Ministério Público monta força-tarefa para investigar João de Deus

Foto: Reprodução/Casa de Dom Inácio

Jornal GGN – O Ministério Público de Goiânia montou nesta segunda (10) uma uma força-tarefa nacional para investigar as denúncias de abusos sexuais e outros crimes atribuídos ao líder religioso João de Deus.

A equipe terá quatro promotores e duas psicólogas que contarão ainda com a Promotoria de outros estados. Em Minas Gerais e São Paulo já há depoimentos de vítimas agendados para esta semana, afirma O Globo.

O promotor Steve Vanconcelos disse ao Estadão que até agora nenhuma vítima procurou a equipe de Goiânia para colaborar. “Dependemos desses relatos para instruir a investigação e para que a Justiça seja realizada”, afirmou.

Um email foi criado especialmente para receber denúncias (denuncias@mpgo.mp.br). 

O coordenador do grupo, Luciano Meireles, afirmou que é esperado o depoimento de vítimas que se encontram também em outros Países, mas as investigações ficarão concentradas em Goiás.

O MP não descarta um pedido de prisão preventiva contra o líder religioso de políticos e celebridados, que foi denunciado por veículos do Grupo Globo por abuso sexual. Na noite de domingo (9), o Fantástico afirmou ter conversado com 25 mulheres que se diziam vítimas, mas publicou reportagem sobre 6 das histórias.
 
Além dos depoimentos, a força-tarefa deverá realizar uma avaliação de processos arquivados contra o líder religioso por falta de prova, abrinco caminho para a reabertura de casos.
 
Segundo o coordenador, o depoimento das vítimas vale ouro neste processo. “Estupro não é um crime que acontece a luz do dia. O depoimento da vítima tem sobrevalor, então não tem porque a gente duvidar das mulheres. Elas não vêm aqui a troco de nada. O depoimento da vítima pode ser o único meio para levar à condenação.”

3 comentários

  1. Ministério Público monta força-tarefa para investigar João de De

    Cortina de fumaça para desviar a atenção do bolsogate?

     

  2. nada como um escandalo para abafar outro

     Parece-me que a midia usa Joao de Deus para abafar um pouco o escandalo Bolsonaro, nada como um escandalo para abafar outro, desviar atenção de outro assunto,mas Joao de Deus nao repercutiu tanto, vamos aguardar outra bala na agulha.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome