Em andamento, acareação pode esclarecer se houve ilegalidade na campanha de Dilma

Jornal GGN – Está em andamento na sede da Polícia Federal de Curitiba a acareação entre o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, e o doleiro Alberto Youssef. Os dois réus delatores da Operação Lava Jato deram versões conflitantes sobre a formação de caixa 2 com recursos desviados da estatal de petróleo, que teria abastecido a campanha da presidente Dilma Rousseff (PT) em 2010.

Segundo Costa, o ex-ministro Antonio Palocci teria solicitado R$ 2 milhões para a primeira eleição da petista. O ex-diretor da Petrobras disse que Youssef seria o responsável por operacionalizar o repasse, fruto da parcela de propina que o PP costumava herdar do esquema. Youssef negou as informações de Costa. Apesar disso, Palocci é alvo de um inquérito a pedido da Procuradoria-Geral da República, que tem interesse em saber se a eleição de Dilma está comprometida, mas não tem competência para investigar o caso.

Segundo informações de O Globo, a acareação começou pela manhã e fez uma pauta, agora no início da tarde desta segunda-feira (22), para almoço. Por enquanto, nenhuma informação sobre o conteúdo da conversa foi divulgada.

Paulo Roberto Costa está em prisão domiciliar no Rio de Janeiro, e teve de se deslocar até Curitiba na noite de domingo para fazer a acareação com Youssef, que está detido na carceragem da Polícia Federal de Curitiba desde o ano passado.

Outro fato que precisa ser esclarecido diz respeito a uma suposta doação para a campanha da ex-governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), envolvendo o ex-ministro e correligionário Edson Lobão. Costa afirmou que pediu para Youssef repassar outros R$ 2 milhões para a peeemdebista, a pedido de Lobão. O doleiro também alega que Costa deve ter se condundido, por não teve participação no ato.

Leia também:  Daniela Mercury pede ação do CNJ contra recurso da AGU sobre homofobia

A possibilidade de acareação entre Youssef e Costa já vinha sendo debatida entre os advogados dos réus e procuradores da Operação Lava Jato. O Estadão chegou a divulgar um vídeo em que os envolvidos na Operação falavam sobre o tema. Um deles chegou a dizer que acareação é como “bosta seca”: quanto mais mexe, mais fede. O Ministério Público Federal teve de vir a público reafirmar que é interesse da instituição esclarecer as falas contraditórias.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

13 comentários

  1. É isto, acareação, bate papo

    É isto, acareação, bate papo ou tabelinha entre dois sujeitos de ilibada reputação servindo de bússola para novas acusações e vazamentos seletivos contra os mesmos de sempre? Será que pessoas com Qi na casa dos 3 dígitos ainda levam a Lava Jato a sério?

    • Por isso, acho que só se

      Por isso, acho que só se deveria  ser punido quem se recusse ser corrupto para que a delação só fosse feita por gente  honesta

       

  2. Ué, dessa acareação não vai vazar nada?

    Nem nem a jato nem a conta-gotas?

    Nem um video ou audiozinho?

    Ou teremos que esperar apenas as partes que …  “vêm ao caso”?

    • Se não vazar nada é porque

      Se não vazar nada é porque foi irrelevante para o grande projeto de “salvação nacional” (de derrubar o governo atual).

  3. novo capitulo debaixo da lona

    Depois de meses de ensaios agora a prova final, a globo/tralli e seus noveleiros roteiristas finalmente apresentarão os resultados.

  4. Fernandinho Beira-Mar está

    Fernandinho Beira-Mar está esperando ser chamado para esses ESQUEMAS de delação premiada. Sabe cumé, Fernandinho é um bandido, mas a palavra dele vale muito…. especialmente se for contra o PT…

    E mais… ele deve querer os mesmos benefícios desses dois aí… inclusive os milhões depositados nas contas….

    Negócio da China e das Arábias isso aí… para os bandidos, claro!

  5. Acareação

    Meus amigos alguém duvida que desta reunião entre estes dois senhores  de ” reputações ilibidas” sairam mais mentiras do que verdades? Ora,depois de meses de delações “privilegiadas'”  há sentido em fazer um negócio desse?  todos nós já sabenos quais são ou qual é a finalidade desta operação lava jato. Vamos aguardar a decima quinta, a décima sexta, a décima sétima, a décima …e por ai vai fase desta operação maluca que possui um único obejetivo: detona o LULA.

  6. Acareação

    Meus amigos alguém duvida que desta reunião entre estes dois senhores  de ” reputações ilibidas” sairam mais mentiras do que verdades? Ora,depois de meses de delações “privilegiadas'”  há sentido em fazer um negócio desse?  todos nós já sabenos quais são ou qual é a finalidade desta operação lava jato. Vamos aguardar a decima quinta, a décima sexta, a décima sétima, a décima …e por ai vai fase desta operação maluca que possui um único obejetivo: detona o LULA.

  7. Será que eles já treinaram

    Será que eles já treinaram bem para dar a resposta que nosso Deus, ops, Juiz quer ouvir. E tem que ser bem coordenadinha, senão, essa famosa acareação não sai.

  8. Não existe essa de esclarecer

    Não existe essa de esclarecer “falas contraditórias”. È impossível se conciliar contradições. Exemplo: 

    -Delator 1: O João bateu na Maria

    -Delator 2: O João não bateu na Maria. 

    Como conciliar isso? Qualquer tipo de conciliação seria escamoteação. Um dos dois mentiu. Em que implica isso se for possível se identificar o mentiroso? Pela lógica(não posso falar “no Direito” porque não sou especialista) a completa anulação da delação premiada do mesmo.

    Se persistir a incongruência deveriam ser anuladas das duas delações com consequente suspeita acerca de todas as demais.

    Mas não tenhamos esperança: darão um jeitinho para conciliar o inconciliável. A Operação Lava Jato pode tudo. 

     

  9. Por quê?

    Por que a acareação não foi transmitida ao vivo? Quando é para um bandido dizer o que quer, sem o menor resquício de provas, desde que contra o PT e aliados, tudo funciona como uma entrevista coletiva à imprensa.  

  10. Pelo que os cidadãos de bem e

    Pelo que os cidadãos de bem e mais atentos podemos perceber quem mais parece “bosta seca” são os veículos da mídia comercial (e seus pitibulls acéfalos), os procuradores do MPF, alguns delegados e outros da PF e juízes falastrões como GM; esses aí já fedem muito, sem mexer. Se os revirarmos e procurarmos coerência, lisura e cumprimento da Lei nos procedimentos desses caras, aí o fedor se torna insuportável, semelhante a excremento recentememente produzido. Bosta seca é fichinha perto dessa galera.

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome