Justiça Eleitoral decreta inelegibilidade do governador Flávio Dino

Jornal GGN – A juíza eleitoral da 8ª Zona, Anelise Nogueira Reginato, decretou a inelegibilidade do governador Flávio Dino (PCdoB), do ex-secretário de Estado de Comunicação, Márcio Jerry (PCdoB), do prefeito de Coroatá, Luiz Mendes Ferreira Filho e do vice, Domingos Alberto Alves de Souza. A magistrada alega abusode poder político nas eleições de 2016. Ainda cabe recurso.

A decisão é baseada em Ação de Investigação Judicial Eleitoral ajuização pela coligação “Coroatá com a força de todos”. A coligação é composta pelos partidos PMDB, PP, PTB, PTN, PSC, PR, DEM, PSDC, PRTB, PV, PT do B, PROS e PRP.

Esta coligação, na petição inicial, sustentou que os candidatos a prefeito e vice-prefeito de Coroatá “praticaram  escancaradamente abuso de poder econômico, político e captação de sufrágio vedada por lei, mediante farta compra de votos e troca de bens e favores, dinheiro em espécie, promessa de motocicleta, promessa de empregos, doação de areia, tijolos, ferro, telha, tudo isso visando a obtenção de mandatos eletivos”.

A magistrada, então, entendeu que a atuação do governador Flávio Dino e do secretário Márcio Jerry, usaram a estrutura do Governo do Estado do Maranhão para promover a eleição dos candidatos.

Ela sustentou que “o caso dos autos é, pois, de flagrante abuso de poder político” e que “é por demais grave a conduta do governador do Estado de utilizar a máquina pública para angariar votos para um candidato a prefeito (e seu vice-prefeito). Aliás, não é grave, é gravíssima”.

Assim, com base nesses dados, decretou a inelebilidade de Flávio Dino e Márcio Jerry e cassou os mandatos do prefeito e do vice-prefeito do município de Coroatá.

Flávio Dino, governador do Maranhão, respondeu através de seu perfil em rede social. Dino tratou a sentença como “especulação” de adversários políticos e afirmou que irá pleitear sua candiatura no TRE-MA amanhã, dia 9.

“Amanhã irei pleitear normalmente meu registro ao TRE, que será deferido nos termos da lei. E semana que vem vamos começar mais uma bela campanha alegre, propositiva e vencedora”, disse.

 

14 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Eduardo Outro

- 2018-08-09 14:07:46

Em tempo: Creio que tenha

Em tempo: Creio que tenha faltado um zero na sua afirmação de que Flavio Dino foi o melhor que aconteceu no Maranhão nos últimos 50 anos.

Jossimar

- 2018-08-09 12:20:12

Lá no site Duplo Expreso os

Lá no site Duplo Expreso os comentaristas afirmam que a justiça eleitoral(sic) serve apenas para decidir quem pode ser candidato e qem pode ser eleito pelos verdadeiros donos do poder.

Quando vejo uma notícia como esta percebo que eles têm razão e o judiciário brasileiro só serve para perseguir os do outro lado.

Lembram que já fizeram o mesmo com o Jackson lago?

 

Eduardo Outro

- 2018-08-09 12:11:32

Então tá, Lula é o

Então tá, Lula é o responsável pela decisão da juiza ! Não sou dos mais bem informados, não leio a Veja, nem a Folha, não ouço a JP e não ligo na Globo, mas nunca ví, nem ouvi e nem li sobre qualquer um gritando gênio, gênio, gênio para Lula, quer ele tenha soltado ou não um pum. O que vejo, escuto e leio é muitos, muitos, muitos, gritando LULA, LULA, LULA. Uns dizem ser onda, outros seita, sei lá, pouco entendo dessas coisas.

Antonio Carlos Silva - Brasil

- 2018-08-09 10:23:21

É isso aí : Follow the money !!

Tolice é acreditar que a indecorosa perseguição do judiciário bananeiro ao PT, aliados do PT e simpatizantes de Lula é APENAS por preconceito ideológico .

Uma pergunta :

Quanto os barões da mídia e das finanças se disporiam a gastar para comprar a interdição judicial de Lula e a derrota eleitoral da esquerda ?

 

alexis

- 2018-08-09 08:59:06

Tudo dominado

O caminho mais seguro, barato e discreto para alterar um jogo de futebol deve ser molhar a mão do Juiz. No Brasil nação não deve ser diferente. Pegar Juiz pelo rabo, não deve ser tarefa tão difícil para o capitalismo global, ainda mais havendo tanta fragilidade de caráter em muitos deles. Isso fica muito claro em casos como este citado no post, e com a reiterada liberação de acusados tucanos ou da elite em geral, justamente pelo medo da delação premiada de algum destes figurões, que são parentes ou amigos de juízes, companheiros de Clube, parceiros de sauna, vizinhos em Miami, com filhos coleguinhas de mesma escola e etc.

Luiz Carlos de Alencar

- 2018-08-09 03:23:19

inacreditável

O sistema judiciário tem servido, em concerto com uma comunicação de massa hegemônica, para manter a população brasileira entre o desassossego e a insônia há anos.

peregrino

- 2018-08-09 02:20:07

curioso...

noto que tem aumentado cada vez mais a substituição, nas decisões,

de "os fatos provados nos autos" por "o caso nos autos"

decidem tendo em vista os fatos provados ou o caso denunciado?

Frederico69

- 2018-08-09 01:44:31

acredite se quiser!

logo um juiz de primeira instância manda o exército invadir a venezuela!

José Sabino

- 2018-08-09 01:33:52

Política

Desculpem a ignorância do macaco, mas poder político não é o poder de conquistar votos?

 

 

Wilton Santos

- 2018-08-09 01:33:40

Curioso é que o Flávio Dino

Curioso é que o Flávio Dino foi um dos autores da Lei da Ficha Limpa quando era deputado federal eleito em 2010!

Fernando J.

- 2018-08-09 01:23:48

Crie corvos e eles te comerão os olhos

Lula, o gênio [se soltar um pum, gritarão gênio, gênio!], durante 16 anos cevou a oligarquia Sarney. Roseana, a filha, é uma versão piorada - ou melhorada - do pai. E Flávio Dino foi o que de melhor aconteceu no Maranhão nos últimos 50 anos. 

"A realpolitik petista é arraigada. Um dos motivos de a seção fluminense do PSOL ser a mais poderosa são as intervenções da direção nacional do PT que levaram a agremiação a aderir e tabelar com políticos do naipe de Anthony Garotinho, Sérgio Cabral e Jorge Picciani. No Maranhão, o PT respaldou a oligarquia Sarney." Mário Magalhães, biógrafo de Marighella, em artigo para o The Intercept. 

Jose de Almeida Bispo

- 2018-08-09 00:40:17

O festival de horrores nessa

O festival de horrores nessa era de UDN repaginada para PSDB não pára. Oh desgraça. E pensamos, por breves momentos ter atingido certo grau de civilidade, mas como, se com a mesma peste de elite de sempre?

bfcosta

- 2018-08-09 00:37:36

Jackson Lago já tinha sofrido

Jackson Lago já tinha sofrido algo parecido na eleição de 23006. Ganhou no voto mas Roseana levou na justiça. parece ser um padrão da família Sarney. No Amapá, a justiça eleitoral fez algo parecido com um rival que venceu eleição contra Sarney também.

Marcos Videira

- 2018-08-09 00:08:03

Alguém ainda acredita no judiciário ?

O judiciário é golpista e somente uma ampla força política democrática pode colocar os magistrados na cadeia.

Como foi feito na Turquia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador