Governo Alckmin pagou 290% a mais à OAS por Rodoanel Norte

 
Jornal GGN – A Polícia Federal investiga o contrato da empreiteira OAS com a empresa Dersa, controlada pelo governo paulista Geraldo Alckmin (PSDB), nas obras do Rodoanel Norte, que sem ouvir técnicos recebeu R$ 390 milhões de recálculo de um trecho adicional. Para o incremento do que representou 290% a mais do custo da terraplanagem do espaço, a estatal paulista assinou um relatório produzido pela própria OAS.
 
O documento da empreiteira precisava ter a confirmação de um técnico responsável especialista, como geólogo ou geotécnico, afirma reportagem da Folha de S. Paulo. Mas não tem. O relatório apenas afirma que o projeto original da Dersa não previu a grande quantidade de rochas existentes no local, que dificultavam a terraplanagem e justificariam o aumento de 290% no custo do serviço.
 
A empresa controlada pelo governo estadual de Alckmin concordou com o argumento, sem consultar as áreas técnicas ou especialistas, incluindo os próprios setores de Projeto da Dersa – que supostamente teria errado ao não prever as condições expostas – e o Planejamento. 
 
A obra que hoje não apresenta nem metade de sua conclusão deve, ainda, receber outros aditivos que acrescentarão ao menos 10% no valor total da obra licitada, em 2012, prevista à época pela quantia de R$ 3,9 bilhões. 
 
De acordo com a reportagem, que não especificou em sua manchete de capa, título ou linha-fina a relação da obra com o governo tucano, as obras também atrasaram pela demora nas desapropriações – uma responsabilidade, também, do governo estadual para o Rodoanel Norte. Com isso, a obra prevista para março deste ano ficou para 2018. 
 
Agora, a PF de São Paulo investiga em inquérito os aditivos no contrato que reajustaram a terraplanagem, em setembro de 2015. Os documentos são alvos de interesse não somente os investigadores do núcleo paulista, como também da equipe da Lava Jato, uma vez que contratos da OAS para grandes obras, como nos casos da Petrobras, são investigados.
 
Além da OAS, o Consórcio Mendes Júnior-Isolux, a Acciona Infraestrutura e a Construcap-Copasa também são responsáveis por outros lotes do Rodoanel Norte. Apesar de o maior aumento ocorrer no lote 2, da OAS, todos eles sofreram aditivos semelhantes, em apuração na PF.
 

8 comentários

  1. não pode ser

    alckimin???……………o homem honesto???

    lembram daquele deputado federal por sp, ao votar o impedimento???

    ¨meu estado, que é governado há 20 anos, por homens honestos¨……

     

  2. Caro Nassif
    Não falem assim

    Caro Nassif

    Não falem assim do Ackmin.

    Todo o STF o defende com garras, unhas e golpes.

    Ele é insuspeito, até para os mais suspeitos.

    Já conseguiram jogar nas costas dos alunos,  a culpa do desvio das merendas?!

    Saudações

     

    • obras do rodoanel

      Se todos fossem do PSDB não  aconteceria a Lava Jato.São os impolutos sacramentados .São os habitantes do Olimpo do STF e da Midia.

       

  3. Governo Alckmin pagou 290% a mais à OAS

    Em São Paulo, feudo tucano já fazem décadas, se descobre parte do dinheiro da corrupção, os contratos fraudados e os corruptores.

    O corruptos nem pensar !

    Essa lenda tem bem mais do que os 50 tons de cinza, tem bilhões sumidos no pantanal de instituições controladas pelo tucanismo corrupto que por lá impera.

    Desnecessário lembrar tal é a quantidade de “obras”. Obram à vontade.

    Pedir alguma providência ao CNMP ou CNJ é bradar no deserto.

    Como dizem, é tudo a mesma sopa. Caldão velho de guerra encorpado com mil e uma maracutaias. Mas sempre vale repetir palavras de um certo juiz: “não vem ao caso”.

     

    • Corrupção

      Prezado, 

      Você acredita que o feudo tucano é somente em São Paulo? Acredito que em todo país há feudos de todas as estirpes.Supostamente apenas há o agravante de o estado de São Paulo só perder para o feudo federal em tamanho de maracutaias.

  4. É pecado isso?

    “De acordo com a reportagem, que não especificou em sua manchete de capa, título ou linha-fina a relação da obra com o governo tucano…”

    Quanto absurdo! Duvidar da isenção do PIG…

    Perdoai-os, São Josemaría Escrivá de Balaguer!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome