Lula não sentou no banco dos réus. Lula desabafou

“Eu tenho muita coisa na garganta para falar. Eu estou cansado de ouvir procurador dizer que não precisa de provas, que ele tem convicção. Ouvir juiz dizer que não precisa de provas, que vai decidir com fé. Eu quero provas”, disse Lula

Jornal GGN – Os relatos de veículos da grande mídia sobre o primeiro depoimento de Lula como réu na Lava Jato não fazem jus ao que, de fato, foi a audiência. Folha retratou Lula como um vitimista, agarrada a sua fala sobre ser alvo de um “massacre” midiático. Veja pintou uma faceta arrogante porque, apesar da “perseguição”, Lula garantiu que aparecerá à frente em todas as pesquisas de opinião sobre 2018. No Estadão, uma tentativa de humilhá-lo: “Veja Lula no banco dos réus” era o call-to-action ligado ao vídeo da audiência que o portal exibia com exclusividade, mesmo sem permissão judicial. 

Só que Lula não simplesmente sentou no banco dos réus da Lava Jato. Lula desabofou. Fez uma defesa enérgica contra a acusação de ter mandado comprar o silêncio de Nestor Cerveró, diante de um juiz que considera o oposto de Sergio Moro – Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, a quem chamou de “imparcial” e agradeceu por ter lhe dado “liberdade” para falar. “O momento é do senhor, é sua defesa, o senhor tem todo direito de falar”, respondeu o magistrado.

“Todos aqui têm dimensão do que é um cidadão que foi presidente da República, que foi considerado o mais importante presidente da história, que saiu com 87% de boa avaliação, que fez o Brasil ser respeitado no mundo inteiro, de repente ser pego de surpresa por manchetes de jornais e na televisão – todo dia, todo santo dia, no café da manhã, no almoço, na janta – com alguém insinuando vai apresentar a delação que vai pegar o Lula. (…) Eu cansei. Eu esperei pacientemente. Por isso, estou muito orgulhoso de estar aqui para poder, diante de um juiz imparcial, contar as minhas versões dos fatos”, disse Lula logo nos primeiros minutos.

Nessa ação penal, o ex-presidente é acusado pelo Ministério Público Federal de ter solicitado ajuda ao senador cassado Delcídio do Amaral para evitar que o ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, fizesse um acordo de delação premiada com a Lava Jato. Disse Delcídio que Lula tinha medo do que Cerveró poderia entregar a respeito de José Carlos Bumlai. A somatória do fatos, porém, não são nada favoráveis a Delcídio. 

Preso em flagrante após oferecer dinheiro e uma rota de fuga a Cerveró, Delcídio decidiu implicar Lula no esquema para ter uma moeda de troca a oferecer à Lava Jato. Mas as testemunhas ouvidas no processo, até o momento, desmentem a versão do ex-senador. Tudo indica que ele agiu em interesse próprio e até conseguiu, ao longo de um ano, evitar a delação do ex-colega de Petrobras. Sim, Delcídio tinha cargo na estatal durante o governo FHC e estaria preocupado com o que Cerveró, que também atuava na Petrobras, poderia dizer sobre isso.

Lula declarou que não tinha motivação para tentar evitar a delação de Cerveró, ao contrário de Delcídio. Também disse que teve inúmeras agendas com o ex-líder do governo Dilma no Senado, mas nunca conversaram sobre qualquer coisa que pudesse virar munição para os procuradores da Lava Jato.

Chama atenção a postura do MP nesse primeiro depoimento de Lula. Os procuradores tiveram a chance de confrontar o ex-presidente com qualquer prova de que ele tenha participado de uma “organização criminosa”. Mas só fizeram perguntas sobre a delação de Delcídio que, a rigor, não prova nada, além de uma ligação de Bumlai que fez Lula perguntar: “Qual é o crime nisso?”

O GGN separou os principais trechos da audiência, incluindo o teor das perguntas feitas pelo MPF, defesa de Delcídio, Bumlai e pelo juiz Ricardo Leite, e as respostas de Lula. Acompanhe abaixo:

***

SOBRE ACUSAÇÕES FEITAS PELA LAVA JATO

“Você sabe o que é levantar todo dia achando a imprensa na porta de casa porque eu vou ser preso?”

“Eu duvido, antes, durante e depois, entre os que estão preso e os que vão ser preso, que tem algum empresário ou político com coragem de dizer que um dia me deu 3 reais ou que um dia o Lula pediu 5 centavos para ele.”

“Eu fiquei oito anos dos meus mandatos, doutor, sem ir em um jantar, um aniversário, um casamento, exatamente para não dar pretexto a quem viesse pedir um favor, ou tirar uma foto e depois explorar essa fotografia.”

“Estou chateado pela ilação feita nesse processo contra mim pelo senador Delcídio. Se tem um brasileiro nesse momento que deseja a verdade nesse país, sou eu.”

(…)

“Eu tenho muita coisa na garganta para falar. Eu estou cansado de ouvir procurador dizer que não precisa de prova, que ele tem convicção. Ouvir juiz dizer que não precisa de prova, que vai decidir com fé. Eu quero provas. Alguém tem que dizer qual é o crime eu cometi. Chamar o PT de organização criminosa, se dependesse de mim, cada parlamentar do PT e militante deveria abrir um processo para que provassem qual é a quadrilha. Eu estou cansado.”

“As instituições que eu ajudei a criar desde a Constituinte estão despretigiadas por comportamento pessoal. Gente que não pode abrir a geladeira e ver uma luz, já começa a dar declaração. Gente que pega o barbeador, começa a falar achando que é microfone do rádio. Eu cansei. Eu sempre valorizei Ministério Público, Polícia Federal. Nunca pedi a eles um favor.”

“Quando vejo um jovem procurador ir para a televisão falar uma hora e meia e depois dizer ‘não me peçam provas, eu tenho convicção’, não tem como levar isso a sério.”

“Eu gostaria que meus depoimentos fossem todos numa semana só, para poder desvendar os mistérios todos e acabar com essa hipocrisia de que fulano vai delatar e Lula vai ser citado. Está na hora de chamar o dono da Globo, Band e Record para ver se me delatam.”

“Eu aprendi a andar de cabeça erguida, e isso custa muito. Para quem nasceu na elite isso não é nada, mas para quem vem lá debaixo, não deixar colocar cangaia no pescoço não é fácil.”

“Em nome da liberdade de imprensa, ninguém pode avacalhar a vida dos outros. Tem gente que acha que eu sou contra a Lava Jato. Pelo contrário, eu quero que ela vá fundo para ver se acaba com a corrupção. Eu sou contra tentar criminalizar a pessoa pela imprensa, não nos autos do processo. Eu sou contra execrar, condenar [a pessoa pela mídia]. Sabe quantas horas eu tenho de notícia negativa no Jornal Nacional? Em oito meses, 16 horas! Nenhum político no mundo aguentaria isso. E eu vou matá-los de raiva, porque em toda pesquisa eu vou aparecer na frente, para eles saberem que nem sempre podem brincar com as pessoas.”

“O juiz, o promotor ou delegado não tem que ficar fazendo pirotecnia com as pessoas. Investiga, apura e depois condena. Se condenar, põe na cadeia e acabou.”

“O senhor está diante de um homem disposto a prestar tantos quantos depoimentos forem necessários. Se tem um brasileiro que quer a verdade sou eu.”

“Eu quero defender a minha honra, que é o valor mais importante que tem.”

***

INTERVENÇÃO DO JUIZ RICARDO LEITE SOBRE ENCONTRO COM DELCÍDIO EM 8/4/2015 NO INSTITUTO LULA

“Só tem um brasileiro que poderia ter medo de depoimento de Cervero, pela relação que tinha com ele, que era o Delcídio. Eu não tinha relação com Cerveró. Portanto, eu não tive nenhuma preocupação com nenhum empresário ou diretor da Petrobras, porque eu não tinha relação com eles. Delcídio contou uma inverdade nesse processo.”

“Devo ter tido muitas reuniões [com Delcídio. Ele era senador e líder do governo, conversamos muitas vezes em SP e Brasília. Várias vezes ele esteve lá [no IL].”

“Eu não tenho nenhuma razão para ter problema com Cerveró. Era problema para Delcídio, que tinha relação com ele desde o governo anterior.”

“Doutor, hoje, no Brasil, a gente fala da Lava Jato no café da manhã, no almoço, no jantar e depois da novela. Só passa isso na TV. Mas não se falou em Cerveró, muito menos em Bumlai [em reunião com Delcídio]. É um absurdo. Eu não sei o que Delcídio esperou fazer com isso. Certamente depois de preso alguns dias, a pessoa arruma um jeito de sair da cadeia e resolve jogar a culpa em cima dos outros.”

“[Após a prisão de Delcídio] eu tive uma reação que ele gostou. Eu disse que ele era um imbecil, porque nem na morte você citaria se você teve ou não uma conversa com um ministro da Suprema Corte sobre algum processo. Eu fiquei sabendo da boca de alguns advogados que ele ficou muito chateado. Não quis ofendê-lo, apenas quis dizer que a atitude foi equivocada.”

PERGUNTAS DO MINISTÉRIO PÚBLICO

– Delcidio comentou que tinha medo de Lula?

“Ele não comentou [que tinha receio de alguma delação de Cerveró], mas era sabido por todo o mundo que acompanha esse processo da relação histórica de Delcídio com Cerveró. Tem até um livro publicado por uma jornalista da Veja que mostra claramente essa relação de Delcídio com Cerveró. Ela é muito antiga. No governo anterior ao meu ele chegou a ser ministro interino de Minas e Energia.”

– Acredita que Deldício usou seu nome para fazer a delação?

“Por tudo que vejo todo dia na imprensa, acho que tem alguém instigando a citar meu nome. Eu fico sabendo por notícias, não sei se é verdade, que todo dia ficam falando ‘cita o nome do Lula’. Eu canso de ouvir isso. É bem possível. Eu vi entrevista dele na GloboNews que parecia que ele tinha ganhado o Prêmio Nobel da Delação. Ou seja, depois que faz a bobagem que fez, se é que fez, ele tinha que jogar nas costas de alguém. A minha relação com ele era institucional e ele sabe disso.”

(…)

– Nomeações na diretoria da Petrobras eram feitas pelos partidos?

“Deixe-me dizer uma coisa, que parece que está virando costumeiro isso em depoimentos, a falta de compreensão sobre o que significa governo de coalizão no mundo. Quando você ganha uma eleição num regime presidencialista de coalizão, você tem que construir a maioria no governo. E você não monta com quem você quer. Obviamente você pode fazer um acordo programático e um acordo de participação no governo. (…) Todas as pessoas indicadas tinham mais de 30 anos na Petrobras. Vocês vão ter que ouvir muita gente para saber se tinha denúncia de corrupção. Porque se tivesse aparecido antes, essas pessoas não seriam indicadas.”

– Cerveró saiu da Petrobras e foi para a BR Distribuidora. Ele acha que foi por causa do empréstimo do Schahin ao PT e que teve sua benção.

“(…) Eu não tinha nenhum interesse em tirá-alo ou colocá-lo. Durante todo esse período, não teve nenhuma denúncia contra ele. 

– Quem fez a indicação de Cerveró para a BR?

“Não sei se foi o partido ou José Eduardo Dutra, que teve relação com Cerveró porque ele foi presidente da Petrobras e depois foi ser presidente da BR. Eu suponho que foi isso ou algum partido pediu a transferência.

– Qual sua relação com Bumlai?

“Bumlai era meu amigo. Eu conversava com ele. Não sei [com que frequência]. Ultimamente ele andava com doença nos olhos, achava que ia ficar cego, estava passando muito tempo em Miami para se tratar. Depois foi cuidar de um câncer.

– Usava celular o IL para falar com Bumlai?

“Qual o crime do Bumlai ligar para mim? Ele tinha muito respeito e sabia que não era para discutir negócios. Negócios a gente discutia no Palácio.”

– Mas acha que ele usava seu nome?

“Doutor, se o senhor soubesse quantas vezes usaram meu nome em vão… Não tenho como saber de tudo isso. Se alguém falou, só se Bumlai provar isso ou Schahin. Eu duvido que algum deles diga que um dia eu chamei eles para conversar qualquer coisa, porque eu tinha noção que não podia permitir promiscuidade com agentes empresariais ou políticos.”

– A informação era que o senhor estava abençoando o negócio da Schahin com a Petrobras?

“Nem abençoando nem amaldiçoando, porque eu não sabia.”

PERGUNTAS DA DEFESA DE DELCÍDIO

– Bumlai tinha receio de Cerveró?

“Nunca mencionou. Bumlai nunca falou comigo do Cerveró. Quem falava comigo do Cerveró era Delcídio, que era amigo do Cerveró e amigo do filho do Cerveró.

– A delação de Cerveró foi usada na condenação de Bumlai?

“Não tenho conhecimento.”

PERGUNTAS DA DEFESA DE BUMLAI

– Qual a relação entre Bumlai e Delcidio?

“A impressão que tenho era que a relação era pequena, que Bumlai não tinha muita relação com Delcidio.”

– Bumlai ligou para Marisa

“A relação de Marisa com Bumlai era a mesma que ele tinha comigo.”

“Eu fiquei sabendo da ligação. Era o mínimo que eu esperava, que ele ligasse para dar os parabéns [pelo aniversário dela].”

PERGUNTAS DO JUIZ

Juiz Ricardo Leite pergunta qual a finalidade do IL e se Paulo Okamoto participou de reuniões entre Lula e Delcídio. O ex-presidente respondeu que o IL existe para promover as políticas sociais de combate à pobreza e inclusão desenvolvidas em seu governo, e diz não recordar se Paulo Okamoto participou de encontros com o ex-senador. Ele observou, porém, que nunca teve reunião “sigilosa” com Delcídio na sede do IL, ao contrário do que alega o réu-delator.

35 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

nilo filho

- 2017-03-17 18:35:26

http://exame.abril.com.br/bra

http://exame.abril.com.br/brasil/lula-entrega-a-justica-comprovantes-de-sua-renda/

Defesa de Lula entrega à Justiça comprovantes de renda do petista

Os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolaram nesta quinta-feira, 16, petição dirigida à 10.ª Vara Federal em Brasília com informações sobre os rendimentos do petista.

O documento é o Comprovante de Rendimentos Pagos e de Imposto sobre a Renda Retido na Fonte relativo ao ano-calendário de 2016, tendo como fonte pagadora a empresa L.I.L.S. Palestras, Eventos e Publicações Ltda.

Segundo os advogados do petista, Cristiano Zanin Martins e Roberto Teixeira, o documento confirma informações prestadas por Lula ao juiz da 10.ª Vara Federal que o interrogou na última terça-feira, na ação penal em que o ex-presidente é réu por supostamente tramar contra a Lava Jato tentando comprar o silêncio do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Lula nega envolvimento com o caso.

No interrogatório, Lula disse que sua renda mensal é formada por uma aposentadoria na condição de anistiado, deferida em 1993, no valor aproximado de R$ 6 mil, e, ainda, por retiradas de R$ 25 mil por mês da empresa de palestras, "de onde também provêm valores doados aos seus filhos, todos devidamente declarados e com impostos recolhidos

 

francisco sabino

- 2017-03-17 15:31:16

 Presidente e controlador

 Presidente e controlador do banco BTG Pactual, André Esteves, suposto envolvimento no escândalo de corrupção investigado pela lava jato é levado a prestar depoimentos. Mas antes paga lua de mel para aécio nos EUA.....tipo...uma mão lava a outra....

nada convicente ?

Luís Henrique Donadio

- 2017-03-17 10:37:57

Além disso, você creditou,

Além disso, você creditou, equivocadamente, a notícia ao Jornal do Brasil.

Esclarecendo:

Jornal do Brasil é o antigo e tradicional periódico carioca.

Jornal Brasil é outra coisa. Que provavelmente escolheu esse nome para pegar carona na credibilidade do órgão mais antigo.

rafa.sto

- 2017-03-15 14:51:40

So não entendi um

So não entendi um ponto:

 

Lula conheceu Bumlai qdo usou sua fazenda para fazer um programa eleitoral.

Dai se tornaram amigos.

Bumlai nao tinha nhm ligacao com o PT, talvez fosse só amigo do Zeca do PT.

Anos depois, Bumlai assina um emprestimo para o PT.

E nunca falou com o amigo sobre?

Emprestimo é quitado qdo a Petrobras dar um contrato de sonda para a Schain.

Mas o Lula nunca soube disso e o amigo nunca contou para ele.

É......

Convincente

R Almeida

- 2017-03-15 13:25:13

"O Brasil vai precisar de um

"O Brasil vai precisar de um grande abalo, para que todos fiquem chocados, esbasbacados, com pavor e tremor pelo ocorrido."

Essa é a única forma para realmente mudar o país. Pois pela via pacífica está mais do que provado que não adianta.

Serjão

- 2017-03-15 11:48:52

O defunto esfria

Nassif, deve ser difícil manter os comentários atualizados, alguns posts recebem muitos e é compreensível a demora na publicação de todos.

Mas, alguns demoram mais do que o suficienete para que o defunto esfrie e a piada perca a graça.

nilo filho

- 2017-03-15 10:33:29

De pleno acordo com os

De pleno acordo com os comentários acima: divulgação das declarações do Lula acrescidas dos complementos sugeridos...

alexis

- 2017-03-15 09:37:23

No fundo do fundo...

Muito maior que a ideologia política, o que divide realmente às pessoas – pelo menos aqui no Brasil (e no resto da América latina), de qualquer tipo, religião, raça ou condição, é a sua condição social.

A mídia consumista e liberal uniformiza o pensamento e doutrina às pessoas desde crianças, a partir de um tênis diferenciado, uma viagem a Disney, uma roupa de grife e etc. Neste ambiente de doutrinamento cria-se o alpinismo social, que se reflete de diversas formas, poucas delas “meritocráticas” e outras mediante corrupção (como vemos no caso do Cabral e muitos outros). Outras pessoas ascendem apenas pela aparência ou da “boca para fora”. Há gente que gasta o que não tem para impressionar pessoas que não conhece; que bebe uísque de 15 anos em bar público e apenas o Long John nacional em casa.

Essa é a maior força que divide à sociedade, desde a formação de turmas nos pátios dos colégios, nas festas do bairro, nos bilhetes numerados em espetáculo artístico ou desportivo, na passagem aérea ou ferroviária (na minha época) de primeira, segunda e até terceira classe e etc. Enquanto uns sonham com o seu povo, a sua família e um futuro melhor dentro do seu país, o outro grupo sonha com cair fora e morar em Miami.

Já comentei e vou repetir uma história aqui: Um amigo meu, que era de classe media baixa e simpatizante do PC, mediante corrupção hoje ficou rico. Num jantar com o meu amigo aparece o pai dele, (clássico bebum de pinga anos atrás) com roupa de grife e com um copo de uísque na mão, falando alto para todos ouvirem e, antes de sequer falar bom dia me diz: “e aí Alexis, que você está achando desse Chavez na Venezuela!”.

Coxinha adora falar mal de “bolivariano”. Um tempo atrás, num daqueles piqueniques dominicais de protesto de coxinha na Av. Paulista, uma senhora tentava falar a palavra “bolivariamo” para a repórter da Globo News, e não conseguia falar direito.

A maior população no Brasil é de quem se acha que é outra coisa. Trata-se de gente infeliz, que tenta sair do seu “armário” social e não consegue fazê-lo apenas com o seu talento ou educação. Até menino pobre rouba para poder usar um tênis importado e mostrar aos camaradinhas. A Lei de Gerson tornou-se um fundamento psicológico que dá sustentação a esta escalada social, real ou factícia, honesta ou corrupta.

Brasil é um conjunto de pessoas caminhando como gado, muitas sem saber para onde, outras seguindo o som do “plim plim”, e muitos outros em trânsito para Miami, pisando umas nas outras e, a cada 2 anos, se digladiam nas urnas.

Lula é a voz da consciência que dói em coxinha alpinista. Lula é a ruptura do paradigma. Lula é e demonstrou ser melhor que todos eles, saindo do povo, sem necessidade de entrar no “clube”, carregando na cabeça o seu isopor com cerveja. O nome e a presença de Lula desperta ódio e frustração naquelas pessoas, eu noto isso nos coxinhas que conheço.

Por isso aquele Juiz riu quando o Lula foi chamado de Doutor (Lula não pode!). Por isso é que Moro deseja condenar. Por isso o povo quer jogar pedra na Geni.

Essa é a situação atual do Brasil. Para chegar com sucesso até 2018 devemos ser mais objetivos nas nossas bandeiras e evitar o divisionismo estúpido. Os nossos adversários são apenas 1% da população, pois o resto é fumaça e ilusão, sustentada pela mídia e alimentada pelas nossas próprias contradições.

Luís Henrique Donadio

- 2017-03-15 09:01:38

Esse Jornal Brasil tem alguma

Esse Jornal Brasil tem alguma credibilidade?

As declarações que ele imputa ao Moro são sandices de tal monta ("vou mudar a Constituição para impedir o Lula de ser presidente") que, se verdadeiras, impõem o imediato afastamento do Inquisidor-Geral da República.

Mas me parece que esse saite é só um produtor de fake news remunerado por clique.

Serjão

- 2017-03-15 03:45:35

No vácuo

passou batido

Serjão

- 2017-03-15 03:42:59

Lula, o maior líder popular do planeta

JB: Lula é a bandeira.

Pouco importa no momento atual se vai ou não ter eleição em 2018, se vão permitir ao Lula ser candidato ou não.

O que realmente importa é o que ele já é, o mito que o Brasil ganhou, e que de forma alguma podemos perder essa oportunidade que a história nos presenteou justamente nessa hora crucial para o nosso País.

Lula e a sua história é a dos heróis míticos, tem a potência do arquétipo do herói.

Sabujice...? às favas os constrangimentos.

 

 

Joao Carlos Campos

- 2017-03-15 01:36:52

Também

Concordo 

mcn

- 2017-03-15 01:24:54

Se o fez
Era dever e obrigação do promotor ou do juiz traze-lo de volta a realidade do processo. Não o fizeram. Acho mesmo que o juiz, deliberadamente, deixou que Lula falasse livremente. Não ponho a mão no fogo por juiz que eu não conheço. Só sei que nem todo juiz é corrupto, nem todo juiz é fascista, nem todo juiz faz política, nem todo juiz é traidor dá Pátria e nem todo juiz concorda com os métodos medievais dá Lava Jato.

Hydra

- 2017-03-15 01:10:07

O empurrão...

A mídia, as corporaçõs empresariais, as corporações estatais (mp, polícia e judiciário) estão empurrando Lula para uma posição que ele não deseja, mas que, acredito, não correrá dela...

Esses escroques tentam,sabe-se lá se por movimento sincronizado ou por mero acidente, estreitar a margem de manobra de Lula, colocando sua candidatura cada vez mais à esquerda, talvez para justificar a existência so símio apologista do estupro...

Esses escroques, principalmente ajudados pelo judiciário, estão destruindo o centro moderado da política nacional...

Quem sabe não seja a hora de fazer as omeletes, quebrando os ovos disponíveis?

Não há avanço civiliatório sem derramamento de sangue, e penso que o momento histórico está amadurecendo...

 

 

Gilson AS

- 2017-03-15 00:52:19

Moro"Lula não será presidente nem aqui e nem e lugar nenhum"

Joranl do Brasil

http://www.thejornalbrasil.com.br/2017/03/sergio-moro-afirma-lula-nao-sera.html?m=1

Gilson AS

- 2017-03-15 00:14:45

Sinto muito os que pensam

Sinto muito os que pensam diferente.

Mas se o Moro mandar prender o Lula, só tiro porrada e bomba, com mortes dos dois lados, para livrar o Lula da cadeia e apear os golpistas do poder.

O Brasil vai precisar de um grande abalo, para que todos fiquem chocados, esbasbacados, com pavor e tremor pelo ocorrido.

Com essa turma de golpistas que estão no poder, e parte do judiciário conivente com tudo que vem ocorrendo, esse papo de Democracia e Republicanismo já eram.

Ou se tem um confronto por tudo que vem ocorrendo, ou todos, podres, classe média, ricos e milhonários serão atingidos. É só uma questão de tempo, cada um será tragado no seu devido momento, por esse monstro que foi criado.

//////

Hoje está circulando na net, não sei se é verdade, que o Moro garantiu que o Lula não será presidente aqui e nem em lugar nenhum.

Então tá, dr Moro. Falou tá falado !!

 

 

j.marcelo

- 2017-03-14 22:09:21

ÓTIMO MATERIAL PARA O MUNDO

ÓTIMO MATERIAL PARA O MUNDO VER O DESCALABRO COM LULA,OLHA,INSISTO

É COMO SE LULA NÃO TIVESSE DIREITO A NADA,SÓ LHE CALUNIAM,CALUNIAM E O

PIOR,A MAIORIA DA SOCIEDADE ACEITA POR CAUSA DA GLOBO E AMIGOS,POR ISSO

ACHO MUITO PARECIDO COM À ÉPOCA DA ESCRAVIDÃO,ONDE LULAS OPS NEGROS

NÃO TINHAM DIREITO NENHUM,QUANTO INCENTIVO A UMA SOCIEDADE INJUSTA ESTÁ

HAVENDO NO BRASIL,AQUI SERÁ A SOCIEDADE DAS CASTAS ?MOMENTO EXCEPCIONAL NÉ!?

Silvio L. Morais

- 2017-03-14 21:46:55

Perseguição política

O objetivo do processo, mais uma vez, foi oferecer matéria para a mídia golpista. Lula, em nenhum momento, foi pressionado porque, simplesmente, os seus acusadores não dispunham de absolutamente nada, à exceção da palavra de um ex-senador que, preso, ofereceu a cabeça do Lula para obter a liberdade. O nome dessa pantomima toda, sem meias palavras, é perseguição política no mais alto grau. Agora, Lula, como se diz na linguagem dos boleiros, "estraçalhou". Mas, é claro que a mídia plutocrática vai fazer das tripas coração para editar à moda golpista o depoimento arrasador que o Lula deu hoje. Também concordo que esse depoimento precisa correr o Brasil é o mundo.

Fábio de O. Ribeiro

- 2017-03-14 21:39:21

Concordo e digo
Concordo e digo mais. Involuntariamente Lula fez a distinção entre o Direito Penal do Amigo (usado em alguns casos) e o Direito Penal do Inimigo (empregado contra ele). https://jornalggn.com.br/blog/fabio-de-oliveira-ribeiro/kant-e-o-direito-penal-do-amigo-no-brasil

gesiel

- 2017-03-14 21:37:55

o delcidio se condenou e nao falou de lula e dilma na gravacao

O Delcidio Amaral """NÃO SABIA QUE O FILHO DO CERVERÓ ESTAVA GRAVANDO A CONVERSA"""", obviamente, pois """"SE SOUBESSE NÃO TERIA DITO O QUE DISSE,  ONDE SE CONDENOU não é mesmo?"""" - Pois então: """"""E MESMO SEM SABER QUE ESTAVA SENDO GRAVADO, 'EM NENHUM MOMENTO NESSA GRAVAÇÃO' ELE DIZ QUE O LULA OU A DILMA SABIAM DAQUELA ATITUDE DELE"""""". Portanto, essa acusação ao Lula """""""""""""É MAIS UMA TENTATIVA DO SERGIO MORO, PARA EXPOR O PRESIDENTE LULAPARA: TENTAR JOGAR O POVO CONTRA O LULA, e ao mesmo tempo NÃO COBRAR O SERGIO MORO SOBRE A APURAÇÃO DAS ACUSAÇÕES DE CORRUPÇÃO CONTRA O PSDB, partido que o pai dele SERGIO MORO FOI UM DOS FUNDADORES""""""""".

JB Costa

- 2017-03-14 21:37:02

Realmente uma boa ideia.

Realmente uma boa ideia.

Igor Tkaczenko

- 2017-03-14 21:36:28

Certeiro
Realmente, se montassem esse material nessa forma demonstraria a deficiência na formação política do brasileiro de forma geral. Seria muito proveitoso à crítica e ao uso pedagógico para melhorar essa própria deficiência.

JB Costa

- 2017-03-14 21:35:30

Impressionante! Mesmo

Impressionante! Mesmo constrangido por parecer sabujice, afirmo: daqui a cem, duzentos anos, não surgirá neste Brasil varonil uma personalidade como Lula. Fenômeno ainda é um termo aquém para defini-lo. Gritante, e até mesmo grotesco, o contraste entre uma pessoa com um nível de instrução FORMAL quase que inexistente(afirmou "primário e um curso técnico") ter uma visão tão aguda, abrangente e contextualizada do Mundo. O danado quando fala,  mesmo que atropelando "a última flor do Lácio, inculta e bela", como que entorpece qualquer plateia, inclusive quando formada, como ora o caso,  por uma douta audiência. Inibiu, nesse sentido, até os sempre falantes e confiantes membros do Ministério Público. 

Somente pessoas tão atípicas são capazes de suscitar sentimentos tão antípodas. Só que com um detalhe: os que o odeiam talvez no íntimo e na realidade o admirem. Ou seja, estão de "almas" cindidas.

Chamou a atenção também o posicionamento discreto e altamente profissional do magistrado: um verdadeiro anti-Moro e sua verve autoritária e unidirecional. 

O desabafo do ex-presidente ainda foi inexpressivo frente às perseguições que vem sofrendo nos últimos anos. O exemplo das "16 horas" do Jornal Nacional dedicadas a difamá-lo foi o melhor resumo para exprimir essa persecução alucinada. A citação dos processos que move contra jornalistas por calúnia e difamação(a referência era ao Marco Antônio Villa e a Joyce Haussemann) foi pertinente. Ações que perdeu em primeira instância, em decisões claramente contaminadas(*), mas que podem ser revistas em escalões superiores. 

(*) Causa espanto a esquizofrenia da Justiça brasileira. Nessas Ações os julgadores acharam "normal" Lula ser achincalhado como "ladrão", "chefe de quadrilha" e epítetos afins. O caluniador e a caluniadora estão agora a se jactarem mundo afora. Já um juíza federal acolheu terça-feira passada uma queixa-crime impetrada pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima contra um servidor federal que, em agosto, o chamou de "golpista"(Que horror!) dentro de um avião. Desconsiderou os tipos calúnia e difamação, mas acatou a injúria. 

Lula é tão fora-de-série que foi capaz até de inspirar um CPPL: Código Penal e Processual do Lula.


 

 

 

Sérgio Rodrigues

- 2017-03-14 21:27:25

Arrasou!...

O PIG que tape o sol com a peneira!...Mas, o fato é que:

O cara arrasou!....

Tá na NET e nas Redes Sociais!...

Antonio Carlos Silva - RJ

- 2017-03-14 21:22:06

O TEMPO URGE !!

Ótimo, Marly, mais do que nunca precisaremos do apoio de brasileiros residentes no exterior (America do Norte, Asia, Africa....e principalmente na Europa) para legendarem nos idiomas locais e disseminarem através do youtube .

Marly

- 2017-03-14 21:11:12

Já estou repassando o vídeo no Whatsapp.

Às 13:20h busquei no youtube o vídeo do depoimento e estou repassando.

O link é:  https://youtu.be/3Rv4CiTaNgM

paulmoura

- 2017-03-14 21:06:07

Concordo

totalmente com você.

São tão pueris as intervenções que chega a chocar. 

Joao Carlos Campos

- 2017-03-14 21:05:40

Sinceramente

Eu achei que mais discursou do que respondeu, o que tecnicamente poderá prejudica-lo

João de Paiva

- 2017-03-14 20:48:21

Lula, o gigante, e os anões do MPF e do PJ

Prezados,

Nem todo o partidarismo infame e criminoso do PIG/PPV consegue ofuscar o brilho de Lula; muito menos as quadrilhas políticas, midiáticas e judiciárias conseguem o que tentam há 40 anos: humilhá-lo e destruí-lo aos olhos do povo trabalhador, consciente e politizado.

A tarefa do torquemada paranaense e dos desembargdores do TRF4 que coonestam os crimes continuados dele será inglória. Como condenar Lula e inviabilizá-lo para a disputa da eleição presidencial? Mesmo com toda a perseguição e com os crimes em série cometidos pelas quadrilhas judiciárias, NADA, ABSOLUTAMENTE NADA, conseguiram reunir contra Lula, capaz de provar que ele ou alguém da família dele tenham cometido alguma ilicitude.

Antonio Carlos Silva - RJ

- 2017-03-14 20:48:17

O TEMPO URGE !!

Vai, Dr.Zanin, leve essa proposta aos demais assessores de Lula .

A internet pode disseminar este material de maneira explosiva e imediata .

Antonio Carlos Silva - RJ

- 2017-03-14 20:41:53

Na cara do gol....

Que os assessores de Lula colham depoimentos de personalidades da vida nacional (Nassif, Azenha, PHA, Aragão, Chico Buarque, Marilena Chaui etc..), insiram este espetacular depoimento de Lula e mande para o Silvio Tendler, Michael Moore, Oliver Stone, John Pilger e outros excelentes documentaristas .

Este material teria que ser disseminado mundialmente (traduzidos em inglês, francês, espanhol...) .

Alan hunt

- 2017-03-14 20:37:08

Talvez seja acreditar naquilo

Talvez seja acreditar naquilo que mente, seja a pior coisa de Lula. 

Atreio

- 2017-03-14 20:34:55

Grande. Histórico. Cada vez

Grande.

Histórico.

Cada vez maior, já Gigante até.

E Muito pra fazer ainda.

Um dia, eterno como todos os gigantes. Já o minitemer.....hmmmmmm..indo pelo buraaaaaco.

Sigamos, até a vitória, sempre!

Romanelli

- 2017-03-14 20:11:27

Existem dois fatos

Existem dois fatos IMPORTANTISSIMOS pró DOUTOR Luiz Inacio LULA da Silva que merecem registro.

O primeiro, o depoimento do próprio Servero que diz não conhecer LULA e acreditar que a inciativa de tentar subornar sua família partiu de Delcídio.

..e o segundo, o depoimento do próprio Delcídio que diz que "..eu cometi aquela burrada..", num ato falho que isenta qq um outro de participação no feito de tentar comprar a família do então detido Servero.

O texto acima não cita, mas LULA fala do choque que foi receber ofensas duma jornalista que, em nome duma tal liberdade de imprensa, passou há algum tempo (tal qual o proto historiador Marcos Vilae o blogueiro Diogo MAinardi) a ofender o ex presidente, e cidadão DOUTOR Luiz Inacio, impunemente, sem que sobre ele paire qualquer CONDENAÇÂO explícita, e de transito julgado, como se sendo um "chefe de quadrilha"

..um verdeiro absurdo e ofensa a qualquer cidadania

..mais, o DOUTOR Luiz Inacio LULA da Silva descreve no depoimento, COM RAZÂO, seu inconformismo com o momento que O PAU MANDADO do júiz de primeira instancia, que deu ganho de causa a jornalista lingua de trapo, faz zombaria com o titulo de doutor honorário por ele, diversas vêzes, conquistado.

..interessante refletirmos que o Honoris Causa é dado a personalidades personalissimas, pioneiras, distintas, de destaque, diferenciadas, que criaram e defenderam teses a bem duma causa ..ao contrário do juizeco que obteve o titulo de "doutor" apenas pro forma, SEM BRILHO, por defender IDÈIAS e MANDOS dos outros  ..exemplo dum autentico indivíduo subordinado  ..afinal, juíz que é juíz OBEDECE e segue a ordem posta  ..não é mesmo ?!

  https://www.youtube.com/watch?v=jSOVyhaymvg

Maria Luisa

- 2017-03-14 19:50:53

Luis Inacio Lula da Silva

Francamente, se traduzirem esse depoimento de Lula para outros paises do mundo, as instituições desses paises, incluindo Judiciario, ficarão abismadas com a falta de noção politica do nosso judiciario e MPF. Ou de seu oportunismo politico.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador