece mais uma formação de quadrilha… não existe nenhum tipo de constrangimento, não existe vergonha na cara…

    A imprensa adotou o governo Temer… faz alguns textinhos inofensivos falando mal do governo mas nunca atinge de forma certeira e direta.

     

  3. Temeroso em paz c/justissia tupiniquim
    O garboso golpista, atualmente exercendo o cargo de representante do Mercado, poderá convalescer sua próstata em sossego enquanto prepara a compra de parlamentares para votarem pró reforma da previdência e negocia com a Boing o fechamento da nossa Embraer. Suspeito que este ser foi criado artificialmente pelos americanos para evitarem gastos financeiros por aqui, totalmente imperfeito mas que serviu com o apoio massivo de nossa mídia.

  4. Piada pronta

    Descartaram o José Roberto Sagrado da Hora?

    ou ele será o Delegado Da Hora?

    Mas olha que legal quando o cara sabe utilizar o poder em seu favor. Ele pode escolher os delegados que vão investigá-lo.

    Se não desse muito na vista, ele arquivaria o processo por decreto.

    Deve dar uma saudade dos tempos em que foi secretário de segurança. Bons tempos aqueles, quando se podia sumir com coisas e pessoas.

    De todo modo, acho essas prerrogativas lindinhas. Isso é democracia. A escolha do mandatário pelo voto! ( Quem votou nele, mesmo?  –  Caraca, nem ele mesmo!).

    Acho que é  isso que dá moral ao nosso “mandatário” para dizer à Venezuela que esta só será aceita no mercosul quando for “um país democrático” .

     

    Impssionante!!!

     

     

      • Globo???
         

        Frederico,

        o “coment” refere-se a esse parágrafo do próprio “post” aqui transcrito na íntegra, com todos os solecismos.

        “Ainda, que o novo delegado a ocupar a direção da PF de Santos seria José Roberto Sagrado da Hora, nome que tampouco seria de agrado de parte dos investigados. Por isso, em outra ligação, Lindinalvo disse a Baida Filho que o substituto seria outro, que estaria sob análise.  A reportagem da Folha não indicou quem seriam os investigados que possivelmente teriam influência na escolha do novo diretor da PF de Santos.”

         

  5. Cidade  de Santos  terrra 

    Cidade  de Santos  terrra  de  coxinhas  natos , Nao estão nem ai para essa  noticia  … Aqui em toda Baixada Santista é 

    PSDB de cabo  a  rabo onde estão  enterrdas  as panelas vazias  logico …

    Eles nem acreditam no PRE SAL  inclusive tem  a  Sede da  Petrobras   mas nem identificação  tem  e muitos  Municipes nem sabem

    que ali  no Porto existe  a  Petrobras  do Pre Sal ….

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome