Fux mantém crime de formação de quadrilha a condenados da AP 470

Jornal GGN – O ministro relator Luiz Fux votou por rejeitar todos embargos infringentes do crime de formação de quadrilha dos condenados pela Ação Penal 470, hoje (26), no Plenário do Supremo Tribunal Federal. Fux defende manter as penas de formação de quadrilha a Delúbio Soares, José Dirceu, José Genoino, José Roberto Salgado, Kátia Rabello, Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, nessa respectiva ordem.

Na quinta-feira passada (20), o ministro Luiz Fux leu o relatório referente a embargos de cinco dos condenados e, em seguida, foram apresentadas as defesas de Delúbio Soares, José Dirceu, José Genoino, José Roberto Salgado e Kátia Rabello.

Ainda serão analisados hoje (26) embargos infringentes de João Paulo Cunha, João Claudio de Carvalho Genu e Breno Fischberg pela rejeição das penas do delito de lavagem de dinheiro.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Caso Adélio é encerrado e aumenta as suspeitas sobre o atentado contra Bolsonaro

11 comentários

  1. pavão

    Vcs estavam acreditando que esse pseudo guitarrista metido a roqueiro e atualmente travestido de juiz da ex suprema corte iria contrariar a CONFRARIA? E o medão de sair do foco dos holofotes da mídia tucana? A resposta será dada a esses mequetrepes serelepes  e outros eques mais em outubro próximo.

  2. Cego em tiroteio

    Esse  traste foi  o presente de Cabral a Lula,  essa  figura nunca leu o processo da AP 470  e sempre demonstrou estar mais por fora do que cego em tiroteio, dai que repetia o bordão “voto com o relator” e quando abriu essa boca de chupar ovo só disse  asneiras, como por exemplo que seria prova da existência do mensalão  um beijo enviado  via email  de uma secretåria para seu chefe

  3. Embargos Infringentes da AP 470

    O relator dos embargos e garoto de recados de Barbosa, Luiz Fux, como até as pedras do fundo dos rios já sabiam, negou provimento aos embargos e confirmou as condenações pelo delito de quadrilha.

    Após o voto do relator dos embargos, votou o Ministro Barroso. Ele votou no sentido de considerar a prescrição da pretensão punitiva em relação ao delito de quadrilha. Afirmou também que se a tese da prescrição da pretensão punitiva não for acatada, votará pela absolvição no delito de quadrilha.

    A Ministra Carmen Lúcia questionou Barroso em relação a prescrição da pretensão punitiva e já adiantou que manterá o seu convencimento anteriormente assentado, em 2012. Convencimento este favorável a absolvição dos réus condenados provisoriamente pelo delito de quadrilha.

    Para variar, perdão, para não variar, Joaquim Barbosa, demagogo, populista e verdugo que é, interrompeu insistentemente o voto de Barroso. É um palhaço que está sentindo que a sua farsa encomendada está para cair. Pelo menos em parte.

    Ao final da sessão, os Ministros Dias Tóffoli e Ricardo Lewandowski adiantaram seus votos em relação ao delito de quadrilha, absolvendo os réus. 

    Falta agora os votos de outros seis ministros, entre eles Teori Zavaski e Rosa Weber. A Ministra já votou pela absolvição em 2012 e Teori, ao que parece, votará também pela absolvição neste delito. 

    Portanto, temos já confirmado o “placar” de 04 à 01 a favor da absolvição do delito de quadrilha, faltando apenas mais 02 votos (que possivelmente serão dados por Rosa Weber e Teori Zavaski) para que os réus injustamente condenados por quadrilha sejam, finalmente, absolvidos.

    A sessão foi encerrada agora e o julgamento recomeça amanhã, às 10:00 horas da manhã.

  4. Fux, comparou a gente o tempo

    Fux, comparou a gente o tempo todo ao bando de Lampião… Depois de uma de Ayres Britto e começou a poetar, puxou Fernando Pessoa; ainda bem que não era nada de sua autoria… Tb saiu com um negócio esquisito de ” gordura periférica” mas no final foi aquilo mesmo, condenou todo mundo a tudo e mais alguma coisa.

    Barroso foi votar e aí começou a ficar legal; qdo JB sentiu que o Barroso ia acompanhar os vencidos, começou o barraco; tá falando de que, Minsitro Barroso? Isso aí é discurso político, não é voto técnico; que proporcionalidade é essa? Onde está isso no Código Penal? Deu uma crise das fortes mesmo. Tremeu, espumou girou a toga pra um lado e depois pro outro. Um evento! O outro, o Barroso, daquele jeito, entendo o seu ponto de vista e… continuava lendo o voto. Mas Barbosão é Barbosão e vinha de novo,  daí o Toffoli ( tá isso foi uma surpresa ) resolveu o comprar o barulho do Barroso e mandou a forte; todo mundo escutou V. Excia durante dias e horas seguidas com o maior respeito e sem qq interrupção e, só pq o colega tá votando de forma diversa, V.Excia não quer escutar??? Aí o JB, disse que Toffoli estava sendo hipócrita ( acho que ele nem ouviu ) pq já tava aquela zuêra… Daí, Carmem Lucia achou de ir logo comunicando que manteria sua posição… JB, como sempre tratou de encerrar a sessão mas o Ministro Lewandowski disse que dava tempo, que em 15 min. todo mundo votava… e que podiam ficar até as 20h, evitando a sessão extraordinária de 5ªf…; aí não prestou pq JB xisnoveou o parceiro em plenário, não podiam seguir com a sessão pq GM tb queria participar do debate… Então a bancada dos sem quaadrilha,adiantou o voto e sobrou pro Ministro Teori, que se não for sequestrado, abduzido, desaparecido… desempata amanhã; Tá ferrado pq vai pegar JB e GM quicando logo cedo. No lugar dele eu passaria a noite num abrigo anti-nuclear e sem telefone. Hoje, foi punk…

    • A Incerteza !

      . Então a bancada dos sem quaadrilha,adiantou o voto e sobrou pro Ministro Teori, que se não for sequestrado, abduzido, desaparecido… desempata amanhã.

      Ri muito deste trecho, pois queria acreditar na vitória hoje e só terei certeza amanha. Qualquer percurso ate amanha será um caminho infinito.

      A certeza!

    • Isso não é um comentário, é

      Isso não é um comentário, é uma crônica, com fina ironia, do que aconteceu hoje. Muito bom!!! Arrasou!!! Morri de rir e está tudo ai. Parabéns!

  5. Fux é o pior ministro do STF!

    Fux é o pior ministro do STF! Digo isso porque ele é o tipo que não tem nenhum interesse em fazer justiça. Hoje, ao votar pela improcedência dos embargos infringentes, ele repetiu várias vezes que estava defendendo o grupo que se sagrou vencedor no julgamento da AP470. Ou seja: Pouco lhe interessa que seu voto seja ou não justo, o que interessa é defender o ponto de vista dos que condenaram os réus da AP470 por crime de formação de quadrilha. Um juiz sério e honesto não tem medo de rever seu posicionamento se posteriormente for convencido de que cometeu uma injustiça. Ele não! O que lhe interessa é defender o posicionamento do grupo majoritário do STF. É um verdadeiro babão! O que lhe interessa é se sair bem na foto! Depois de dizer para o José Dirceu que “matava no peito” e após ouvir de Dirceu que esperava no futuro que os indicados para o judidiário não precisassem ficar implorando pelo cargo, ficou contrariado e resolveu se vingar e, especialmente, se aliar com quem tinha força no STF, assumindo a posição que assumiu. Conheci, quando na ativa no serviço público, muitos funcionários que atuavam como Fux, sempre pensando em subir custe o que custar e caia quem cair. Considero esses tipos uns psicopatas. Agem calculadamente e como não tem sentimentos, não importam o sofrimento que possam causar.

  6. Questão de Bulyng

    Nassif: é preciso dizer a muitos que eles têm de entender o lado do ministro Fux. O culpado de tudo foi o Zé Dirceu que, quando todo poderoso na Casa Civil deixou o coitado do ministro (ainda estava no STJ) num cha de cadeira por horas, quando ele já peregrinava pelo Congresso e pelo Planalto, buscando o necessário, pensando no Supremo. Sei não; mas pra mim é caso incontroverso de “bulyng”.

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome