Ex-secretário de Saúde Sérgio Côrtes é liberado por Gilmar


Ex-secretário estadual de Saúde, Sergio Cortes – Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, determinou a soltura do ex-secretário estadual de Saúde do Rio, Sérgio Côrtes, preso em abril do último ano em desdobramento da Operação Lava Jato no Rio.
 
A investigação, relacionada ao ex-governador Sérgio Cabral, sustenta que fraudes em licitações para a compra de próteses ao Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Estado teriam desviado R$ 300 milhões.
 
Gilmar havia autorizado, por meio de Habeas Corpus, a liberação dos empresários do setor de saúde, Miguel Iskin e Gustavo Estellita, que foram presos na mesma Operação em dezembro do último ano.
 
Em novembro, Côrtes havia admitido que usou recursos de Iskin para financiar as campanhas do governador Luiz Fernando Pezão (MDB) e do candidato à Prefeitura do Rio, Pedro Paulo (MDB). 
 
Como defesa, Côrtes pediu a extensão da decisão de Gilmar, que foi aceita pelo ministro e a prisão foi substituída por medidas cautelares.
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Ex-PM acusado de matar Marielle tinha empresa perto do local do assassinato

1 comentário

  1. “Irmão”

    Sérgio Côrtes e Miguel Iskin trocaram e-mails. O títutlo do e-mail era “irmão”. Alguém duvida que o Brasil ainda é comandado pela maçonaria? Gilmar Mendes é um super maçom, outros ministros também. Está complicado viver em um país onde esses “irmãos” fazem de tudo para se proteger e aplicar as leis somente aos que não são do grupo deles.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome