Foi Gerum quem pediu prisão de Lula para impedir “resistência” junto ao povo

Jornal GGN – O jornal El País divulgou nesta sexta-feira (6) a informação de que partiu do Ministério Público Federal da Quarta Região a iniciativa de demandar a prisão imediata de Lula na Lava Jato, após o Supremo Tribunal Federal ter rejeitado o habeas corpus preventivo. Foi o procurador Maurício Gerum quem apelou para Lula ser preso o quanto antes, argumentando que o petista vem usando a estrutura do PT e movimentos sociais para criar um ambiente de “resistência” contra a sentença do caso triplex.
 
“O réu Luiz Inácio tem invariavelmente utilizado sua grande capacidade de articulação política para enfrentar, de forma ostensiva e acintosa, a ação penal e as condenações que sofreu. Não se critica o inconformismo natural a qualquer réu que não aceita a pena que lhe é imposta, mas sim a utilização de uma estrutura partidária para dar vazão, com ampla repercussão na imprensa, a palavras de efeito que nada mais fazem do que semear o descrédito no Poder Judiciário, com o único propósito de garantir a impunidade dos crimes pelos quais foi condenado”, escreveu o procurador.
 
Segundo o El País, na visão de Gerum, Lula tem utilizado a “comoção popular em seu benefício político, o que justificaria inclusive uma prisão preventiva.” 
 
O procurador ainda disse que a prisçai serve “não só para estancar essa sensação de onipotência, mas também para evitar que esses movimentos manipulatórios das massas atinjam níveis que tragam dificuldades extremas para fazer valer a lei penal.”
 
O pedido de Gerum entrou no sistema do MPF às 12h17 da quinta (5). O Tribunal Regional Federal da 4ª Região notificou Sergio Moro às 17h31. Antes das 18h, o juiz de piso decretou a prisão de Lula.
 
Lula tem até as 17h desta sexta (6) para se entregar a Polícia Federal em Curitiba.
 
Leia a matéria do El País aqui.

Cintia Alves

Cintia Alves é jornalista especializada em Gestão de Mídias Digitais. Ingressou como repórter no Jornal GGN em 2014, participando da cobertura e produção de documentários sobre a Operação Lava Jato. Atualmente é editora e coordena a produção do canal TV GGN, no Youtube, entre outros projetos.

9 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Inacreditável
    Mais uma prova, de resto desnecessária, de que se trata de prisão política e de. que o Direito acabou no país.
    O MP é hoje a maior ameaça institucional à democracia e à paz social. Numa nova constituição seus poderes e mesmo sua existência nos moldes atuais devem ser revistos. E como diz o professor Streck, alterar a forma de avaliação para ingresso no serviço público de agentes em áreas sensíveis para a defesa do Estado de Direito.
    STF, sua covardia em breve lhe cobrará o preço em forma de absoluta irrelevância institucional e substituição pelo guarda da esquina, ou pior, por generais tacanhos, juízes e procuradores vergonhosos de fama e fortuna às custas da destruição de um país. O que os faz pensar que serão poupados da tragédia?

    Sampa/SP, 05/04/2018 – 15:57 (alterado às 16:01)

    #Brasil livre do fascismo

  2. Tucanos picaretas querem tirar casquinha e seu minuto de fama

    Esse desembargador é mais um safado picareta demotucano que quer seu minuto de fama. Depois de toda publicidade, “oba oba” e comoção que esses delinquentes fizeram para prender Lula, inclusive, com a ajuda da grande mídia, vem me falar isso. Pau nesse cara de pau!

  3. Tucanos picaretas querem tirar casquinha e seu minuto de fama

    Esse desembargador é mais um safado picareta demotucano que quer seu minuto de fama. Depois de toda publicidade, “oba oba” e comoção que esses delinquentes fizeram para prender Lula, inclusive, com a ajuda da grande mídia, vem me falar isso. Pau nesse cara de pau!

  4. Canalha
    Na verdade usou motivos extraprocessuais, sem observar prazos etc.
    Motivos políticos.
    Merda de país este onde instituições do ESTADO fazem o que querem, como querem e quando querem.

  5. Procuradores FERRABRÁS

    Procuradores FERRABRÁS querem a prisão do Lula por causa de um AP que não era dele, e ficam olhando o Temer entregar o

    pré-sal, a EMBRAER, destruindo a PETROBRÁS e ficam calados. As vezes me pergunto, será que esses caras teêm cérebro?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador