“Fiquei muito feliz”, disse Moro por decisão do STF sobre HC de Lula

O magistrado de Curitiba deu um recado direto em palestra pública aos ministros do Supremo 
 

Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – Um dia antes de o Supremo Tribunal Federal (STF) poder julgar a revisão da prisão em segunda instância, o juiz da Lava Jato em Curitiba, Sérgio Moro, decidiu elogiar o julgamento do Habeas Corpus de Lula, que o permitiu ordenar sua prisão.
 
“Fiquei muito feliz com o julgamento da semana passada. O STF merece todos os elogios. Impediu uma grande retrocesso”, disse Moro, a uma plateia de cerca de 2 mil pessoas, na tarde desta terça-feira (10), no Forum da Liberdade, em Porto Alegre.
 
O magistrado decidiu participar de duas palestras públicas ainda hoje, um dia antes de o STF possivelmente colocar em pauta de julgamento as Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) que questionam a prisão a partir da segunda instância.
 
“Não se pode construir um processo penal que impeça que pessoas poderosas permaneçam impunes porque tem condições de manipular o sistema para impedir que um caso concreto chegue ao fim”, disse ainda, sem mencionar diretamente o caso de Lula.
 
Para Moro, o Brasil ainda tem um ambiente institucional que “favorece a corrupção”. Segundo essa linha, o magistrado de Curitiba defendeu “reformas mais amplas”: “É necessário ter reformas mais amplas para diminuir incentivos à corrupção. Isso que chamamos de loteamento político de cargos públicos se encontra na raiz dos problemas da Petrobras”, disse.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  ABJD repudia perseguição a juízes

23 comentários

  1. aechim, $erra

    fhc, mi$$hell, $irney, alckmim………….

    São tantos poderosos que o xerife texano tupiniquim vai enquadrar.

    Dá-lhe meu herói.

  2. Esse é mais.parte no processo
    Esse é mais.parte no processo do que julgador………
    Temos os componentes do judiciário que vivem de vaza a jato, outros vivem de Lula…..

  3. A felicidade de Moro é

    A felicidade de Moro é temporária. Um juiz que condena uma pessoa sem provas não é digno de fazer parte de uma instituição que tem por objetivo fazer a justiça. O tempo e a história não perdoa aqueles que agem de maneira perversa, só pelo prazer do mal. Lula tem brilho próprio e a verdade prevalecerá. É só uma questão de tempo,Moro… isso pode ser rápido ou lento… mas um dia emergirá…

  4. pobre coitado

    Nassif,

    Escrevo porque tenho certeza quanto à existência deste cidadão, ele é real.

    Fala desta maneira porque tem um guarda-chuva permanente para protegê-lo de qualquer possibilidade de dúvida quanto à sua retidão de propósitos rsrsrsrs – exemplo rasgado é o do advogado Tacla Durán, que denunciou a chantagem por parte do sócio da mulher do cidadão, assim como também denunciou a indústria de advogados de defesa que foi montada na capital paranaense. O cidadão não permitiu Tacla Durán, sob o pretexto chulo de que se tratava de um fugitivo.

    Pelo que acaba de ocorrer, fica evidenciado recebeu ordens para “torturar” Lulalá, ao mantê-lo permanentemente isolado dos outros presos e não autorizar visitas, a não ser aquelas que ele, SMoro, entende como possíveis. Em minha opinião, este ritual de sadismo pode significar uma longa permanência de Lulalá na sua solitária, mas sem algemas, yes…., já que deixa transparecer o entendimento do novo dono do patropi, a CIA, quanto à dor de cabeça que seria a movimentação política de um Lulalá livre, leve e solto – já está trancafiado e de lá não sairá tão cedo, é a minha opinião certamente antipática para muitos.

    Os golpistas são profissionais, um fato incontestável, e muito de ruim ainda acontecerá à maioria das pessoas da agora colônia americana, taí o pré-sal; submarino nuclear e estrutura da engenharia nuclear nacional; eletrobrás- o maior sistema elétrico do mundo; cessão do espaço aéreo ( quem domina o céu domina tudo); base de Alcântara sem questionar os termos propostos pelo novo patrão; infraero e muito mais, em outros termos, toda a infraestrutura de um país que era a 5ª maior economia do planeta entregue numa bandeja de plástico.

    O cidadão foi contratado para fazer o serviço, lhe foi dado o suporte necessário e o pobre coitado, nada mais que um medíocre, fez o combinado e ainda abanou o rabo para agradecer a oportunidade que deram a ele. 

     

     

  5. pobre coitado

    Nassif,

    Escrevo porque tenho certeza quanto à existência deste cidadão, ele é real.

    Fala desta maneira porque tem um guarda-chuva permanente para protegê-lo de qualquer possibilidade de dúvida quanto à sua retidão de propósitos rsrsrsrs – exemplo rasgado é o do advogado Tacla Durán, que denunciou a chantagem por parte do sócio da mulher do cidadão, assim como também denunciou a indústria de advogados de defesa que foi montada na capital paranaense. O cidadão não permitiu Tacla Durán, sob o pretexto chulo de que se tratava de um fugitivo.

    Pelo que acaba de ocorrer, fica evidenciado recebeu ordens para “torturar” Lulalá, ao mantê-lo permanentemente isolado dos outros presos e não autorizar visitas, a não ser aquelas que ele, SMoro, entende como possíveis. Em minha opinião, este ritual de sadismo pode significar uma longa permanência de Lulalá na sua solitária, mas sem algemas, yes…., já que deixa transparecer o entendimento do novo dono do patropi, a CIA, quanto à dor de cabeça que seria a movimentação política de um Lulalá livre, leve e solto – já está trancafiado e de lá não sairá tão cedo, é a minha opinião certamente antipática para muitos.

    Os golpistas são profissionais, um fato incontestável, e muito de ruim ainda acontecerá à maioria das pessoas da agora colônia americana, taí o pré-sal; submarino nuclear e estrutura da engenharia nuclear nacional; eletrobrás- o maior sistema elétrico do mundo; cessão do espaço aéreo ( quem domina o céu domina tudo); base de Alcântara sem questionar os termos propostos pelo novo patrão; infraero e muito mais, em outros termos, toda a infraestrutura de um país que era a 5ª maior economia do planeta entregue numa bandeja de plástico.

    O cidadão foi contratado para fazer o serviço, lhe foi dado o suporte necessário e o pobre coitado, nada mais que um medíocre, fez o combinado e ainda abanou o rabo para agradecer a oportunidade que deram a ele. 

     

     

  6. E o STF, antigo “Olimpo” da magistratura…

    … ao que parece, ficou sensibilizado com a “felicidade” do Juiz de Curitiba.

    O Ministro Marco Aurélio adiou o julgamento da ação do PEN, marcada para amanhã. 

  7. Além de imbecil, cretino. Só

    Além de imbecil, cretino. Só num país de merrecas-entogados é que tais estropícios vicejam. Houvesse um mínimo de decência no cnj, né, dona carmencita, e as suspeições contra esse coisa teria sido definida há muito tempo. Mas, como a dona carmencita se enrosca-de-medo do desMoronado e da globosta, fica o imbecil-cretino mandando e desmandando no que resta dos frangalhos da dita constituição federal. Nem a constituição imposta pela milicada foi tão vilinpendiada pelas antas. Agora, o cara ser o juiz da sentença (macabra, por não necessitar de comprovação dos atos assediados) e,também, mandar na juízita da execução penal, não seria demais, ó, corregedor-de-araque? Não teria de proibir que ele se metesse na execução da sentença e, ao mesmo tempo, demitir a juizita a bem do serviço público? Aguardemos…

  8. Felicidade do juiz de piso

    Felicidade do juiz de piso pode estar com os dias contados. Alexandre de Morais pode votar contra a prisão em segunda instância, haja vista que Temer, Aécio, Narigudo “o Santo do pau oco”  e Morcegão estão na mira da lava jato. Rosa Weber já era!

    • Será?

      Processos envolvendo tucanos demoram uma eternidade…

      Sem contar que mesmo com provas, pode faltar convicção.

      Mas, se o plano no  “século do judiciário” for de “eleger” um magistrado para governar o país, os politicos citados podem estar de fato na mira.

       

       

  9. Condenar e mandar para prisão

    Condenar e mandar para prisão um senhor de 72 anos é fácil, eu quero ver é tirar 40 milhões da pobreza. Diz ai, Moro?!

  10. Esse ai não tem hoje nenhum
    Esse ai não tem hoje nenhum poder de influência sobre os membros do STF. No maximo, talvez, Rosa Weber atenda a seus telefonemas mas se ela fosse influenciável pelas pressões morianas nao teria de inicio votado contra a execução antecipada de pena. O jogo não está sendo jogado mais em Curitiba e sim em Brasília. Moro já é carta fora do baralho

    • Prisão Preventiva de Lula

      André:

      Mesmo se fosse verdade o que você está afirmando e o STF concedesse a liberdade de Lula por uma votação de uma liminar ou das ADC’S que afirmasse a impossibilidade de prisão para execução da pena após o julgamento de 2ª instância, Moro já tem tudo acertado com o Departamento de Justiça norte-americano, os procuradores da Lava Jato, os procuradores de Brasília , com os desembargadores do TRF-4 e com o procurador Marun, de Porto Alegre, que pediu, ilegalmente, a prisão de Lula antes de esgotados todos os recursos no TRF-4.

      É simples: para manter Lula preso, os procuradores da Lava Jato ou os procuradores de Brasília, onde Lula responde por vários processos ainda não julgados, vão pedir sua prisão preventiva e Moro ou os juízes de Brasília, respectivamente, já estão prontos para aceitá~la.

      Espero estar errado mas, infelizmente, Lula deve ficar um bom tempo sequestrado por esses elementos.

  11. Felicidade
    “foi se embora e a saudade no peito ainda mora, porque que se qua a falsidade não tem hora”… A verdade tarda mas aparece!!!

  12. Caro senhor juíz de primeira

    Caro senhor juíz de primeira instância Sergio Moro,

    O senhor, na posição de juíz, não pode opinar sobre assuntos pertinentes aos legisladores. Na posição de cidadão, ok. Qual deles é o senhor? Estaria o senhor misturando as suas atribuições de juíz, pago (e muito bem pago) com o suor do povo brasileiro, com suas opiniões pessoais? Juiz julga de acordo com os autos, não cabe a ele mudar leis, não dotado de legitimidade e de votos para isso. Não é previsto em lei e não cabe.

    Outra pergunta: qual a opinião do senhor sobre quem utiliza auxílio-moradia mesmo já residindo em local próprio? E se este auxílio-moradia, pago com o suor do povo brasileiro, excede alguns milhares de reais por mês – mais do que o salário da maioria da nossa população? Seria isto corrupção? É algo moralmente válido?

    Agora, sobre o Excelentíssimo Presidente Lula, líder mundial, considerado por milhões de brasileiros o maior Presidente da nossa História – a condenação pelo senhor proferida, excelência, não altera isso – eu gostaria de lhe perguntar: quais as provas para a pena concedida pelo senhor ao Presidente, de mais de nove anos de prisão? O senhor poderia apresentá-las ao povo brasileiro?

    Uma outra pergunta, e aqui mais uma curiosidade pessoal minha: o senhor dorme tranquilamente à noite? Coloca a cabeça no travesseiro e fica em paz? Como é a sensação de condenar o maior brasileiro de todos os tempos, num processo que muitos consideram sem provas? Como é saber que um homem hoje está privado de sua liberdade por uma ação do senhor?

    E finalmente, eu gostaria de saber: como é saber que Lula é a História e você não será lembrado nem daqui cinco anos? Como é saber que Lula será um nome importante por séculos e você, nada? 

    Saudações respeitosas. 

     

  13. Pitaco Musical

    Vingança (letra pronta)

    Moro ao Lula

    Eu gostei tanto, tanto
    Quando me contaram
    Que lhe encontraram no Sindicato
    Pronto a se entregar

    E que quando os seus amigos do peito
    Por mim perguntaram
    A emoção cortou sua voz
    Não lhe deixou falar

    Mas eu gostei tanto, tanto
    Quando me contaram
    Que tive mesmo de fazer esforço
    Pra ninguém notar

    Lula ao Moro

    O remorso talvez seja a causa
    Do seu desespero
    Você deve estar bem consciente
    Do que praticou

    Me fazer passar essa vergonha
    Com os companheiros
    E a vergonha é herança maior
    Que minha mãe me deixou

    Mas enquanto houver força em meu peito
    Eu não quero mais nada
    E pra todos os santos vingança,
    vingança clamar

    Ela há de rolar qual as pedras
    Que rolam na estrada
    Sem ter nunca um cantinho de seu
    Pra poder descansar

  14. O Capeta o aguarda para o

    O Capeta o aguarda para o acerto de contas, deixa estar… Não li A banalidade do mal, acho que está na hora de arrumar um exemplar para ler.

  15. Eu também sou contra a impunidade de poderosos

    Portanto, sou a favor de que o Moro pague por seus crimes. Sou a favor de que Aécio Neves pague por seus crimes e sou contra a impunidade dio Mihcle Temer. Se o Moro fosse contra a impunidade dos poderosos, ele não teria indeferido as perguntas que o Eduardo Cunha encaminhou ao Michel Temer que desmascararia esse criminoso safado.

    $érgio Camundongo Moro, não superestime nossa burrice.

    P.S. Receber auxílio moradia mensalmente sem fazer jus a tal penduricalho é crime de apropriação indébita. E não importa se os superganhos dos barnabés do judiciário não são reajustados anualmente, como determina a lei. O fato é que uma ilegalidade não justifica outra. E você, Moro, não vai ficar impune. Você será julgado num Tribunal Popular e executado pela plebe rude.

    Precisamos de um Bogotazo para ontem.

  16. Um juiz da Justiça Federal

    Um juiz da J não é parte no Habeas Corpus requerido pelo réu. Ao mostrar em público que ficou feliz com a denegação do HC a Lula, Sérgio Moro apenas evidenciou sua falta de imparcialidade. E isso compromete a higidez e a legitimidade do processo que ele conduziu.

  17. Nassif;
    O problema deste

    Nassif;

    O problema deste verme não é psíquico, o problema dele é de falta caráter, narcisismo, egoismo, ódio, preconceito, rancor. Este cara se tiver alma, certamente ela é imunda.

    Além de tudo é hipócrita, pois quando a história trouxer a tona a comprovação das denuncias do Tacla Duran, vamos ver como ficará esta ameba e sua alma gêmea.

    Olhar para esta figura me dá asco.

    Genaro

  18. Ato falho de Moro

    Moro declarou, com todas as letras, que impedir a manipulação é inaceitável para ele: “Não se pode construir um processo Penal que impeça que pessoas poderosas permaneçam impunes porque tem condições de manipular o sistema.” É um ato falho que merece toda a atenção.

    No julgamento do habeas corpus de Lula, Celso de Mello afirmou que não se pode desobedecer as leis, descumprir a Constituição, para acelerar julgamentos. Se o problema é o excesso de recursos, façam-se leis e até emendas constitucionais para reduzi-los. O problema, para Moro e os homens de bens, é que isso dificultaria muito que poderosos, com a ajuda de juízes bonzinhos, possam manipular a justiça até prescrever o processo. Deixar a decisão nas mãos de cada juiz ou procurador (que pode ser leniente e não acusar os expedientes usados para protelar o processo) permite que os  homens de bens continuem saindo livres e só os inimigos da opinião publicada sejam castigados, mesmo sem culpa.

     

  19. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome