Lava Jato de Curitiba vai se arrastar até a eleição de 2018

Foto: Agência CNJ
 
 
Jornal GGN – Embora o juiz Sergio Moro e o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima tenham dito que a Lava Jato caminha para a reta final, a força-tarefa de Curitiba tem validade até setembro de 2018, ano de eleição presidencial. E a operação vai se arrastar além deste prazo, porque o magistrado simbolo da Lava Jato ainda tem 44 processos para julgar (fora os que podem ser instaurados daqui para frente). Em três anos e sete meses, Moro julgou número inferior: 35 processos.
 
Segundo reportagem do Estadão desta tereça (24), nesse período, Moro condenou “109 pessoas, entre elas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (9 anos e 6 meses de prisão), os ex-ministros Antonio Palocci (12 anos e 2 meses) e José Dirceu (32 anos) e o empresário Marcelo Odebrecht (29 anos e 4 meses) – que virou delator em 2016, cumpre pena desde junho de 2015 e aguarda para progredir para o regime domiciliar no início do próximo ano.”
 
O jornal preferiu citar o casos mais simbólicos e ligados ao núcleo do PT, a relembrar dos réus confessos com contas no exterior e que já estão cumprindo pena em casa, por causa dos benefícios da delação premida.
 
O Estadão também decidiu dizer claramente que foi a Lava Jato que “derrubou o governo do PT, sendo pano de fundo do impeachment de Dilma, em 2016”. Contra PMDB e PSDB, contudo, a operação não tem tanto sucesso assim, pois “processos que envolvem alvos com foro privilegiado (estão) em fase inicial no Supremo Tribunal Federal (STF).” Alguns já foram arquivados por falta de provas para as delações.
 
“Responsáveis pelas acusações criminais apresentadas a Moro, os 13 procuradores da Lava Jato de Curitiba continuarão a trabalhar em esquema de força-tarefa até setembro de 2018 – quando vence o prazo de mais de 1 ano para a equipe, aprovado em agosto pelo Conselho Superior do Ministério Público Federal. Nesse período, outras investigações serão deflagradas e resultarão em processos”, destacou o jornal.

14 comentários

  1. É óbvio, o objetivo é

    É óbvio, o objetivo é político, nada mais natural que seguir até as eleições.

    Apenas uma certa ANTA que governou o Páis não entendia que o objetivo da operação era POLÍTICO !!!

     

  2. Me parece que Moro sairá antes.

    Duvido afinal  nem Hulck nem Dória conseguiram ocupar o lugar a eles planejado . Os poderosos do mercado (e do PSDB) pensaram em  lançar um “salvador da pátria não político”, mas tropeçaram na falta de vontade, e na ração para humanos.  Joaquim Barbosa  eles descartam, e assim só resta o Judge Moro de Curitiba.

    Por isto eu acho que Moro abandonará os processos e  irá definitivamente em busca de seu objetivo real que é mais Poder.,

    • Moro tem o perfil prefeito

      Moro tem o perfil prefeito pra Globo, já até fizeram uso desse expediente, será ele o novo “caçador de marajás”?

  3. turma nogenta

    Alguém duvida da possibilidade de vermos, o Moro, as crianças do MPF, e os cherloks de delações premiadas da PF, na campanha eleitoral do ano que vem, pregando voto contra o Lula e o PT ??? 

  4. A facção golpista de Curitiba

    A facção golpista de Curitiba só se aquietará quando for privadoado a Petrobras, BB, CEF, ECT e áreas territoriais (inclusive reservas ambientais) da União .

    Talvez só preservem como patrimônio da União as vilas onde os milicianos das três fardas residem .

  5. É claro

    Aécio neves era O candidato dos rapazes de Curitiba (apud Ministro Barroso) em 2014. Lembro que a capa da veja foi usada como panfleto pelos cabos eleitorais tucanos. Boca de urna escancarada.

    A lava jato vai arranjar alguma delação para detonar a eleição da Dilma ao Senado, enquanto o Beato Salu corre para conferir os recibos do aluguel do Lula. Fhc renovará as luzes de Paris, evitando a fadiga na humilde residência localizada na avenue Foch.

  6. A lava jato precisa ser

    A lava jato precisa ser revista por uma junta de juizes e procuradores proíbidos de dar entrevista a mídia golpista dentro de uma sala altamente segura. Aí sim a gente saberia dos abusos e dos não abusos ocorridos…

  7. A lava jato precisa ser

    A lava jato precisa ser revista por uma junta de juizes e procuradores proíbidos de dar entrevista a mídia golpista dentro de uma sala altamente segura. Aí sim a gente saberia dos abusos e dos não abusos ocorridos…

  8. moro et caterva

    Há tempos, os jornais falaram da intenção de Moro de largar a LJ em Outubro deste ano. Talvez o tristemente célebre juiz de Curitiba estique um pouco mais sua atuação na vara onde está. Mas será apenas o tempo para condenar mais uma vez Lula em seu insensato quefazer. Novembro, portanto. Mais que isto, não, com certeza.

    Moro precisa sair antes que se inicie a temporada de notícias ruins para sua fama. Que virá, não tenhamos dúvida, como o castigo que, segundo o velho ditado que afirma sua vinda a cavalo, invariavelmente.

    A sucessão presidencial, aguardada para 2018, já está criando as condições para superar a utilidade de Moro e seus colegas de delírio para boa parte dos interesses conservadores, especialmente aqueles que pressentem um ambiente internacional de intensa competição nos negócios. Em pouco tempo, todos passarão a sobrar, sem contar os milhões de desiludidos que, embora carentes de uma moralidade mínima na respectiva formação, já começaram a desconfiar que agiram como inocentes úteis nas desordens dos últimos anos.

    As articulações deste movimento hão de atingir, em breve, o STF, inclusive. Para este corpo semiparalisado, que se movimenta por meio de quedas, os últimos meses do ano assistirão o entusiasmo senescente destes senhores por uma nova definição da legalidade. Qual, não sabemos, podemos somente intuir, mas, sem dúvida, surgirá sob a turva luz do Espírito do Tempo, ou, mais brasileiramente, do espírito da quinzena.

    Moro já se deu conta disso.

  9. Longa vida à Lava-Jato, à PF, a Juízes mais perfeitos

    o título deste post é só pra contrariar (dar uma mexidinha) nos crentes que parecem ver por um lado só. Descontem-se o q diz o Estadão, etc,e vamos ver o q tem vindo à tona se não fossem o MPF, a PF, um juiz de Curitiba (podia ser outro). Entre pontos negativos e positivos, acho positivo.Triste:uma ínfima parcela da população q persiste na idolatria, e q precisa pertencer a uma seita (um agrupamento qualquer,uma necessidade humana).É como paprticipantes esporádicos Ricardo Shell e Arkx dizem:os petistas lulistas se cegaram (não tô generalizando:me refiro só àqueles q me parecem muito poucos.Tais seitas,ativos  baru-lhentos fiéis fazem um mal enorme pra esquerda.É questão de emoção,não acho q seja de inteligência.

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome