Janot põe em prática estratégia para denunciar Temer de novo

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – O procurador-geral da República Rodrigo Janot já colocou em prática a estratégia para denunciar Michel Temer por obstrução de Justiça, pois o braço do inquérito em que o presidente é acusado de dar aval à compra do silêncio de Eduardo Cunha está mais adiantado.
 
Ontem, enquanto a Câmara barrava a denúncia contra Temer por corrupção passiva, Janot encaminhava no Supremo Tribunal Federal a separação da investigação por obstrução de outro braço do inquérito, sobre organização criminosa (PMDB na Câmara).
 
Além de pedir a cisão do inquérito em duas partes, Janot pediu que os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) entrem no rol de investigados por organização criminosa, ao lado de outros 15 nomes envolvidos com o PMDB. Enetr eles os ex-deputados Henrique Alves, Solange Almeida e Aníbal Gomes, além de Cunha e o doleiro Lúcio Funaro. A apuração envolve não só desvios na Petrobras, mas também na Caixa.
 
O inquérito por tentar evitar uma delação de Eduardo Cunha, envolvendo a delação da JBS, “já foi concluído pela Polícia Federal, que em junho apresentou relatório indicando que Temer obstruiu a Justiça. Janot já teria elementos para, nesse inquérito, oferecer denúncia ao Supremo”, apontou a Folha desta quinta (3).
 
“Conforme a Folha apurou, a expectativa de procuradores é de que não há tempo hábil, até a saída de Janot da Procuradoria-Geral da República, em 17 de setembro, para incluir na nova denúncia a acusação de participação em organização criminosa”, acrescentou o jornal.
 
Mesmo separando os inquéritos para oferecer a denúncia por obstrução primeiro, “Janot precisará apontar qual organização criminosa o presidente quis proteger ao supostamente tentar calar Cunha e Funaro –o PMDB da Câmara.”
 
“Isso porque o crime de obstrução da Justiça enquadra-se em um artigo da Lei das Organizações Criminosas (Lei n° 12.850/2013) que prevê pena de 3 a 8 anos de prisão para quem “impede ou, de qualquer forma, embaraça a investigação penal que envolva organização criminosa”, concluiu.

10 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Liduina

- 2017-08-03 23:59:10

Vai virar o jogo?

Janot está perdendo de 7x1 e acha quer vai virar o jogo faltando 5 minutos para o final.

Faz isso não, homem. Vai cansar demais.

Inforo

- 2017-08-03 21:20:24

Briga de bandidos

É só mais uma briga entre quadrilhas.

Dima Coelho

- 2017-08-03 20:14:32

Janot põe em prática estratégia para denunciar Temer de novo

Alguém ainda acredita nessa patacuada de Janot, o cínico? Ora, façam-me o favor!!! O janota , além de narcisista, tem um DNA de corrupto. O irmão, Rogério Janot Monteiro de Barros, considerado estelionatário internacional, procurado em todo o mundo pela Interpol foi defendido por janota. É como se ele colocasse a mercadoria na banca e fica esperando... Sabe quando ele fará alguma coisa, no dia de São Nunca. Infelizmente a Dilma nomeou esse trolha e temos que suportar todo o seu cinismo.

JoaoMineirim

- 2017-08-03 18:38:06

Fingimento. Essas denúncias

Fingimento. Essas denúncias poderiam ter sido oferecidas antes do impeachment. As delações já estavam todas nas mãos do Janot, naquela época. Isso é para limpar sua barra, para não entrar pra história como um dos apoiadores/articuladores do golpe.

Jofran Oliva

- 2017-08-03 17:19:40

Mais uma vez não conseguirá nada. . .

Mais uma vez não conseguirá nada. O grande derrotado do arquivamento do processo contra Temer foi sem dúvida o povo brasileiro, mas em segundo lugar foi Janot, que viu suas acusações e o plano que montou para condenar Temer ir por água abaixo. Janot às vésperas de sair do governo, sairá vendo Aécio livre e solto, e Temer a gargalhar na sua cara. Janot será conhecido na história como aquele que só conseguiu condenar os petistas. 

Luciano Prado

- 2017-08-03 16:09:34

Esses fluxos e refluxos do
Esses fluxos e refluxos do MPF a cada "jogada" política das diversas correntes no Congresso denota, além de debilidade da instituição, um claro enfrentamento por vias que não dizem respeito ao MP. Fica a impressão - ruim - de que o enfrentamento não tem legitimidade nem base nas leis. Parece que as instituições - todas - deram lugar ao individualismo.

Cristiana Castro

- 2017-08-03 15:27:06

Esse aí adora aparecer,

Esse aí adora aparecer, mesmo. Aliás, não sei pq esse pessoal do MP não pede pra trabalhar na Matriz (Globo ), de uma vez. De direito, não entendem chongas, mesmo. Podiam ir fazer novela e deixar o país em paz.

Rui Ribeiro

- 2017-08-03 15:19:58

Enquanto isso, o silêncio ensurdecedor das panelas persiste

Cadê a nossa classe média paneleira? Porque está tão silenciosa?

Será que enfiaram suas panelas na própria cloaca?

Derli

- 2017-08-03 14:56:11

Agora?

Que as denúncias não valem mais nada?

Ivan de Union

- 2017-08-03 14:35:02

(Sem título)

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador