Investigado da Lava Jato diz que foi “chantageado e intimidado” pela PF

 
Jornal GGN – Um réu da Operação Lava Jato denunciou que foi “coagido, chantageado e intimidado” pelos delegados da força-tarefa, em interrogatório. Trata-se do assessor do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), Paulo César Roxo Ramos, que foi preso preventivamente em abril deste ano.
 
Ao juiz Sergio Moro, Ramos disse nesta segunda-feira (29) que ouviu dos membros da Polícia Federal que “se não falasse o que o delegado queria ouvir”, a sua prisão seria convertida em definitiva.
 
“Fui coagido, chantageado, intimidado ostensivamente de maneira pouco usual. Acima do que aceitável, entendo eu, pelo código de conduta da carreira do servidor”, denunciou.
 
Alvo da 28ª fase da Operação Lava Jato, denominada de “Vitória de Pirro”, a etapa investiga a cobrança de propina para evitar a convocação de empreiteiros em comissões parlamentares de inquérito sobre a Petrobras. Gim Argello seria um dos beneficiários.
 
Para os investigadores, Paulo César Roxo Ramos teria recebido a propina, em dinheiro vivo, cerca de 250 mil euros, em nome de Argello, e que assim não convocaria executivos de empreiteiras. Quem teria pago a propina seria o lobista Julio Camargo. 
 
Com a denúncia, a PF encaminhou ao Ministério Público Federal (MPF) cópias dos vídeos do interrogatório para serem juntadas aos autos do processo. Para os delegados, não houve coação ao investigado.
 
“Diante dos fatos, afigura-se lamentável a deslealdade, imoralidade e falta de ética do investigado e de sua defesa técnica ao imputar falsamente a prática de crime pelas autoridades”, defenderam os procuradores da República, em petição anexa na tarde desta segunda.
 
Entretanto, não se sabe se o vídeo anexado é referente aos dois depoimentos prestados pelo investigado. Um deles, no dia 14 de abril, teria ocorrido com a presença de procuradores da República, e teria sido tratado de maneira correta. Mas no dia seguinte, 15 de abril, foi quando ele afirmou ter sido intimidado pelos delegados, quando já não estavam os procuradores.
 
“O tempo todo foi me dito que se não colaborasse, se eu não falasse o que o delegado queria ouvir, que minha prisão seria convertida em definitiva”, disse.
 
O juiz Sergio Moro respondeu que ele estava dizendo algo muito grave e perguntou o que o investigado gostaria de retificar no depoimento prestado e anexo aos autos. Ramos respondeu que o delegado colocou coisas em sua boca, como a menção à existência de caixa 2.
 
“Eu não disse isso, disse no contexto porque ele (o delegado) ia colocando coisas na boca. Ele me pergunta: ‘Poderia ser caixa dois?’ Eu disse ‘poderia, se não foi contabilizado, poderia'”, explicou.
 
Questionado por que não procurou o MPF para a correção, Ramos disse: “Eu estou seguindo uma linha de defesa, não sou jurista, não sou advogado. Em que pese a presença do meu advogado, que agiu de boa fé, (o depoimento inicial à PF) beirou à prevaricação, sob forte emoção e abalo psicológico, naquele momento você quer apenas sair dali”.
 
Em nota à reportagem de O Globo, a PF disse que foi “surpreendida” com as declarações de Paulo César e que os depoimentos seguiram “todos os parâmetros legais para um ato desta natureza”. Disse, ainda, que repudia as alegações do investigado, “uma vez que não refletem a postura de seus servidores que primam por uma atuação técnica, responsável e garantidora de todos os direitos fundamentais do cidadão”.
 

13 comentários

  1. A latrina da Farsa a Jato começa a vazar e a feder.

    Prezados,

     

    É claro que a PF e o MP vão tentar desqualificar a denúncia feita pelo réu Paulo César Roxo Ramos.

    Mas o que ele disse não é apenas verossímil, mas muito provável, senão abaolutamente verdadeiro.

    O mínimo que deveria acontecer é a desqualificação da equipe que fez a investigação e o interrogatório, bem como a que fez a denúncia, ou seja os delegados da PF e procuradodres do MP que integram a ORCRIM da Farsa a Jato. O juiz sérgio moro também deveria ser afastado, pois já está mais do que provado – inclusive admitido por um procurador do MP – que o juiz citado atua como acusador, formando com a PF e o MP “um time”; esse time nada mais é do que a ORCRIM da Farsa a Jato.

    Como tenho dito, a burocracia estatal – PF, MP e e PJ – se associou em ORCRIM para derrubar um governo legítimo, aniquilar o PT e a Esqueda e levar ao cárcere ou à morte política todos os líderes que possam impedir a ascensão das oligarquias pliutocráticas so poder político por meio de eleições; o exemplo maior é a perseguição que fazem  ao Lula.

     

  2. “Diante dos fatos, afigura-se

    “Diante dos fatos, afigura-se lamentável a deslealdade, imoralidade e falta de ética do investigado e de sua defesa técnica ao imputar falsamente a prática de crime pelas autoridades”:

    EEEEEHHHHHHHH.  Nao eh?

    Tem DOIS PUTOS E LONGOS ANOS que nos estamos vendo a “honestidade” deles e a “falsidade” da acusacao de “pratica de crimes”, nao eh mesmo?

  3. O grande lance é isso sair na

    O grande lance é isso sair na imprensa, mostra que estão tentando fechar a Lava Jato mostrando nulidades e coação, senão jamais sairia uma nota sobre isso no jornal O Globo. Tô errado?

  4. Contra o rochedo… A palavra

    Contra o rochedo… A palavra dele contra a dos policiais. Quer dizer que a única questão do Moro é perguntar o que ele gostaria de mudar no depoimento apresentado pela douta pf? Nem fica curioso? Nem tem qualquer dúvida? Ora, ora e ora. E, a nota da PF, então, prima pela obviedade: queriam que dissessem o quê? Que nunca na vida fizeram nada disso? Nossa! Já o mpf (apequenado) “corre do pau”, dando por certo algo de que não participou? Dão nojo em lesmas.

     

    • Bonzinhos

      Tadinhos dos pêéfes: sendo caluniados… Ora, ora… E o moro perguntando se o acusador queria retificar alguma coisa….? Tadinos dos procuradores, policiais e do juiz moro… Peninha. E mais uma questão ao sábio silvahenrique: quem seriam os que “ofereceram” ao denucniante algum dinheiro? O Temer? O Cunha? Ora, ora….

  5. Aqui o CRIME COMPENSA…

    Fico imaginando aqueles que delataram o Cunha, o Temer, o Sarney vendo o Ministério público, a Policia Federal e Judiciário CARIMBAR O GOVERNO INTERINO COMO LIBERADO!

    Sabendo do ocorrido, quem vai sustentar isso?

    A fraude da Janaina, MESMO APÓS PARECER CONTRÁRIO DE UMA AUDITORIA DO MINISTÉRIO PÚBLICO, só se sustenta por causa da mídia, da rede globo!

    O PSDB hoje é pior partido conservador do Brasil, por que ELES SÃO PREPOTENTES!

    Nem o DEm que o herdeiro da Arena, da ditadura é tão prepotente!

    Eles se fincam sobre a grande mídia, que os protejerá de toda e qualquer investigação!

    Só nos resta pagar impostos…

    Até pequenos e micros vão se ferrar, só se darão bem os grandes empresários que verão SUMIR SUAS pendências com a receita federal…

    O Brasil se FERROU – ESSE NÃO LEVANTA MAIS…

  6. Estão com saudades dos tempos

    Estão com saudades dos tempos que faziam “visitas” às casas dos ditos “subversivos” para a Ditadura Militar? Depois, nas masmorras, sabemos o que acontecia… Foi o que me disse policial da pf em 1983 na Tijuca. Estávamos saboreando um vatará que sua esposa baiana, fazia magistralmente. 

  7. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome