Marco Aurélio deve decidir sobre foro privilegiado de Flávio Bolsonaro na sexta

Foto: Agência Brasil
 
 
Jornal GGN – Com o fim do recesso do Judiciário, nesta sexta (1º), o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello deve decidir a respeito do pedido do senador Flávio Bolsonaro que suspendeu a investigação que tramita no Ministério Público do Rio de Janeiro, envolvendo o ex-motorista Fabrício Queiroz. A expectativa é de que Mello negue o foro privilegiado a Flávio e que o inquérito volte à esfera estadual.
 
Com o recesso, o plantonista do Supremo, ministro Luiz Fux, atendeu ao pedido de Flávio – que incluia a anulação das provas obtidas por meio do Coaf – e suspendeu a investigação.
 
Queiroz é suspeito por ter movimentado R$ 7 milhões em 3 anos – sendo R$ 1,2 milhão apenas entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017 – sem que tenha renda nem patrimônio compatíveis com o volume de recursos.
 
As operações de Queiroz envolviam outros funcionários e ex-funcionários do gabinete de Flávio. A primeira-dama Michelle Bolsonaro recebeu R$ 24 mil da conta considerada “de passagem” pelo Coaf.
 
O jornalista Bernardo Mello Franco lembrou nesta quinta (31) que a decisão de Mello tem potencial para acabar com a farra dos Bolsonaro.
 
“Depois do dia 1º, a situação de Flávio tende a se complicar. Sem a proteção do foro privilegiado, seu caso deverá ser devolvido à primeira instância. Os promotores vão receber novas informações do Coaf. Se quiserem, também poderão avançar na apuração sobre os elos da família presidencial com as milícias”, anotou.

1 comentário

  1. decisão crucial para o futuro

    decisão crucial para o futuro ds milícias bolsignaras….

    com esse lance de stf com tudo no golpe, o índice de otimismo baixa um pouco….

    quem não tem medo das milícias?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome